Sobre o Meio Desligado

O Meio Desligado é um blog exclusivamente sobre música brasileira, principalmente a alternativa, aquela que chamamos "música independente" (apesar de todas as fraquezas do termo). É também sobre o mercado que envolve essa música e sua relação com a tecnologia. A ideia é experimentar formatos e linguagens de forma a construir conhecimento de forma coletiva sobre essa cena, algo que define parte da minha vida (e, quem sabe, também da sua). Talvez você queira ler o primeiro texto publicado por aqui, lá em dezembro de 2006, para entender a proposta inicial. Na verdade, em vez de ler qualquer coisa que pudesse ser escrita para tentar descrever o Meio Desligado o melhor é sacar o conteúdo, participar, pensar junto. Cultura é construção coletiva.

Para ajudar a contextualizar, aqui estão algumas coisas que aconteceram com o blog desde sua criação:

  • Eleito pelo Yahoo! um dos 100 blogs mais relevantes em língua portuguesa
  • Representante exclusivo do Brasil na rede mundial Music Alliance Pact, que reuniu blogs de cerca de 40 países especializados em música alternativa e realizava coletâneas mensais com artistas independentes de seus respectivos países, alcançando, juntos, mais de 2 milhões de acessos mensais. Para se ter uma ideia, o representante da Inglaterra no projeto era o jornal The Guardian, um dos maiores do mundo
  • Indicado ao Prêmio Conexões Tecnológicas do Instituto Sérgio Motta
  • Tema de um mestrado na Escócia e de mais de cinco monografias de conclusão de cursos de comunicação
  • Convidado como curador em projeto especial do museu ARChive of Contemporary Music, de Nova York
  • Jurado do Asia Voice Independent Music Awards, premiação da cena musical independente asiática
  • Eleito um dos 10 blogs de música mais influentes do Brasil pela revista Business Insider
  • "Podemos reclamar pela figura do critico “full time”. O jornalista Alexandre Matias é um exemplo de como pode ser essa figura do critico depois do fim das revistas. O seu Trabalho Sujo é genial. Mas, assim como na Rolling Stone nacional, por motivos opostos, a parte de grandes resenhas é a mais fraca do blog. É louvável a tentativa do Matias de contradizer a falácia de que a crítica na internet é superficial. Mas, pelo menos na minha opinião, nesses momentos ele passa do ponto em textos longos que acabam caindo em frases sem muito sentido (quando resolve fazer teses sobre o Lost, por exemplo). O fato é que não existe ainda uma geração de críticos 100% “da internet”. Mesmo o fenômeno Pitchforkmedia.com, por exemplo, ainda tem uma lógica muito de articulista de revista. Um representante mais à frente nessa transição, no Brasil, é o Marcelo Santiago, do Meiodesligado.com, com mais preocupação em experimentar o formato do que polir o conteúdo" (Rodrigo Ortega, ex-editor da revista Billboard)

Marcelo Santiago, jornalista pós-graduado em Produção em Mídias Digitais e especializado em Gestão e Desenvolvimento Cultural. Também estudei design gráfico. Criei meu primeiro blog em 2003 e desde então a internet é parte essencial da minha vida.

Nos últimos anos fui curador em projetos do Ministério da Cultura, Funarte, Petrobras, Vivo e outras empresas, além de desenvolver e trabalhar em projetos culturais da Vivo, Natura, Claro e várias ações independentes.

Fui estagiário da Secretaria de Cultura de Minas Gerais, redator do site Cinema em Cena, organizador de conteúdo da Studio Sol, fundador do Instituto Cultural Fórceps e trabalhei em algumas das principais produtoras culturais de BH, além de atuar no planejamento e desenvolvimento de ações digitais do Conexão Vivo, e criar a Quente, produtora/coletivo na qual dedico a maior parte do meu tempo atualmente.

Nos últimos anos, dei palestras e oficinas em eventos como Olimpíadas do Conhecimento e Fórum da Cultura Digital, fiz assessoria de imprensa/comunicação para artistas e festivais (como a Virada Cultural de BH) e trabalhei na elaboração/gestão/produção de projetos/shows/festivais (Natura Musical, Feira Música Brasil, Eletronika, Pequenas Sessões, Itaú Cultural, Flávio Renegado, Aline Calixto, Marcia Castro, Dibigode, Iconili, Lise, Escambo, Stereoteca, Santander Cultural e Skol Beats são alguns artistas/eventos/empresas com as quais trabalhei).



Algumas empresas (Converse, Spoleto, Skol e outras) anunciaram e/ou desenvolveram ações junto ao Meio Desligado nos últimos anos. Pra ações desse tipo, por favor entrem em contato pela página do blog no Facebook ou DM no Instagram.

Pesquisar nos arquivos

Arquivos do blog