Pesquisar este blog

Carregando...

2 de janeiro de 2010

Estereotipando as pessoas através do que elas escutam

Alguns dias atrás o blog americano Flavorwire fez uma lista classificando os fãs de indie rock de acordo com suas bandas favoritas. O resultado foi definições como "caras que tentam pegar mulheres conversando sobre desenhos antigos do Nickelodeon" (fãs de Vampire Weekend) e "caras que continuam a chorar toda vez que assistem Bambi" (para os fãs de Antony and the Johnsons).

Por falta de interesse, ânimo e tempo, não fiz uma lista semelhante adaptada para a cena indie brasileira, mas felizmente outra pessoa o fez e publicou no blog A tangerina. Abaixo, selecionei os estereótipos que achei mais engraçados e incluí uma classificação minha.

  • Cidadão Instigado: pessoas que acham a ópera-rock de Odair José melhor do que Tommy.
  • Romulo Fróes: pessoas que são legais, não estão te dando mole.
  • Wander Wildner: pessoas que não são legais, estão te dando mole.
  • Mallu Magalhães: fãs que achavam Juno legal até os fãs de Marcelo Camelo decidirem que não é.
  • Los Hermanos: alunos da PUC que gastam 500 reais para parecer alunos do IFCS que gastam 50 reais para parecer alunos da PUC.
  • Black Drawing Chalks: pessoas que desenhavam assassinatos em massa nas aulinhas de arte do jardim de infância.
  • Móveis Coloniais de Acaju: rapazes que em algum ponto da vida tentam crescer bigode.
  • Ana Carolina: moças que em algum ponto da vida tentam crescer bigode.
  • Copacabana Club: garotas que aprenderam a se vestir com os editoriais da Capricho.
  • Holger: funcionários (ou ex) da Tramavirtual e seus wannabes 

5 comentários :