25 de outubro de 2017

Tremor

Um dos trabalhos que me deu mais prazer (e ocupou tempo) em 2017 foi o Tremor, um festival que criamos (Quente) com o pessoal da Obra com o intuito inicial de comemorar os 20 anos da casa (principal reduto de rock alternativo de BH). Fizemos a primeira edição em novembro de 2016 (com o retorno do Ludovic a BH) e encerramos em agosto com uma noite especial: o primeiro show solo do Lee Ranaldo (Sonic Youth) em BH. Uma das coisas mais legais tem sido apresentar a Obra a um público jovem que nunca tinha entrado lá e fazer com que gente que quase não sai mais pra shows resolva se aventurar novamente na noite pra ver artistas que marcaram suas vidas anos atrás (casos dos shows do Pin Ups e do Oceania, que além das músicas novas, também toca parte do repertório do Diesel, banda onde o novo grupo tem suas origens).

Agora que essa primeira edição terminou, marcando os 20 anos da Obra, aproveito pra reunir por aqui os vídeos de cobertura de todas as edições (com exceção da primeira, do Ludovic, que foi registrada somente em fotos)

Estamos registrando imagens e entrevistas pra um mini-documentário sobre a Obra também. Quem puder ajudar com fotos e vídeos de noites marcantes vividas lá (ou de alguma forma relacionadas à Obra) pode entrar em contato com a gente no Facebook ou no contatoARROBAquente.org.br.

Lee Ranaldo em BH

Hurtmold na noite de comemoração dos 20 anos da Obra

Rakta (primeira vez em BH) + Carahter

Pin Ups (de volta a BH depois de mais de uma década) + Miêta

Macaco Bong + Constantina

Vivendo do Ócio + Oceania

Inky + El Toro Fuerte + Miss Francis

Autoramas + Pequena Morte