Pesquisar este blog

Carregando...

28 de abril de 2011

Fabrício Nobre fora da Monstro Discos

Foi confirmado na tarde de ontem o que alguns já especulavam nos bastidores da música independente: Fabrício Nobre, produtor cultural, vocalista da MQN e ex-presidente da Abrafin já não é mais sócio da Monstro Discos, produtora/selo responsável pelo Goiânia Noise (um dos mais importantes festivais de música independente do Brasil) e por lançamentos de bandas de rock brasileiras e internacionais.

Há alguns meses Fabrício criou A Construtora, com a qual irá focar seu trabalho no agenciamento de artistas e suas carreiras (entre os quais estão Black Drawing Chalks, Macaco Bong, Gloom e Superguidis), mas continuava, paralelamente, atuando na Monstro Discos. Perguntado sobre A Construtora durante uma conversa que tivemos em março deste ano (o vídeo abaixo foi resultado dessa entrevista), Fabrício havia me dito que iria "mais devagar" com a nova empresa e quis focar a entrevista nas ações da Monstro. Agora, parece claro que naquele momento sua saída já estava preparada e não queria aprofundar em questões referentes à sua nova empreitada antes de oficializar o desligamento da Monstro.


A nota oficial informa que o Festival Bananada não será mais realizado pela Monstro, uma vez que foi criado por Nobre. Já o festival Goiânia Noise continua com a produtora: ele foi criado sete anos da entrada de Fabrício como sócio.

Interpreto a saída de Fabrício como algo benéfico. Ela possibilitará que uma nova empresa, comandada por uma das pessoas mais ativas na música independente brasileira, atue no mercado e contribua para o desenvolvimento da cena. Ao mesmo tempo, a Monstro dará continuidade ao importante trabalho que tem realizado há anos e já anunciou alguns de seus próximos lançamentos, que incluem novos trabalhos do Mundo Livre S/A, Inocentes, Violins e O Melda.

Abaixo está, na íntegra, a nota oficial de desligamento de Nobre da Monstro Discos. Boa sorte a todos!


Em reunião realizada esta semana, foi acertada a saída de Fabrício Nobre devido a divergências de visões e pensamentos em relação às ações e ao futuro da Monstro Discos. O rompimento da sociedade se dá de forma consensual e amigável entre os sócios e sem nenhum tipo de brigas ou desentendimentos. Fabrício irá se dedicar aos projetos pessoais que já vinha desenvolvendo e a novas parcerias. A ele, desejamos todo sucesso. Leo Bigode, Leo Razuk e Márcio Jr. permanecem à frente das empresas Monstro Discos, Monstro Produções e Alvo Edições e não devem buscar novos parceiros para os empreendimentos.

Vocalista do MQN e produtor cultural, Fabrício entrou para a Monstro em 2001, sete anos após a realização do 1º Goiânia Noise Festival, obra dos monstros originais Leo Bigode e Márcio Jr. Com sua saída, o festival Bananada, criado por ele em 1999, deixa de fazer parte do portfólio da Monstro enão acontecerá em maio (como acontece tradicionalmente) e passará a ser produzido pelo seu novo escritório, com novas datas e novo formato. Como um (power) trio, a Monstro Discos passará por um processo de reformulação e inovações. O Goiânia Noise Festival e a Trash – Mostra Goiana de Filmes Independentes acontecerão normalmente en 2011. Além disso, a produtora irá retomar a realização de shows mensais em Goiânia, com as Noitadas Monstro e outros eventos pontuais. Uma inusitada reedição do Antimúsica Rock Festival (realizado nos anos de 2004 e 2005 reunindo bandas como Walverdes, Pata de Elefante, Ímpar e The Rockefellers) já tem data marcada no Centro Cultural Martim Cererê. Pode anotar aí: 04 de junho é dia de rock e pancadaria (ops!... artes marciais, melhor dizendo)! A Monstro Comics (projeto de editora e distribuidora de quadrinhos adultos) será retomada no segundo semestre. O principal lançamento será Cidade de Sangue, luxuosa graphic novel ilustrada pela lenda viva das HQs brasileiras Julio Shimamoto.Contrariando regras, padrões e índices de vendas, a Monstro Discos continuará lançando CDs, DVDs e os compactos mais chiques do Brasil. Nos próximos meses já irão pintar discos inéditos do Violins, Cassim & Barbária, O Melda, Mundo Livre S/A e Inocentes. Investimentos em novos artistas também serão realizados, bem como qualquer loucura que surgir pelo caminho. 2011 será um marco na história da Monstro. Estamos cheios de gás e doidos pra botar pra quebrar, com o profissionalismo de sempre e paixão renovada. Fique ligado!

Nenhum comentário :