Instagram

23 de dezembro de 2010

Tentando entender a juventude ou porque sempre queremos ser jovens

Apresentado como resultado de anos de pesquisa de tendências de comportamento e consumo, "We All Want to Be Young", praticamente um curta documental, apresenta boas questões sobre o modo como os jovens transformaram o mundo nas últimas décadas (e elevaram o hedonismo e o consumo a novos níveis). Conforme é apresentado, "jovens representam novas linguagens e comportamentos", portanto, sendo cruciais para se tentar entender um pouco melhor o atual momento, marcado por rápidas transformações nos mais distintos aspectos que se possa imaginar.


Com edição primorosa, o vídeo foi dirigido pelos brasileiros Lena Maciel, Lucas Liedke e Rony Rodrigues para a BOX1824, empresa especializada em tendências comportamentais.

O único fato que me deixou em dúvida foi como eles registraram o filme em uma licença Creative Commons se ele é (praticamente) feito somente a partir de imagens que não estão liberados em Creative Commons. Ou seja, registrar uma obra resultante da mistura de outras obras protegidas por Copyright seria uma infração de direitos autorais.

E para quem se interessar, aqui está a lista com as músicas usadas como trilha sonora (tem até uma mixtape com todas):
Keyboard Cat / "Building All is Love" – Karen O & the Kids / "When the War Ends" – Portugal The Man / "Danger Danger High Voltage" – Electric Six / "Young Americans" – David Bowie / "Children of the Revolution" – T-Rex / "99 Luftballons" – Nena / Double Rainbow / "Bed Intruder Song" – Antoine Dodson & Gregory Brothers / "15 step" – Radiohead / "Come Back Home" – Two Door Cinema Club / "Single Ladies" – Pomplamoose / "Don’t Make Me a Target" – Spoon / "The Mall and the Misery" – Broken Bells / "Night Time" – The xx / "No Cars Go" – Arcade Fire

Um comentário: