Pesquisar este blog

Carregando...

10 de janeiro de 2012

Diplo, tecnobrega e a visão da nova música brasileira no exterior

Quer uma prova do quanto o Brasil está bombado no exterior?

Diplo escrevendo (e fotografando) sobre tecnobrega na Vanity Fair. Só faltou avisarem pra ele que a Banda Uó é uma piada.


"O Brasil compete com qualquer nação em termos de diversidade musical. MPB, bossa nova e samba ditam as regras agora, mas durante anos, cada região distante agia como uma ilha incubadora de sons estranhos, do forró ao heavy metal; do samba e reggae ao frevo; do baile funk ao axé; e ao tecno brega.  Atualmente o país está se transformando em lugar de estranhas mutações musicais - alguns desses micro-gêneros crescem e avançam através de vendedores de gravações ao vivo em CD/DVD, MSN e links do YouTube.  Um dos grupos mais geniais dos últimos tempos é a Banda UÓ (algo pronunciado como Bonda Wah), um grupo de garotos vindos do centro-oeste do Brasil, da metrópole agrícola de Goiânia. Eles adotaram um estilo de música amazônica de Belém chamada tecno brega - que pode ser traduzido livremente como 'Cheesy Techno'. É menos techno e mais reggaeton industrial metanfetamina. Os membros são Davi, Mateus e a transgênero Candy Mel".

Nenhum comentário :