11 de fevereiro de 2019

Um pouco sobre o funcionamento das playlists do Spotify e como fazer parte delas



Em um informativo sobre a importância de suas playlists no impulsionamento de carreiras artísticas, o Spotify usou o brasileiro Gustavo Bertoni como exemplo. Após ter a música "Be Here Now" incluída nas playlists Morning Acoustic e Fresh Folk seus ouvintes mensais na plataforma saltaram de 7 mil para incríveis 617 mil pessoas. Espertamente, o que o Spotify sugere é que os artistas divulguem bastante suas músicas e à medida que suas reproduções aumentem, assim como sua presença em playlists, maiores as chances de serem destacados para as listas editoriais. Outro ponto são as playlists criadas por algoritmos, que definem as músicas de acordo automaticamente através de cruzamento de dados dos usuários (como "muita gente que ouve a banda X também escuta a banda Y, então indicaremos Y para os usuários que ouvem X mas nunca escutaram Y"). O funcionamento das playlists é complexo e vale um texto específico (também para criticar a atual dependência desse formato). Enquanto isso, assista abaixo aos vídeos produzidos pelo Spotify sobre o tema.

Pesquisar nos arquivos

Arquivos do blog