Pesquisar este blog

Carregando...

7 de janeiro de 2012

DJs do futuro


Parece o nome de um péssimo filme de ficção científica, mas é apenas uma breve reflexão sobre o que os avanços tecnológicos e o desenvolvimento da cultura digital podem acarretar na forma com que os DJs atuarão nos próximos anos (ou meses). Se a partir dos anos 90 a utilização de CDs facilitou o ato de discotecar, nos anos 2000 a discotecagem inteiramente com arquivos digitais em computadores, sem a necessidade de um suporte físico para as músicas além do próprio computador, foi fundamental para a popularização dos DJs amadores e ampliar as opções de discotecagem sem grandes investimentos em equipamentos.

Agora, com a crescente popularização de potentes smartphones e tablets, esses equipamentos aproximam-se também dos DJs através de aplicativos específicos para essa função. Um dos melhores aplicativos desse gênero é o sugestivo Djay, disponível para vários equipamentos produzidos pela Apple: iPhone, iPad, iPod Touch e Macs possuem suas versões do aplicativo. Mesmo na relativamente pequena tela do iPhone o app é extremamente fácil de ser usado e possui grande variedade de funções, como equalizadores, mixer, detecção e alteração de BPM, adição de efeitos em tempo real e outras. Tudo isso disponível por $1,99 e que pode ser levado para qualquer lugar dentro do seu bolso, algo inimaginável 10 anos atrás.


Se a utilização de aparelhos mobile por DJs já é uma inovação, o que dizer de uma interface para discotecagem que pode ser projetada em superfícies e controlada com as mãos, sem o uso de outros equipamentos? Essa é a proposta do protótipo Multi Touch Light Table, explicada no vídeo abaixo.


Mesmo que a experiência do usuário ainda seja complicada, projetos como esse apontam para um aprimoramento na utilização de interfaces controladas por gestos na arte, semelhante aos hacks do Kinect que proliferam ao redor do planeta e abrem novas possibilidades para a criação artística.

2 comentários :