Pesquisar este blog

Carregando...

9 de junho de 2014

Virada Cultural de Belo Horizonte recebe inscrições de artistas

Este ano sou o assessor de imprensa da Virada Cultural de BH e aproveito para enviar abaixo o release sobre as inscrições para artistas interessados em participar do evento.

Foto por Flávio Charchar

A Fundação Municipal de Cultura de Belo Horizonte (FMC), em parceria com a Associação de Amigos do Museu Histórico Abílio Barreto (AAMHAB), promove a segunda edição da Virada Cultural de Belo Horizonte nos dias 30 e 31 de agosto de 2014. Artistas residentes em BH e região metropolitana podem enviar propostas para apresentações artísticas entre os dias 9 e 27 de junho através do site viradaculturalbh.com.br. O processo de inscrição deve ser feito no site do evento e é gratuito. O resultado da seleção será divulgado na segunda quinzena de julho.

As atividades propostas podem abranger diferentes manifestações artísticas (música, teatro, dança, cinema, literatura, fotografia, artes plásticas, intervenções e outras). As inscrições devem ser feitas por pessoas físicas ou pessoas jurídicas, representantes dos artistas. Cada CPF ou CNPJ pode representar uma única proposta. No ato de inscrição o artista deverá detalhar as necessidades técnicas para a realização de sua apresentação e demais informações relevantes sobre seu trabalho artístico.

Em 2013, a Virada aconteceu entre os dias 14 e 15 de setembro de 2013 com 24 horas de programação e público estimado em mais de 200 mil pessoas. Ao todo, foram mais de 430 atrações artísticas, envolvendo cerca de 2 mil artistas e 1.500 profissionais do mercado cultural. Foram ocupados 52 espaços da capital, entre praças, parques, centros culturais, teatros e outros locais, que receberam uma programação artística diversificada e acessível ao público da cidade.

Com atividades divididas entre os palcos oficiais da Virada, programação associada, ações nos equipamentos culturais da Fundação Municipal de Cultura e ao longo de seu circuito, a Virada Cultural de Belo Horizonte reforça o caráter democrático do espaço público tendo na manifestação artística um grande eixo de ressignificação da cidade.

As atrações serão pensadas para, em cada um dos espaços e a cada período do dia ou da noite, dialogar com as vocações de cada um dos espaços urbanos e reiterar a tradição de Belo Horizonte de ser uma cidade cultural e criativa.

Nenhum comentário :