Pesquisar este blog

Carregando...

2 de dezembro de 2014

Semana Internacional de Música de São Paulo

A Semana Internacional de Música de São Paulo realiza sua segunda edição entre 4 e 7 de dezembro e ocupa nove espaços culturais da capital paulista com mais de 30 shows e dezenas de debates, workshops e rodadas de negócios. Apesar de ser um evento recente, já se estabelece como um dos principais do mercado musical brasileiro devido ao nível de sua programação, com importantes articuladores do mercado cultural internacional e artistas de destaque da cena nacional (além de também apresentar ao público brasileiro artistas internacionais ainda desconhecidos por aqui).



Na programação musical da SIM SP estão artistas como Tulipa Ruiz, Anelis Assumpção, China e Marcelo Jeneci (dia 6 no Studio Verona), Aláfia e Aldo, The Band (dia 7 no Cine Joia), Holger (dia 5 no Estúdio Emme) e Aline Calixto e Coutto Orchestra (dia 4 no Jongo Reverendo).

Os debates e workshops envolvem mais de 70 profissionais, com opções para quem atua em diversos ramos da cadeia produtiva da música. Audiovisual, comunicação, produção de festivais, agenciamento, gestão de carreiras, criação de conteúdo e participação do poder público na cultura são alguns dos diversos temas que serão abordados.


Estive na primeira edição da SIM SP, realizada em dezembro de 2013, e assisti a alguns bons shows (Karina Buhr, Céu, e, principalmente, a colombiana El Reino del Mar, entre outros), mas participei de poucas atividades das conferências.

Veja abaixo a (enorme) programação desta edição da Sim São Paulo.



FESTIVAL

4/12

SHOWCASE OLIDO
SALA OLIDO/ GALERIA OLIDO
20h00 – ARTISTA SIM LAB
21h00 – GUSTAVO GALO
GRATUITO, RETIRADA DE INGRESSOS A PARTIR DAS 19 HORAS

FESTA DE LANÇAMENTO COM ALINE CALIXTO, DJ NYACK E COUTTO ORCHESTRA
JONGO REVERENDO
21h00 – DJ NYACK
22h30 – ALINE CALIXTO
23h30 – COUTTO ORCHESTRA
Entrada livre para credenciados SIM SÃO PAULO (com open bar)
Ingresso para o público: R$60,00 (com open bar de cerveja, vodka, refrigerante e energético)

5/12

SHOWCASE OLIDO
SALA OLIDO / GALERIA OLIDO
20h00 – ARTISTA SIM LAB
21h00 – LUISA MAITA
GRATUITO, RETIRADA DE INGRESSOS A PARTIR DAS 19 HORAS

NOITE FRANCESA
CENTRO CULTURAL RIO VERDE
22h00 – Zaza Fournier
23h00 - Rocky
00h00 – Féfé
01h00 – PatrickTor4 (Baile Tropical)
Entrada livre para credenciados SIM SÃO PAULO
Ingresso para o público: R$ 30,00 – R$ 40,00

SHOW CRUZ
CINE JOIA
00h30 – Cruz
Entrada livre para credenciados SIM SÃO PAULO
Ingresso para o público: R$ 20,00 - R$ 60,00

SHOWCASE BECO 203
BECO 203
21h00 - ARTISTA SIM LAB 2
22h00 - AUTORAMAS
Entrada livre para credenciados SIM SÃO PAULO
Ingresso para o público: R$ 20,00 – R$ 30,00

SHOW DE LANÇAMENTO ÁLBUM “HOLGER”
ESTÚDIO EMME
22H00 – Holger
Entrada livre para credenciados SIM SÃO PAULO
Ingresso para o público: R$ 30,00


6/12

SHOWCASE CCRV
CENTRO CULTURAL RIO VERDE
22h00 – ARTISTA SIM LAB
23h00 – MATÍAS CENA
00h00 – O TERNO
01H00 – FILARMÔNICA DE PASÁRGADA
Entrada livre para credenciados SIM SÃO PAULO
Ingresso para o público: R$ 30,00 – R$ 40,00

SHOWCASE PUXADINHO
ESPAÇO CULTURAL PUXADINHO DA PRAÇA
01h00 – Stop Play Moon
Entrada livre para credenciados SIM SÃO PAULO
Ingresso para o público: R$ 15,00 – R$ 30,00

FESTA MIRONGA
JONG0 REVERENDO
23h00 – Abertura da Casa
DJ set Leandro Pardí e Evelyn Cristina (Gambiarra)
Performance de Flávia Mazal e Trupe Benkady
Entrada livre para credenciados SIM SÃO PAULO
Ingresso para o público: R$ 20,00 – R$ 30,00

