Instagram

23 de julho de 2009

@meiodesligado

De hoje à domingo, durante o festival Escambo, atualizarei somente o Twitter, cobertura "em tempo real" (lorota) de um monte de coisa massa. Acompanhe aí em cima.

Ou, se estiver em BH/Sabará, participe!

20 de julho de 2009

Festa do Meio Desligado com show do Black Drawing Chalks e abertura do festival Escambo!


Se liga, mané! Abertura do festival ESCAMBO 2009 na edição especial da festa do Meio Desligado, desta vez com o show destruidor do BLACK DRAWING CHALKS, diretamente da Seattle brasileira, Boiânia, quer dizer, Goiânia, lançando seu CD novo, Life is a Big Holyday for Us, desde já o melhor álbum brasileiro de 2009.

Nas pick-ups, estreia o projeto Ménage, (eu, Meio Desligado, com o Amplis), mais a (também) dupla Independência ou Marte (SP) e do interior das Minas Capiais Gerais, Leth, do coletivo Megalozebu.

Garantia de barulho da melhor qualidade, rock´n´roll, pós-punk, sons alternativos, hits fodões, pessoas bebâdas e animadas em seus momentos mais hedonistas.

Aproveitem porque o patrão enlouqueceu e vai cobrar só R$ 12 pela festança, que começa às 22h na nossa querida sauna rocker conhecida como A Obra, nesta quinta-feira, 23 de julho.

E se ligue na promoção: eu, Sr. Mezzo Desligado, sortearei 5 CDs para as primeiras pessoas que estiverem de preto e/ou vermelho que falarem "Lollapalooza" ao contrário comigo dentro da Obra.

15 de julho de 2009

संगीत गठबंधन संधि

Entendeu o que está escrito acima?

Segundo algumas pessoas, é assim que nós (eu e vocês que participam do blog) nos comunicamos. Afinal, segundo o Google, essa é a forma como se escreve Music Alliance Pact no idioma hindi (ai, que piada tosca).

Pule o blá blá blá e escute as músicas. Baixe logo a coletânea inteira do mês e defina o que você acha legal e o que é uma merda. Apesar da seleção sempre ter umas coisas muito boas, é bem provável que você não queira nunca mais ouvir algumas das músicas que estão aí. Mas, mesmo que não goste, se realmente quiser distância de alguma das músicas da MAP de julho, ao menos elas provocaram algo em você. Pra mim, a pior coisa que pode acontecer em relação à uma música é ela não lhe transmitir exatamente nada.

Recado dado.

Alemanha: Blogpartei
BonaparteGigolo Vagabundo
"Bonaparte é um coletivo de artistas europeus baseado em Berlim. Seu estranho e chamativo folk é influenciado por tirmos balcãs e eletrônicos. Com suas fantasias lucas, são uma das melhores performances ao vivo da Alemanha."

Argentina: Zonaindie
Mi Pequeña MuerteLa Música Nueva
"Com esse nome, você pode pensar que Mi Pequeña Muerte não é necessariamente uma banda muito otimista. Isso era verdade na época do álbum Hospital, estreia da banda lançada em 2004, marcado pelo indie rock melancólico e vocais choramingados. Mas agora, em 2009, acredite ou não, a banda lança um CD (seu terceiro) chamado Un Futuro Brillante. Pode ser pura ironia, mas neste lançamento eles se renovam com sons e instrumentos diferentes, incluindo sopros e sintetizadores Moog."

Austrália: Who The Bloody Hell Are They?
Boat BeamThe Rain Pauly
"De repente chega a notícia que Josephine, do Sparkadia, agora está neste deslumbrante trio folk em Madri chamado Boat Beam e eles parecem ser bastante populares (dê uma olhada no MySpace deles). Quão louco é isso? Eu poderia ouvir 'The Rain Pauly' durante dias."

