Pesquisar este blog

Carregando...

1 de dezembro de 2013

Cena Independente #23

Mais uma edição da coletânea mensal Cena Independente, desta vez sem colaboração do Meio Desligado. A Cena Independente é uma coletânea inspirada no Music Alliance Pact, que busca apresentar aquilo que há de mais novo e relevante na música nacional através da curadoria de blogs especializados, cada um responsável por um estado brasileiro. A mixtape é organizada pelo FUGA Underground e publicada sempre no último dia de cada mês pelos blogs parceiros.




1 Androide Sem Par – Com Um Buraco No Peito [RIO GRANDE DO NORTE: FUGA Underground]
2 Imof – Chuva [PARANÁ: Cena Low-Fi]
3 Capotes Pretos na Terra Marfim – Traços Simples [CEARÁ: Implosão Sonora]
4 CESRV – Times Like These [SÃO PAULO: Move That Jukebox]
5 Kalouv – Boa Sorte, Santiago [PERNAMBUCO: AltNewspaper]
6 Suinga – Sacolão [BAHIA: El Cabong]
7 Dof Lafá – Zero [ALAGOAS: Sirva-se]
8 Grimriot – Believe Me [RIO GRANDE DO SUL: Ignes Elevanium]

RIO GRANDE DO NORTE: FUGA Underground
Androide Sem Par – Com Um Buraco No Peito
indie pop
Pelo menos nos últimos dois anos, as melhores novidades da música alternativa potiguar têm vindo de músicos já com uma longa relação com a cena. O Androide Sem Par é mais uma que segue essa tendência. Projeto mais recente de Juão NIN, vocalista da banda de metal alternativo AK-47, o Androide Sem Par estreou em janeiro com o álbum “Grave”, disponível para download gratuito no DoSol NetLabel. Uma de suas faixas de destaque, “Com Um Buraco No Peito” traz um indie pop agridoce com as agruras do fim de um relacionamento, um tema que vai se repetindo ao longo de todo o disco embalado por outras referências musicais, que passam pela mpb nordestina e o pop rock nacional dos anos 80 e 90. 
Para quem gosta de: Feist, Arcade Fire, Beirut

PARANÁ: Cena Low-Fi
Imof – Chuva
folk rock
Banda nova (de 2012), contudo, formada por (autênticos) veteranos da cena Curitibana. Osmário Júnior (baterista, integrou as bandas CMU Down, UV Ray, Dive e Sofia), Fernando Lobo (baixista, tocou na ESS, Tod´s e Goticos 4 Fun,) e Martinuci guitarrista e tecladista (Stilnovisti), a IMOF é comandada por Ivan Santos (bandas Relespública, OAEOZ e Hotel Avenida). O single recém-lançado “Chuva” é uma prévia do próximo trabalho fonográfico. O quarteto que no ano passado lançou o EP “Um silêncio novo na casa”.
Para quem gosta de: Hotel Avenida, Bad Folks, Vanguart

Capotes Pretos na Terra Marfim – Traços Simples
rock alternativo 
Desde que que ouvi a Capotes Pretos pela primeira vez fiquei encantada. A vontade de enquadrar a sonoridade da banda em algum gênero musical nunca bateu e ficou. Por sorte, tive a chance de ver uma apresentação do grupo na Mostra de Bandas Universitárias da UFC. Redundante seria dizer que eles conquistaram a plateia, que não eram muita, mas era intensa. A banda é composta por Moisés Filipe, Freddy Costa, Eudenia Magalhães, Marcelo Freitas e Artur Guidugli. O grupo lançou seu primeiro EP nesse ano (2013), intitulado "A Casa", e é repleto de influências que vão de canções folclóricas as mais variadas vertentes do rock.
Para quem gosta de: tardes de domingo, xilofone, calmaria

SÃO PAULO: Move That Jukebox
CESRV – Times Like These
future beats/soul/synth
CESRV é Cesar Pierri, um dos cabeças à frente do ótimo selo paulistano Beatwise Records, fundado há pouco tempo com o intuito de divulgar novos sons da cena eletrônica. E um deles é One Thousand Sleepless Nights, disco curtinho, mas cheio de momentos brilhantes. Lançado recentemente, o álbum contempla recortes diversos e passeia por beats certeiros, influências de soul e R&B, grooves pra dançar e melodias que casam mais com um dia cinza e preguiçoso. Destaque pra incrível “Times Like These” e seus samples de black music.
Para quem gosta de: SANTS, Loxxo, Pazes

PERNAMBUCO: AltNewspaper
Kalouv – Boa Sorte, Santiago
instrumental/experimental/jazz
Fiquei um tempo pensando no que falar do single lançado pela banda pernambucana Kalouv neste mês. “Bem vindo, Santiago” é uma homenagem prévia ao filho de um dos integrantes da banda. A música é leve, quase uma canção de ninar, porém quando se dorme sempre existem as possibilidades de pesadelos, e até estes instantes podem ser percebidos. A novidade não vem apenas na vida, mas também na sonoridade do grupo. Ao longo dos 9 minutos da canção, vemos uma quebrada de jazz, o tal do post-rock clássico e ambiências que so ficaram mais bonitas com as participações especiais de Kevin Jock (Trompete) e Isadora Melo (voz).
Para quem gosta de: Explosions In The Sky, Mono e Toe

BAHIA: El Cabong
Suinga – Sacolão
música baiana
A Axé Music foi um monstro que deixou marcas na música baiana, para o bem e muito para o mal. Apesar disso, sua origem é autêntica, espontânea e distante do que a maioria conhece do gênero. Tudo isso para falar da Suinga, uma banda originária do cenário independente que pega as melhores referências da música baiana de Carnaval dos anos 80 e refaz tudo. Como se fosse 1999, tira todo o excesso dos anos seguintes, e dá continuidade a malemolência, bom humor, alto astral e a mistura de frevo, ritmos latinos e afro e pop daquela música. O grupo acaba de lançar o primeiro disco, “Recomeço”.
Para quem gosta de: Luiz Caldas, Armandinho, Dodô & Osmar, Carnaval

ALAGOAS: Sirva-se
Dof Lafá – Zero
rock/hardcore melódico/pop punk
A Dof Lafá faz aquele rock com cara da praia, surf e natureza, bem na pegada de suas maiores influências. Na ativa desde 2010 a banda conquista cada vez mais espaço no cenário local e marca espaço se apresentando em importantes festivais aqui na cidade. É nessa vibe pra frente que os caras lançaram há poucos dias o webclipe da música “Heroína” gravado ao vivo durante a apresentação da banda no festival Maionese desse ano, um dos principais palcos da música independente local. Aqui na mixtape você ouve “Zero” um dos sons gravados da banda.
Para quem gosta de: Forfun, Rancore, Sugar Kane

RIO GRANDE DO SUL: Ignes Elevanium
Grimriot – Believe Me
Lançado no dia 18 de Novembro, o single "Believe Me" da banda portoalegrense Grimriot, que se propõe a mesclar diferentes estilos de Metal, é um petardo de Prog Metal intenso e cativante. O single é uma das prévias para o primeiro disco dos caras, a ser lançado em breve, que já contou com outras duas prévias lançadas em single, estas já mais puxadas pro metal moderno, de bandas como Avenged Sevenfold. De qualquer maneira, a banda agrada a muitos gostos pois é competente em todas as esferas nas quais tenta se incluir.
Para quem gosta de: Avenged Sevenfold, Symphony X, Adrenaline Mob

Nenhum comentário :