SIM LIVE NO VERONA
STUDIO VERONA
Palco Outdoor
20h30 – ARTISTA SIM LAB
21h50 – CHINA
23h10 – ANELIS ASSUMPÇÃO
Palco Indoor
21h00 – ST. LÔ
22h30 – MARCELO JENECI
23h50 – TULIPA RUIZ
Entrada livre para credenciados SIM SÃO PAULO
Ingresso para o público: R$ 40,00 – R$ 50,00

7/12

PALCO SKOL / FESTA DE ENCERRAMENTO
CINE JOIA
21h00 – Jaloo
22h00 – Aldo, The Band
23h00 – Aláfia / Participação especial Tássia Reis
00h00 – DJ Craca
Entrada livre para credenciados SIM SÃO PAULO
Ingresso para o público: R$ 40,00

FESTIVAL UBUNTU (5 Anos de Laboratório Fantasma)
STUDIO VERONA
16h00 – Abertura da Casa
Programação será anunciada na próxima semana)
Entrada livre para credenciados SIM SÃO PAULO
Ingresso para o público: R$ 40,00 – R$ 120,00

TEATRO MÁGICO – SHOW DE 11 ANOS!
ESPAÇO DAS AMÉRICAS
18h00 – Abertura da Casa
20h00 – Teatro Mágico
Entrada livre para credenciados SIM SÃO PAULO
Ingresso para o público: R$ 40,00 – R$ 200,00


CONVENTION

4/12


Sala Concerto / Praça das Artes (200 lugares)

11h00 - PALESTRA: O ECOSSISTEMA DA MÚSICA NO SÉCULO XXI
COM: Alexandre Matias
Em 2014, o curso O Ecossistema da Música ministrado por Alexandre Matias reuniu personalidades de diferentes áreas do mercado musical para falar das transformações causadas pela entrada da internet neste meio. Foram dez aulas que discutiram aspectos variados do fazer música, com conversas com artistas, jornalistas, produtores, empresários, radialistas e gravadoras que traçaram um panorama interessante e otimista da música no século XI. Nesta palestra, Matias passa pelos principais aspectos levantados pelos professores convidados – nomes como Tulipa Ruiz, João Marcello Bôscoli, Carlos Eduardo Miranda, Evandro Fióti, Marcos Boffa, Fabiana Batistela, André Forastieri, Roberta Martinelli, Ricardo Alexandre, Karina Buhr, Mauricio Tagliari, entre outros – e dá dicas de livros e textos de leitura sobre o assunto. Uma introdução mais do que abrangente do mercado hoje, para começar a maratona da SIM preparado.

14h00 - PALESTRA: Trilha-Sonora e Sincronização.
COM: Maurício Tagliari (YB) / Thomas Jamois (Creaminal, França). MEDIADORA: Maria Teresa Dantas Tescarolli e David McLoughlin (BMA).
SINOPSE: Nessa palestra, a equipe da área de inteligência da Brasil, Música & Artes apresenta os resultados da sua pesquisa sobre SINCRONIZAÇÃO realizada durante o ano de 2014 e disponível no site da BM&A desde agosto. Eles convidam Maurício Tagliari e o francês Thomas Jamois para um bate-papo sobre trilha-sonora na TV, cinema, publicidade e videogame.

16h00 - PALESTRA: O Mercado da Música Australiano.
COM: Millie Millgate (Sounds Australia).
SINOPSE: A Australia é uma país gigante, com uma população pequena, mas que ama música - ao vivo ou digital. Nessa palestra, a produtora executiva da Sounds Australia, Millie Millgate, te convida para conhecer o lado pop de seu país, apresentando uma visão geral de como navegar por esse mercado tão distante geograficamente de nós e como aproveitar da melhor forma as oportunidades do outro lado do mundo. A sexta maior indústria da música do planeta te convida para uma visita.

18h00 - Q&A: Chico César.
MEDIADOR: Patrícia Palumbo.
SINOPSE: Chico César é entrevistado pela jornalista Patrícia Palumbo e pelo público presente sobre sua bagagem como músico e compositor e sobre sua experiência em políticas públicas como Secretario de Cultura do Estado da Paraíba.


CINE OLIDO / GALERIA OLIDO (236 lugares)

14h00 – DEBATE: Consumo de música On-line.
COM: Gustavo Diament (Spotify), Bruno Vieira (Rdio), James Lima (Believe Digital), Flávio Marcondes de Sousa (Napster), Marcos Chomen (CD Baby), Ady Harle (Google Play). MEDIADOR: Marcos Passarini (Elemess Music & Services).
SINOPSE: A entrada de novos players no Brasil e os novos hábitos de se consumir música. Avançamos cada vez mais rápido à era do streaming? Em que ponto estamos agora e o que precisamos para criar um negócio sustentável e duradouro no Brasil?
236 lugares

15h30 – PALESTRA: A Virada Cultural do Estado de São Paulo.
COM: Flávio de Abreu (Coordenador Geral da Virada Cultural Paulista 2015) e Dora Leão (Diretora de Difusão da Unidade de Fomento e Difusão da Produção Cultural UFDPC). MEDIADOR: André Bourgeois.
SINOPSE: A Virada Cultural do Estado de São Paulo como um dos principais projetos públicos de circulação de artistas e fomentação do mercado da música no Brasil.