Nancy
Brasil: Meio Desligado
NancyKeep Cooler Quando você compõe uma pequena pérola pop, corre o risco de causar, entre uma variada lista de sentimentos e sensações, euforia e espectativa nas pessoas. "Keep cooler", do Nancy, grupo que teoricamente é de Brasília mas têm (ou tinha) seus integrantes vivendo em diferentes cidades e países, é um belo exemplo. Singela, melódica e gostosa de ouvir, é uma canção tão boa que em um primeiro momento pode diminuir o restante do material apresentado pela banda em seu álbum de estreia, Chora, Matisse!, lançado no início de 2009 e composto majoritariamente (obs.: estranho usar essa palavra) através da internet, via emails e conversas de MSN (e similares, claro).

Canadá: I(Heart)Music
Rah RahI've Got Faith
"Quando tive que enviar minha indicação ao Polaris Music Prize (pense em uma versão canadense do prêmio britânico Mercury Prize), o primeiro álbum que me veio à mente foi o maravilhoso Going Steady do Rah Rah. Como ` I've Got Faith´ demonstra, a banda combina os melhores elementos do Broken Social Scene (com a sensação constante de que eles mal conseguem manter tudo unificado) e Arcade Fire (em seu caráter épico), alcançando um resultado com uma sonoridade própria."

Coréia do Sul: Indieful ROK
Dringe AughTutelar
Singer-songwriter Dringe Augh offers lovely songs full of lively guitar play. Over the years he has recorded several demos and his first official EP, Individually Wrapped, was released in June. On the new version of Tutelar, Dringe is accompanied by delightful female vocals from Eunjie Song of modern folk duo Sogyumo Acacia Band.

Chile: Super 45
PedropiedraSol Mayor
Pedro Subercaseaux has been involved with music for almost a decade. Having explored such diverse styles as cumbia, hip-hop, electronica, pop and rock, he has been part of several projects such as Hermanos Brothers, Tropiflaite, Yaia and CHC, gathering a good amount of success along the way. This year Subercaseaux has decided to release his debut solo album, under the moniker Pedropiedra, in which he demonstrates his great ability to craft catchy pop-oriented melodies.

Dinamarca: All Scandinavian
The WorksLive And Direct (featuring Jams F. Kennedy)
It's time to bring some urban tunes to all ye faithful readers of the Music Alliance Pact. Enter The Works aka producers Twelve Beats and Terry Tester, whom I stumbled across quite recently and whose intriguing fusion of hip-hop and electronica I haven't been able to shake off since. Minimalist, yet rich on details. Hardly moving, but always taking you places. Their debut release, Yokohama EP, is out now and streamed in full on their MySpace.

Estados Unidos da América: I Guess I'm Floating
Spanish PrisonersKiss The Lawn Goodbye
Brooklyn's Spanish Prisoners, fronted by Leo Maymind, create fractured power-pop in the vein of The New Porno's Dan Bejar (Destroyer). They're currently working on a new album but in the meantime they've released a free three-song EP - download it here - from which Kiss The Lawn Goodbye is taken.

Finlândia: Glue
NeufvoinRobot
Neufvoin are an up-and-coming indie band who create beautifully-arranged catchy pop melodies with guitars, synthesizer textures and a few other instruments. Apparently, they also like playing with bots and droids. Robot is taken from their debut Robokop EP, six songs produced by Rubik frontman Artturi Taira that journey many different musical landscapes.

França: ZikNation
Jessica FichotUn, Deux, Trois (1,2,3)
Born in America to a French father and Chinese mother, chanteuse and songwriter Jessica Fichot was raised in France in a multicultural environment. She is a lot like her hometown of Paris: French at heart, but with a soul that's truly international. Her multi-ethnic upbringing colors the songs on her debut album.

ICELAND: I Love Icelandic Music
Sudden Weather ChangePrey Mode
Sudden Weather Change are a five-piece rock band from Reykjavik who have been compared to Sonic Youth and Pavement. Prey Mode is taken from their debut album, Stop! Handgrenade In The Name Of Crib-Death 'nderstand, which came out in April on the Icelandic Kimi Records label and will be released in Europe and America in September.

