Pesquisar este blog

Carregando...

2 de fevereiro de 2012

TV Meio Desligad@

Quando comparada à internet, a TV perde por seu modelo fechado de comunicação de massa. Mesmo tendo perdido parte de seu protagonismo devido às novas mídias, seu formato possui uma característica interessante que é o de apresentar programação contínua sem necessitar esforço algum do espectador. Você liga a TV e pronto, o conteúdo chega até você. Receptor. 

Essa mesma característica é um dos principais pontos fracos da TV mas também um de seus diferenciais. Se em sites como YouTube ou Vimeo o usuário poder escolher exatamente o que deseja assistir, isso requer esforço e um direcionamento definido pela própria pessoa. O material assistido dependerá de seus gostos e hábitos, o que pode resultar no consumo contínuo do mesmo tipo de produto audiovisual, limitando-se ao tipo de conteúdo usual em sua vida. A descoberta do novo é limitada se você busca pelo que já conhece.

O Vimeo tem uma experiência nesse sentido chamada Couch Mode. Nela, o site reproduz a dinâmica da TV e passa a apresentar vídeos ininterruptamente, de acordo com critérios definidos pelo usuário (ou mesmo aleatoriamente).

Pensando sobre minha atual relação com a TV, percebo sua colocação como coadjuvante no dia a dia. A TV fica ligada (cada vez menos) como elemento secundário que eventualmente pode me apresentar conteúdo relevante enquanto exerço outras funções, como trabalhar, cozinhar, ouvir música ou ler. 

No entanto, o conteúdo da TV (no caso, da operadora de TV por assinatura NET) não me agrada muito. Pesquiso por blogs e sites de vídeos mas, como raras exceções (como o Cull.tv), é uma atividade que requer minha participação. O que, neste caso, não quero. Então, o que fazer para assistir a vídeos que me interessem e descobrir novidades?


Como tentativa de responder a essa pergunta criei o que chamo de TV Meio Desligad@. Um canal online com vídeoclipes, curta-metragens e demais produções disponíveis na web que considerar interessantes. São vídeos produzidos em qualquer lugar do planeta, mas, seguindo a proposta do Meio Desligado, há destaque para as produções independentes e para o audiovisual brasileiro. A ideia é que a cada semana um curador escolha os novos vídeos da programação, seguindo um tema específico ou de forma livre. É um projeto em construção e aberto a participação de quem se interessar.

Nenhum comentário :