17h00 – DEBATE: Modelo de negócios e de administração de carreiras no mercado da música hoje.
COM: Evandro Fióti (Emicida), Felipe Simas (Tiago Iorc), Verônica Pessoa (Marcelo Jeneci/ O Terno/ Karina Buhr), Heloisa Aidar (Tulipa Ruiz), Pamela Leme (Apanhador Só/ Garotas Suecas).
SINOPSE: Não existe mais cartilha a ser seguida. Assim como a definição de sucesso não é mais a mesma. Cada modelo de negócio é único. O mercado da música foi humanizado. Conheça um pouco das histórias dos brilhantes empresários por trás de artistas em destaque no novo cenário brasileiro e como eles fazem para "chegar lá".
236 lugares

19h00 – MOSTRA AUDIOVISUAL / FILME: Racionais MC's - 25 Anos no Movimento.
SINOPSE: O filme finalizado em novembro de 2014 será exibido pela primeira vez na SIM SÃO PAULO. O documentário aborda a trajetória midiática que o grupo de São Paulo traçou durante os 25 anos de carreira. Com entrevistas feitas com Serafim Zimbabwe, Milton Sales, Regina Casé, Eduardo Suplcy, Daysi Bregantini e Ana Paula Alcântara, o espectador conhece as histórias por trás da relação conturbada dos Racionais com a grande mídia. Além disso, o documentário traz depoimentos de fãs e rappers como Dexter, Rashid e Flow MC, que comentam a importância social e musical do grupo.
Documentário (HD, 82 minutos, 2014)
Idioma: Português
Direção: BIA BEM
Produção: GUILHERME CABRAL
Fanpage: https://www.facebook.com/MovimentoRacionais

Após a exibição do filme:

20h30 – BATE-PAPO: 25 anos de rap de protesto no Brasil e a relação do movimento com a mídia. COM: Bia Bem (Diretora do filme), Ana Paula Alcântara (Assessora de Imprensa dos Racionais MCs), Zico Goes (ex-Diretor Artístico MTV), KL Jay (DJ Racionais MCs).
SINOPSE: O bate-papo abordará pontos importantes exibidos no documentário Racionais MCs: 25 Anos no Movimento, como a origem do rap de protesto no Brasil, a relação da mídia com artistas e a distorção do discurso


BAR SKOL / PRAÇA DAS ARTES (80 lugares)

15h00 – BATE-PAPO: Os 25 anos da Midsummer Madness + seis selos independentes brasileiros. COM: Rodrigo Lariú (Midsummer Madness), Fernando Grecco (Borandá), Fernando Dotta e Rafael Farah (Balaclava), José Eduardo Alvino (Label A), Elson Barbosa (Sinewave), André Siroto e Daniel Pampuri (SP Música), Rafael Rossatto (Agência de Música).
SINOPSE: Em 1989 era uma folha de papel em branco, uma máquina de escrever Olivetti, fotos recortadas, algumas fitas cassete com discos gravados e 3 ou 4 fitas demo de bandas brasileiras. Em 2014 o Midsummer Madness comemora bodas de prata com quase 30 mil discos vendidos, algumas milhares de músicas distribuídas, quase 100 artistas e dezenas de shows. Rodrigo Lariú, o homem por trás do MM, fala sobre sua experiência administrando um dos selos alternativos mais ousados e insistentes do Brasil. Ele também apresenta outros seis selos atuantes nos dias de hoje e seus formatos e modelos de negócios para lançar música em 2014.

17h00 – PALESTRA: O case SKOL MUSIC.
COM: Coy Freitas (SKOL MUSIC, b!ferraz), Dudu Marote (Selo Ganzá), Carlos Eduardo Miranda e Zegon (Selo Buuum).
SINOPSE: Apresentação do case Skol Music com o idealizador do projeto Coy Freitas e os produtores dos selos musicais da plataforma. Idealizada pela agência b!ferraz junto com a Ambev, a SKOL MUSIC traz a ousadia de um projeto envolvendo uma grande marca que chegou para chacoalhar o mundo musical. Focada 100% em música nova e autoral e composta por diversas frentes, ela abrange patrocínios dos principais eventos, festas e festivais que acontecem no Brasil (como Lollapaloza e Tomorrowland) e traz ainda um portal sobre música (skol.com.br/music), um aplicativo (Soundspot), a rádio Skol e principalmente três selos musicais, sob curadoria de produtores de peso do segmento: o Ganzá (selo de Dudu Marote voltado para música eletrônica), o Buuum (selo de Zegon voltado para o hip-hop e bass music) e o selo de Miranda voltado para o indie rock.