Inglaterra: The Daily Growl
FriendshipThe Graveyard Shift
"Cansado de bandas indie com suas "influências africanas"? Bem, prepare-se para mais uma, porém desta vez com mais pegada, distorção e um sentimento de diversão mais claro que a maioria."

Irlanda: Nialler9
The Holy Roman ArmyElegy
Ireland has already produced its fair share of amazing records so far this year and we can now add The Holy Roman Army's album to that list. How The Light Gets In is the brother and sister duo's debut and it's filled with ambient and electronic flourishes with an organic heart. Perhaps it's not a surprise they are a doctor and a psychologist respectively. Elegy is a perfect example of the band's yearning for something emotional between the city's streets.

ITALY: Polaroid
Iori's EyesAnchor
Iori's Eyes are a boy and a girl from Milan who play gentle pop with a dreamy touch. Their music brings together a folk mood and a post-rock background. Their songs sound as fragile and delicate as little toys, but definitely know how to be surprising and poignant. Iori's Eyes just released their debut EP, And Everything Fits In The Yellow Whale, and I can't wait to listen to a proper album.

JAPAN: JPOP Lover
LITEGhost Dance
LITE are a Tokyo-based instrumental band who play experimental rock with striking, groove-heavy basslines. Formed in 2003, their spirit is similar to Mogwai, 65daysofstatic, Battles, Toe and Envy. In May, LITE visited America for the first time, going out on tour with legendary bass guitarist Mike Watt.

MEXICO: Club Fonograma
Hello Seahorse!Universo 2
Hello Seahorse! is the year's most acclaimed Mexican indie band. With their third album, Bestia, the trio have made the transition into a multi-dimensional group with a masterwork under their belt. Bestia shines in between ghosts and hazy sonic beauty, in a universe of its own, and proves Hello Seahorse! have total control over their romanticized and passionate, sublime creations.

NEW ZEALAND: Counting The Beat
UrbantramperSouthern Hemisphere Blues
Urbantramper are a five-piece from Wellington who are part of a loose collective known as Treeninja. The band produce introspective pop songs that reflect an endearing, naive angst about their place in the world. This is a group with a manifesto! They're currently considering issues of music distribution, copyright and the impact of these on the nature of the relationship between musician and audience. Urbantramper have a strong back catalogue and a new album due in September.

NORWAY: Eardrums
SilverdropReal Life
It's July, it's summer and it's time for some fresh and shiny indie-pop from Norwegian six-piece Silverdrop. These are definitely sounds for the sunny days and the band's new recordings are even more bouncy and energetic than the songs I've heard from them before. Silverdrop are currently working on their debut album.

PERU: SoTB
Francois PeglauSpring Lovers Song (Si Tú Quieres)
Francois Peglau's songs do not need much explanation, they just happen. They are simple and beautiful - they could be borne from a whistle on a bus or a nice sunny day with friends. Francois moved to London two years ago and Spring Lovers Song (Si Tú Quieres) is his most recent song.

PORTUGAL: Posso Ouvir Um Disco?
Andrew ThornME Jane
Andrew Thorn is João Pedro Coimbra, a Portuguese composer/musician/producer and founder of the extremely successful duo Mesa. Andrew Thorn is João's way of exploring his creativity beyond Mesa's sound. The debut EP, Brutes On The Quiet, was released independently (Mesa is signed to Sony/BMG) on July 13 and ME Jane is the first authorized download by the artist and a MAP exclusive.

Romênia: Babylon Noise
Melting CarouselSeveral Other Universes
"Melting Carousel é uma banda de indie-pop de Timisoara com uma proposta eclética, rindo do pop alternativo ao jazz."

SCOTLAND: The Pop Cop
Maple LeavesEasy Speak
Even though Glasgow's pedigree of producing twee, folky-pop bands (Belle & Sebastian, Camera Obscura) is strong, few have been as relentlessly joyous as Maple Leaves. With their dreamy girl-boy vocals and penchant for colouring their songs with flute, piano and acoustic guitar, Maple Leaves are guaranteed to put the spring into anyone's summer.

