Pesquisar este blog

Carregando...

25 de julho de 2010

Menos mimimi, por favor

Simples e direto, esse texto do Rodrigo James (do Alto-falante e Aorta) no portal Oi Novo Som sintetiza aquilo que todo mundo já sabe, mas alguns continuam não entendendo. Confira um pedaço abaixo:

"A cena é bastante comum. Quatro garotos se juntam com a proposta de montar uma banda. Depois de alguns ensaios, percebem que já estão no ponto de mostrar seu trabalho. Começam a ligar para as casas de show da cidade em busca de um palco. Encontram os palcos. Felizes, negociam seus cachês. Qual não é a surpresa quando eles descobrem que a casa não paga cachês e eles terão que tocar de graça! Depois de alguns meses tocando de graça ou sujeitos a couvert artísticos, porcentagens ínfimas de bilheterias e demais gorjetas/esmolas, olham para si mesmos e decidem parar com a banda porque nunca vão conseguir viver de música.

É comum? É. Mas não deveria ser. Só que não pelo motivo que você deve estar imaginando. Toda banda iniciante passa por estes perrengues de tocar de graça ou por trocados. E é assim que tem que ser mesmo! A não ser que você seja uma superbanda e seus companheiros já sejam conhecidos na cena, não tem outro jeito de construir seu público senão tocando, tocando, tocando e tocando. Você tem que estar disposto a qualquer coisa, meu amigo. Lugares e horários ridículos, públicos que às vezes não são os seus, barcas furadas, tudo!"

2 comentários :