19h00 – BATE-PAPO: POLÍTICAS PÚBLICAS E PEQUENAS CASAS DE SHOW.
COM: Miguel Salvatore (Serralheria), Lucia Rodrigues (Central das Artes), Fernando Tubarão (Puxadinho da Praça), Guga Stroeter (CCRV), Paulo Papaleo (Mundo Pensante). MEDIADOR: Pena Schimidt.
SINOPSE: O que políticas públicas tem a ver com pequenas casas de shows privadas? Durante o ano de 2014, Pena Schimidt reuniu, no Centro Cultural São Paulo, um seleto grupo de profissionais da música para discutir políticas públicas para a cidade de São Paulo. Entre os convidados, donos e programadores de pequenas espaços que formam um circuito independente vital para a produção e perpetuação da música autoral brasileira. Um dos resultados dessas reuniões mensais, foi a criação do P10 - um coletivo de casas que já anda colocando em prática muitas ideias surgidas nos bate-papos com Pena.


5/12


Sala Concerto / Praça das Artes (200 lugares)

11h00 –  PALESTRA: Hábitos Culturais e Formação de Público para a Música.
COM: Daniela Ribas Ghezzi.
SINOPSE: Na palestra serão abordadas as dinâmicas culturais contemporâneas e como elas vêm se reconfigurando no cenário atual, marcado por uma dimensão ampliada do conceito de cultura, pela dessacralização dos espaços e práticas culturais, pela utilização das tecnologias digitais, etc. Também será abordada a pesquisa "Públicos da Cultura", realizada nacionalmente em 2013 pelo Sesc e pela Fundação Perseu Abramo, no intuito de dar pistas de como funcionam essas dinâmicas culturais, especialmente no campo da música. Tendo em mente tais dados e dinâmicas, serão ensaiadas algumas possibilidades de ações para a formação de público na área da música.

14h00 – DEBATE: Curadoria de música de espaços públicos na cidade de São Paulo.
COM: Edson Natale (Auditório Ibirapuera/ Itau Cultural), Juliano Gentile (CCSP), Katia Dell'Agnolo Bocchi (Galeria Olido), Ana Luiza Aguiar (CCJ). MEDIADOR: Alex Antunes.
SINOPSE: Como se dá a curadoria de música? E nos espaços públicos, especificamente? Em uma cidade como São Paulo, que tem a tradição de grandes eventos musicais como a Virada Cultural, além de bons equipamentos culturais públicos permanentes, e também privados gratuitos ou subsidiados (Sesc, Itaú Cultural, CCBB e outros), essa conversa é central. Como atender a demandas por gêneros musicais, por especificidades culturais e por recortes sociais, mantendo coerência curatorial e disseminando e impulsionando a produção artística?

16h00 – DEBATE: Para tocar fora do Brasil, precisa de uma agência de booking internacional ou dá pra montar uma turnê sozinho?
COM: Gabriel Thomas (Autoramas), Matthieu Baligand (Caramba, França), Luis Pardelha (Produtores Associados, Portugal).
SINOPSE: Artistas brasileiros estão chamando a atenção de agências internacionais de booking e ganhando mais espaço no exterior. Gabriel Thomas, vocalista e guitarrista do Autoramas, também mostra que é possível fazer sem representação e conta como transformou sua banda em uma das campeãs de shows no exterior nos últimos anos.

18h00 – Q&A: Alain Lahana (França).
MEDIADOR: André Bourgeois.
SINOPSE: Alain Lahana é produtor de shows e um homem com histórias incríveis para contar sobre o mundo da música. Ele faz parte da geração que se formou na base da experiência durante os anos 70, época em que o movimento punk chegava à França para se contrapor à onda da música disco. Já trabalhou com nomes como The Police, The Clash, David Bowie, Tears for Fears, Depeche Mode, Phil Collins, os Rolling Stones e muitos outros. Atualmente, como presidente da produtora Rat des Villes, representa artistas como Patti Smith, Iggy Pop & the Stooges, Ayo, e os brilhantes Féfé, Zaza Fournier, Saul Williams e GiedRé.


Cine Olido / Galeria Olido (236 lugares)

14h00 – DEBATE: Jornalismo Empreendedor, modelos de negócios e formas alternativas de gerar receita com conteúdo musical.
COM: Bianca Freitas (Club NME), Alexandre Matias (Trabalho Sujo), Marcelo Costa (Scream & Yell).
SINOPSE: O crítico de música ainda é um músico frustrado? O debate propoem uma reflexão sobre o novo papel do jornalista musical, como criador e realizador de projetos, e não só apenas como investigador e validador da produção artística. Mais do que um cargo importante num grande veículo de música, críticos formatam seus próprios canais de disseminação da informação e transformam seu conhecimento e bagagem cultural em conteúdo valioso para marcas, eventos e projetos inovadores, que em alguns casos, acabam também colaborando com a receita de grandes empreendimentos midiáticos.

15h30 – DEBATE: Comunicação no novo mercado da música. A migração da Assessoria de Imprensa para o Content Marketing e Mídias Sociais.
COM: Cassio Politi (Tracto), Piky Candeias (Batucada Comunicação), Larissa Marques (Agência Lema), Nathalia Birkholz e Francine Ramos (Inker Agência Cultural).
MEDIADOR: Alexandre Matias.
SINOPSE: Levar a informação à imprensa musical não é mais suficiente para fazer a notícia chegar ao seu destino final: o fã. A divulgação de um projeto de cultura vai além. Precisa falar diretamente com o público alvo, com ações criativas de content marketing on e off line. Os novos desafios e estratégias das assessorias de comunicação que precisam gerar resultados com conteúdo relevante não só ao crítico, mas também ao consumidor final.

17h00 – DEBATE: Criação e Desenvolvimento de Startups de Tecnologia e Música no Brasil.
COM: Juliano Polimeno (Playax), Rafael Belmonte (NetShow.me), Gianfranco Ceccolini (MOD) e Rodrigo Cartacho (Sympla).
MEDIADOR: Alan Leite (CEO da Startup Farm).
SINOPSE: Da ideia inicial à criação do produto/serviço e modelo de negócios, quatro empresas nascentes da área de música e tecnologia - Playax, Netshow.me, MOD e Sympla - debatem as oportunidades, problemas e soluções para a criação e desenvolvimento de startups no Brasil.

19h00 – MOSTRA AUDIOVISUAL / FILME: 30 Anos Crucificados pelo Sistema.
Primeira (e talvez única) exibição em tela grande do documentário sobre o primeiro disco do Ratos de Porão.
SINOPSE: Em 1983 o Ratos de Porão gravou o primeiro álbum individual de uma banda Punk/ Hardcore da América Latina. 30 Anos Crucificados Pelo Sistema reúne a formação da banda dessa época, além de diversas outras personalidades representativas do movimento punk e da cena musical, para contar as histórias por trás do legado deste disco icônico.  
Documentário (HD, 55min, 2014)
Idioma: Português
Produção: BLACK VOMIT FILMES
Co-produção: LUDUSLAB
Lançamento: Läjä Rex
Direção, produção e finalização: FERNANDO RICK
Roteiro e edição: MARCELO APPEZZATO e FERNANDO RICK
Câmeras: MARIONALDO JÚNIOR e F. RICK
Edição de som: LUANA MORENO e F. RICK
Legendas: ANGELO AREDE e GE GAIZEU
Produção executiva: JOÃO GORDO

Após a exibição do filme:

20h00 – BATE-PAPO: Produções de documentários independentes de música.
COM: Fernando Rick (Black Vomit / Diretor do filme), Alex Andrade (Kinopedia, parte do conselho curatorial do In-Edit), Maurício Gaia (In-Edit).
SINOPSE: A produção de 30 Anos Crucificados Pelo Sistema como exemplo de projetos de audiovisual que são feitos de forma independente e sem grandes verbas. A necessidade criativa que se sobrepõe a falta de recursos financeiros.

Bar Skol / Praça das Artes (80 lugares)
15h00 – BATE-PAPO: Os mercados de música Europeu e Americano hoje.
COM: Robert Singerman (EUA) e Christophe Cassan (BIME, Espanha).
SINOPSE: A crise econômica dos mercados de música dominantes é bom ou ruim para outros continentes? Em tempos de incertezas, Europa e Estados Unidos se voltam para a conexão com outros territórios, explorando novos mercados e recebendo em casa cada vez mais nomes da cena musical de vários outros países do resto do mundo. Os projetos públicos de exportação de artistas, as music conventions e festivais locais, o mercado digital de distribuição, sincronização, mídia, e os 4 bilhões de novos consumidores que se abrem nos BRICs.

17h00 – REUNIÃO ABERTA: RÁDIOS
COM: Patrick Torquato (Rádio Frei Caneca/Recife), Roberto Maia (Rádio 89FM), Ricardo Rodrigues (Rádio UFSCar/São Carlos).
MEDIADOR: Alexandre Matias.
SINOPSE: Talvez o Rádio ainda seja o principal responsável pelo escoamento de grande parte da produção fonográfica brasileira. Então por que sua música não toca lá? Nessa reunião aberta ao público, Patrick Torquato (Rádio Frei Caneca/Recife e ARPUB - Brazil's Public Radio Association), Roberto Maia da Rádio 89FM e Ricardo Rodrigues da Rádio UFSCar/São Carlos) levantarão as principais questões envolvendo esse veículo de comunicação em massa e sua atuação no Brasil, como consistência artística da programação, modelos de negócios que não dependam dos investimentos dos grandes conglomerados comerciais, políticas públicas que promovam a criação de rádios públicas e universitárias e incentivem uma maior diversidade musical nas emissoras comerciais e, claro, formação de público. Dessa conversa sai um documento que será disponibilizado na internet com todos os principais pontos debatidos.