SINGAPORE: I'm Waking Up To...
Force VomitLiberator
Surfing and punk-rock in the city state of Singapore don't necessarily go hand in hand due to the lack of any noteworthy waves (both literally and metaphorically). Enter Force Vomit, the antithesis of Singapore's two shortcomings with their brazen brand of surf-punk that takes the piss out of Singapore's sanitized idiosyncrasies and semblance of normal life. Sounding like a Dick Dale number cut by switchblades, Liberator should easily find a place in a Tarantino film.

Suécia: Swedesplease
MAKTHAVERSKANGerman Boy
"Eu estava de bobeira na internet (principalmente pelo MySpace) e encontrei essa banda chamada MAKTHAVERSKAN. Desde então, descobri que fazem parte do selo Luxury. Considere essa a sua introdução a nova "A" banda de Gothenburg. Eles fazem um pop ágil misturado a pós-punk com um pouco da sonoridade de Joan Jett.

Venezuela: Barquisimeto Musical
Gonzalo TeppaDe Conde A Principal
Gonzalo Teppa is a musician, composer and a breathtaking double-bass player. Born in Barquisimeto, he has wowed audiences in Mexico, Brazil, Spain, USA, Colombia and Bolivia. Downbeat Magazine has selected him as solo artist of the year twice. De Conde A Principal is a version of an original work from Venezuelan composer Aldemaro Romero. It belongs to his latest work, ConTrabajos De Aldemaro.

Download das 26 músicas aqui.

14 de julho de 2009

Escambo 2009

Tá bom ou quer mais? Programação completa no escambo.forceps.com.br, vai lá!


SHOWS

Dia 24
(sexta-feira, a partir das 19h)
Macaco Bong (Cuiabá - MT)
Monno (BH - MG)
The Hell’s Kitchen Project (BH - MG)
Vandaluz (Patos de Minas - MG)
Marcelo Rocha e Kaisertrio (Gov. Valadares - MG)


Dia 25 (sábado, a partir das 18h)
Black Drawning Chalks (Goiânia - GO)
Transmissor (BH - MG)
4 (Sabará - MG)
Dead Lover´s Twisted Heart (BH - MG)
Visitantes (São Paulo - SP)
Dom Capaz (Uberlândia - MG)


Dia 26 (domingo, a partir das 17h)
Graveola e o Lixo Polifônico (BH - MG)
Black Sonora (BH - MG)
Julgamento (BH - MG)
Pequena Morte (BH - MG)
Fofoca Erudita (Sabará - MG)
Ophelia and the Tree (Uberlândia - MG)


OFICINAS

1. INTERAÇÕES MIDIÁTICAS: Produção de Web-Tv e Web-Rádio
Oficineiros: Rodrigo Palerosi e Felipe Silva (Massa Coletiva – São Carlos/SP) e Ciro Nunes (Coletivo Peleja – Patos de Minas/MG)
Datas: 24, 25 e 26
Hr: 13h às 18h

2. INTERVENÇÃO GRAFFITI
Oficineiro: Fred - Negro F (NUC – BH/MG)
Datas: 18, 19, 25 e 26/07
Hr: 13h às 18h

3. SILK-SCREEN: Produção de camisetas usando a técnica do silk-screen
Oficineiros: Camila Cortielha e Lucas Mortimer (Coletivo Pegada – BH/MG)
Datas: 25/07
Hr: 13h às 18h

4. OFICINA DE CRIAÇÃO POÉTICA
Oficineiro: Marcelo Rocha (Coletivo Psia! – Governador Valadares/MG)
Datas: 25/07
Hr: 13h às 18h

5. MALUCOFONIA – OFICINA DE DJ
Oficineiro: Roger Dee (Batalha de Mc´s - BH/MG)
Datas: 25/07
Hr: 13h às 18h

6. AÇÕES DIGITAIS COLABORATIVAS: Ferramentas de comunicação na internet
Oficineiros: Marcelo Santiago (Meio Desligado / Coletivo Fórceps - Sabará/MG) e Ney Hugo (Macaco Bong / Coletivo Cubo – Cuiabá/MT)
Datas: 24, 25 e 26/07
Hr: 13h às 18h

7. GESTÃO CULTURAL
Oficineiro: Kuru Lima (Cria Cultura – BH/MG)
Data: 25/07
Hr: 10h às 18h

8. SONORIZAÇÃO: Produção de palco e operação de som para shows
Oficineiros: Bruno Kayapy e Ynaiã Benthroldo (Macaco Bong / Coletivo Cubo – Cuiabá/MT)
Datas: 24, 25 e 26/07
Hr: 13h às 18h


CINEBRASA

Programa 1 (18h às 19h) – Igor Amim
Produção independente de micro-curtas experimentais de Igor Amim

  • Hipermercado 2006 1’35’’
  • Moysés, Dentista 2006 3’26”
  • Divergrandpa 2008 1’44”
  • Watergrandma 2008 1’
  • Teletommy 2008 3’
  • Free Tibet 2008 3’
  • Melô da Celeste 2008, 1’
  • Mohammed Gameover, 2008 2’
  • Brutus 2008, 2’36”
  • Picnic sur le quai 2008, 3’
  • Primavera underground 2008, 1’21”
  • Jorge’s 2009, 1’
  • Mulher Bomba 2009, 3’
  • Cozinha de Rua remix 2009, 1’
  • Woman Trade Center 2009, 3’
Igor Amin é coordenador do cineclube Curta-Circuito, de Belo Horizonte, e realizador e sócio proprietário de A Produtora. Sua obra é composta por microcurtas de cerca de 1 minuto de duração, trilhando novos formatos do cinema e do vídeo.


Programa 2 (19h às 20h) – Byron O’Neill

Produção de curtas metragens “faça você mesmo e seja feliz” por Byron O’Neill

  • Curta-metragem metalingüístico de baixo orçamento ou aceita mais café? 8’8” (Sinopse: Paciente acorda dentro de um curta-metragem e sua enfermeira insiste para que ela aceite mais café)
  • Na ponta dos pés 3’02” (Sinopse: Bailarina dança pela cidade e se depara com problemas da vida urbana)
  • Era uma vez… 9’48” (Sinopse: Era uma vez a noite escura e uma fada que esperava o ônibus passar…)

Domingo 26/07

Programa 3 (18h às 19h) – Sávio Leite
Cinema de animação

  • Eu sou como o polvo – 5’
  • Terra – 5’
  • O Vento – 8’30”
  • Lúmen – 4’
Homenageado: Wilian Salvador – animador mineiro falecido em junho deste ano, o seu único filme, “Lúmen” (2007), foi a animação que mais trouxe prêmios para a Escola de Belas Artes da UFMG.

Sávio Leite é diretor de animações nas quais utiliza desenhos de artistas, como o paulistano Lourenço Mutarelli - o documentário “Eu sou como um polvo” e o mineiro Binho Barreto -“Terra”, que tem ainda narração do ator Paulo César Pereio e trilha sonora da banda mineira Fusile. Sávio Leite foi o homenageado na VII Mostra Minas de Cinema e Vídeo, realizada em Belo Horizonte, em junho de 2009.


Programa 4 (19h às 20h) - Thiago Sá

Trilhas de cinema: para ver e ouvir por Thiago Sá

  • Relógio Analógico – 5’20” (Sinopse: Um encontro casual. Quando os tempos onírico e real se misturam, as horas se multiplicam)
  • Um quarto – 1’48” (Sinopse: stop motion sobre quarto, tempo, música e amor)

12 de julho de 2009

Selos alternativos, três anos atrás

Amplitude = acabou (e meio que virou a Tronco).
Peligro = pausa por tempo indeterminado.
Highlight = não tenho notícia há anos.
Thirteen = idem.
Monstro = firme e forte.