19h00 – BATE-PAPO: A visão do artista sobre o novo mercado da música.
COM: Maurício Pereira, Tim Bernardes (O Terno), Karina Buhr, Thiago Pethit, China, Irina Bertolucci (Garotas Suecas).
MEDIADOR: Alexandre Matias.
SINOPSE: As conquistas da nova geração de músicos brasileiros, as dificuldades enfrentadas no dia-a-dia, as questões ainda a serem trabalhadas. O artista deixa de ser apenas criador, mas também pensador e administrador de sua carreira?
80 lugares


6/12


CINE OLIDO / GALERIA OLIDO (236 LUGARES)

15h00 – MOSTRA AUDIOVISUAL / FILME: Mobília em Casa - Móveis Coloniais de Acaju e a cidade.
SINOPSE: Um cineasta candango e uma banda brasiliense: em comum, a necessidade de falar de Brasília e a consciência de que nunca foi tão importante amar essa cidade. O filme é o primeiro trabalho de José Eduardo Belmonte em Brasília desde A Concepção (2006). Sob seu olhar, são apresentados temas relativos à construção da cidade, bem como a formação social de sua identidade cultural. Às cidades visitadas, Belmonte juntou depoimentos, imagens de arquivo e trechos de outros filmes, além de fazer-se presente na reflexão sobre a cidade nesses seus 54 anos. Foram escolhidas 11 músicas (todas elas presentes no álbum De Lá Até Aqui) e 10 cidades do DF: Brasília, Gama, Samambaia, Ceilândia, Taguatinga, Núcleo Bandeirante, Candangolândia, São Sebastião, Sobradinho e Planaltina. Ao longo do filme, é apresentada uma música em cada cidade e, entre cada uma delas, Belmonte estabelece os respectivos contextos que formam este documentário musical.
(Documentario, HD, 76m, 2014)
Idioma: Português
Direção e roteiro: José Eduardo Belmonte
Assistência de direção: Iberê Carvalho
Direção de segunda unidade de câmera: Gui Campos
Direção de Arte: Maíra Carvalho
Áudio e desenho de som: Gustavo Dreher
Direção de fotografia: Barbara Alvarez
Montagem: Bruno Lasevicius
Mixagem: Pedro Noizyman
Direção de Produção: Lê Brasil
Produção executiva: J. Procópio
Realização: Pavirada Filmes, Estúdio Dreher, Film Noise e Móveis Coloniais de Acaju
Co-produção: Canal Brasil
Patrocínio: FAC-GDF 

17H00 – MOSTRA AUDIOVISUAL / FILME: REC-BEAT 2013
SINOPSE: Documentário sobre a 18ª edição do festival realizado durante o Carnaval do Recife. Há 9 anos, o diretor ilustra o lado ritualístico desse universo: retratos que espelham a antropologia e o transe entre artista, som e público no lado underground da folia pernambucana. Em 2013, tocaram Monsieur Periné, Tulipa Ruiz, BNegão, Mulheres Negras, Karina Buhr, Céu, entre outros.
Documentário (HD, 70min, 2014)
Idioma: Português
Direção: Pedro Bayeux
Produção: pedrobayeux.com
Ingressos: R$ 1,00 na bilheteria do local

19H00 – MOSTRA AUDIOVISUAL / FILME: O que é Nosso? Reclaiming the Jungle.
SINOPSE: O filme explora o efeito de movimentos das festas abertas que estão surgindo em São Paulo, a maior metrópole da América do Sul. Grupos independentes de diversos gêneros musicais têm promovido a idéia comum de que festas podem ajudar os cidadãos dessa cidade a se conectarem socialmente e aproveitar áreas da cidade que têm sido abandonadas numa era de hiper-desenvolvimento. O documentário inclui cenas íntimas das festas que têm acontecido em parques abandonados, prédios ocupados, ruas, túneis e áreas marginalizadas da cidade. A partir de um ponto de vista crítico, sugere que essas festas e suas propostas ajudam a criar um efeito rejuvenescedor do espaço público – político, social, espacial e em sua atitude. O filme apresenta a perspectiva dos criadores das festas, tais como Voodoohop, Metanol FM, Free Beats, Venga Venga e Carlos Capslock e foi criado por um time único de produtores de vídeo – Um neozelandês semiótico, um fotógrafo e um artista visual brasileiros.
(Documentário, HD, 70 minutos, 2014)
Diretor: Jerry Clode e Murilo Yamanaka
Editor: Allyson Alapont

CENTRO CULTURAL RIO VERDE (50 lugares)

15h30 – INÍCIO ENCONTRO DA ADIMI E MMF LATAM

16h00 – DEBATE: Musica latina, me gusta!
COM: Octavio Arbeláez (Festival Circulart/Redlat, Colômbia), Christophe Cassan (Festival BIME, Espanha), Gabriel (Festival Contrapedal, Uruguai e México), Sylvie Piccolotto (Rock City e Scatter Records, Argentina), Carmen Barahona (Doll Music, Chile). SINOPSE: Por que a música de língua espanhola não entra no Brasil?

18h00 – PALESTRA: ADIMI (Associación Para el Desarrollo de La Industria de la Musica Iberomericana) e MMF LATAM (Associación Latinoamericana de Managers Musicales).
COM: Antonio Gutierrez (Festival Rec Beat, Recife), Gabriel Turielle (Festival Contrapedal, Uruguai e México), Octavio Arbeláez (Festival Circulart, Colômbia).
SINOPSE: A ADIMI é formada por 63 diretores de festivais, eventos e music conventions da Argentina, Brasil, Bolívia, Colômbia, Costa Rica, Chile, Equador, El Salvador, Espanha, Estados Unidos, Guatemala, Honduras, México, Nicaragua, Panamá, Perú, República Dominicana, Uruguai e Venezuela. além de feras de música latinoamaricana na Alemanha e na França. A principal atividade da associación é o intercâmbio e a circulação de música (conteúdo, projetos e artistas), de conhecimento e de esforços, para a prosperidade do mercado iberoamericano.
A MMF LATAM foi fundada em outubro de 2014 em Medellin, Colômbia, e faz parte da IMMF (International Music Managers Forum). A associação reúne atualmente cerca de 40 empresários musicais de 15 países da América Latina e tem por objetivo principal também fortalecer os laços entre os diversos mercados da região, possibilitando uma maior circulação dos artistas através dos países membros.


BAR SKOL / PRAÇA DAS ARTES (80 lugares)

15h00 – REUNIÃO ABERTA: Festivais de música brasileiros sentam pra conversar sobre como podem se ajudar em 2015.
COM: Marcelo Damaso e Renée Chalu (Se Rasgum, Belém), Ricardo Rodrigues (Festival Contato, São Carlos, SP), Fabrício Nobre (Bananada, Goiânia) e Ana Garcia (Coquetel Molotov, Recife).
SINOPSE: A conexão entre festivais inependetes no Brasil já tem história. Em 2005 foi criada a Abrafin, Associação Brasileira de Festivais Independentes, com a finalidade de potencializar, agregar e promover a troca de informações entre os principais eventos de música independente de todas as regiões do país. Em 2011, 17 importantes festivais decidiram deixar o grupo, que perdeu força a acabou caminhando para o que hoje é chamado de Rede Brasil de Festivais. Sem levantar bandeiras ou representar associações, quatro importantes festivais independentes se reunem na SIM para levantar pontos importantes de convergência entre eles. Artistas e produtores sào convidados a participarem dessa conversa que pode beneficiar todos os lados.

17h00 – DEBATE: A nebulosa estrutura da arrecadação e distribuição dos direitos autorais no nosso país.
COM: Luiz de Aquino (Grupo Arlequim), Juan Leal (Grupo Sonata).
MEDIADOR: Juliano Polimeno (Playax).

19h00 – 20 hs PALESTRA: Apresentação Google Play - Oportunidades para artistas brasileiros. COM: Ady Harley (Google Play, EUA e México).
SINOPSE: O chefe de Parcerias Musicais para o Google Play America Latina vem ao Brasil apresentar uma visão aprofundada da nova plataforma pelas perpectivas regionais e globais. Oportunidades para selos e artistas brasileiros para distribuição e promoção de conteúdo. Ady vai apresentar o case dos Racionais MCs como exemplo recente de viralização de lançamento de disco.


WORKSHOPS


EXPAÇO EXPOSITIVO / PRAÇA DAS ARTES (30 lugares)

4/12
18h00 às 22h00 - WORKSHOP: Zero to Hero, Tudo para Sincronização de SOM, IMAGEM e LUZ ao vivo!
COM: Pedro Zaz e VJ Spetto dos United VJS.
SINOPSE: Nesta masterclass são ensinadas técnicas e metodologias simples mas profissionais para a sincronização de música, video e iluminação visando a criação e realização de espetáculos majestosos. Não precisa de conhecimentos básicos especiais, apenas paixão por ser um herói. From Zero to Hero. / Os UNITED VJs integram criativamente as artes digitais, recorrendo às técnicas ou a procedimentos tão distintos como a ilusão óptica, o 3D, o video mapping, stage design, programação de software e fulldome. Realizaram centenas de shows ao redor do mundo e são uma equipe internacional sediada em São Paulo, que conta com parceiros por todo o Brasil, EUA e Europa. Pedro Zaz (Portugal) e VJ Spetto criaram os United VJs, que é uma seleção de talentos internacionais: VJs, programadores e VideoMappers. No VJ University ministram aulas e realizam treinamentos, sendo responsáveis pela formação de mais de 300 profissionais e artistas na área da VJ-Art em todo o mundo. "Somos pelas artes e pela evolução do homem e da mulher através de experiências multimídias sensoriais únicas. Criamos um novo tipo de arte sem as distinções habituais que erguem barreiras entre a tecnologia e a criação!".
INSCRIÇÕES PELA PRO-AREA DO SITE DA SIM SÃO PAULO

5/12
18h00 às 22h00 - WORKSHOP: Fotografia de Música
COM: Marcos Hermes
INSCRIÇÕES PELA PRO-AREA DO SITE DA SIM SÃO PAULO


SALA OLIDO / GALERIA OLIDO (236 lugares)

4/12
14h00 às 17h00 – WORKSHOP: SHOW BUSINESS: UM PANORAMA DO ENTRETENIMENTO AO VIVO
COM: Bianca Freitas (Enjoy Experience) e Fabiana J. Lian (A Party Tour)
SINOPSE: O crescimento acelerado do entretenimento nos últimos anos trouxe novos negócios e formatos de expressão. Fabiana J. Lian e Bianca Freitas, profissionais de shows internacionais, compartilham o expertise em projetos, operação, negócios e relações deste mundo tão sedutor. A criatividade sai dos palcos para a mesa do empresário e do produtor de show.

5/12
14h00 às 17h00 – WORKSHOP: CONTEÚDO PARA TVS PAGAS: NOVOS HORIZONTES DA LEI 12.485
COM: Rodrigo Lariú (Play TV)
SINOPSE: Neste workshop, Lariú vai falar do atual panorama da TV paga brasileira e as demandas criadas a partir da Lei 12.485 que instituiu cotas de conteúdo nacional no segmento. Durante o workshop, o público terá uma visão de que tipo de conteúdo alguns canais procuram, como apresentar projetos de música, além de receber uma pequena introdução à lei e de como preparar seu conteúdo (programas, documentários, séries, videoclipes) junto á ANCINE para atender à premissas da nova lei.


CEMEC (26 lugares)

4/12
14h00 às 18h00 – WORKSHOP: LEIS DE INCENTIVO À CULTURA PARA A MÚSICA
COM: Camila Alves
SINOPSE: O curso quer apresentar as Leis de Incentivo à Cultura como oportunidade de negócios para produtores e profissionais da área musical a utilizarem da melhor maneira possível, ampliando suas possibilidades de atuação em favor do setor. Serão vistos os principais mecanismos de incentivo fiscal: Lei Rouanet e ProAC-ICMS, abordando o funcionamento das leis, os modos de preenchimento dos formulários, como trabalhar as contrapartidas, os processos de análise e aprovação dos projetos.
INSCRIÇÕES PELA PRO-AREA DO SITE DA SIM SÃO PAULO

14h00 às 18h00 – WORKSHOP: O DIREITO AUTORAL NO BRASIL – CONCEITO, HISTÓRICO E ATUALIDADES
COM: José Carlos Costa Netto (presidente ABDA)
SINOPSE: A evolução do direito autoral e sua proteção frente ao crescente desenvolvimento industrial no século XX, e, também, dos organismos de radiodifusão. A sintonia, nas últimas décadas, do regime legal brasileiro e as regras das convenções e tratados internacionais sobre direitos autorais. O exemplo da obra musical, dos fonogramas, sua reprodução, distribuição e comunicação. Os desafios enfrentados para a proteção dos direitos autorais no ambiente digital e em face às novas tecnologias.
INSCRIÇÕES PELA PRO-AREA DO SITE DA SIM SÃO PAULO


SERVIÇO:

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE A PROGRAMAÇÃO SIM 2014 em www.simsaopaulo.com

Semana Internacional de Música de São Paulo (SIM SÃO PAULO)
4 a 7 de Dezembro de 2014
Locais: Praça das Artes, Galeria Olido, Studio Verona, Cine Joia, Centro Cultural Rio Verde, Espaço Cultural Puxadinho da Praça, Jong Reverendo, Beco 203, CEMEC, Estúdio Emme, Espaço das Américas.
Ingressos:
- Pro-Badge (credencial): R$ 320,00
A venda pelo site do evento (www.simsaopaulo.com/participe) ou direto no link: https://www.sympla.com.br/sim-sao-paulo-2014--pro-badge--credenciamento-profissional__24497
Com ela, entrada livre em todos os eventos e espaços da SIM: PRO-AREA na Praça das Artes, conferências, workshops, speed-meetings, mostra audiovisual, exposição, todos os shows e festas de lançamento e encerramento do evento (com open bar só para credenciados). Ela poderá ser retirada na Praça das Artes/Balcão de Recepção SIM, nos dias 04, 05 e 06, das 10h às 19h.
- Ingressos avulsos para os shows podem ser adquiridos através dos links de compra de cada evento no site www.simsaopaulo.com/participe

Nenhum comentário :