9 de julho de 2009

Mudanças na Trama

Em meio à crise econômica mundial, fechamento de escritórios do MySpace, P.U.T.A ameaçando voltar à ativa (ok, quase ninguém liga pra isso, rs), a Trama, que em algum momento do passado era "apenas" uma gravadora, anunciou mudanças em sua estrutura e atuação. Metade da equipe foi demitida, incluindo o Dagoberto Donato e Fernanda Cardoso, responsáveis pela TramaVirtual, e novos serviços foram anunciados, entre eles uma TV virtual com programação 24 por dia e serviços para bandas, como gravação, masterização, divulgação e licenciamento.

Segundo o Estadão, as novidades fazem parte do novo departamento de "Comunidades e serviços", que atuará em nichos específicos do mercado musical. A TV Trama, uma das novidades, começou discretamente no mês passado, transmitindo ao vivo via internet bandas como Mombojó, Guizado, Wry e Wado nos estúdios da gravadora. O próximo passo é disponibilizar uma programação contínua em parceria com o portal Uol.

Não é de se estranhar que a Trama aposte em novos formatos. A própria TramaVirtual é exemplo do espírito pioneiro da empresa, que mesmo não acertando sempre (vide o projeto Trama Universitário, que, apesar da qualidade, não se manteve), percebe que é necessário se movimentar e se adaptar aos cenários que se apresentam. Seu Álbum Virtual e o Download Remunerado (que movimentou R$ 500 mil em 2008) são duas das mais interessantes iniciativas surgidas no mercado musical brasileiro nesta década e o futuro parece promissor, incluindo lançamentos de álbuns virtuais do Pato Fu e Autoramas, entre outros.

8 de julho de 2009

Mais shows do Little Joy no Brasil

Rodrigo Amarante e companhia marcaram mais dois shows do Little Joy no Brasil este ano, desta vez com show de abertura da banda The Dead Trees (banda do baixista e do guitarrista que os acompanham ao vivo). Os shows marcados até o momento acontecerão em São Paulo (15 de agosto no Via Funchal) e Rio de Janeiro (14 de agosto na Fundição Progresso).

As datas ainda não estão no Myspace do Little Joy nem nos sites dos locais em que os shows serão realizados.

Aproveitando, fica aqui o comercial do bombom Sonho de Valsa com trilha da banda, "Brand new start".


7 de julho de 2009

Festival PIB: Produto Instrumental Bruto

A cena de rock instrumental vive um grande momento no Brasil com bandas excelentes oriundas de diferentes regiões do país, como a excelente dupla animal Macaco Bong (de Cuiabá, MT) e Burro Morto (de João Pessoa, PB). Além da predileção pelos bichos nos nomes (vide Pata de Elefante, Chimpanzé Clube Trio, Malditas Ovelhas e Tigre Dentes de Sabre), a maioria dessas bandas têm em comum o fato de fazerem parte da programação do festival PIB - Produto Instrumental Bruto, que acontece no CB Bar em São Paulo entre os dias 8 e 11 de julho.

Em sua segunda edição o festival tem sua programação de shows dividida a partir de quatro elementos da natureza (lembra do Capitão Planeta?) e apresenta 16 bandas, além de oficinas, feira de produtos e um debate sobre música instrumental contemporânea.

Labirinto, Elma e Macaco Bong são as minhas favoritas no festival, mas bandas como Malditas Ovelhas e Mama Gumbo também prometem bastante.

Mama GumboProgramação
Aéreos - 8 de julho
Labirinto (São Paulo - SP)
Malditas Ovelhas (São Carlos - SP)
Aerotrio (Campina Grande - PB)
Tigre Dente de Sabre (SP)

Aquáticos - 9 de julho
Retrofoguetes (Salvador - BA)
Reverba Trio (Porto Alegre - RS)
The Violentures (Campinas - SP)
Gasolines (São Paulo - SP)

Terrestres - 10 de julho
Elma (São Paulo - SP)
Fantasmagore (Rio de Janeiro - RJ)
Mama Gumbo (São Paulo - SP)
Macaco Bong (Cuiabá - MT)

Ígneos - 11 de julho
Chimpanzé Clube Trio (São Paulo - SP)
Grooverdose (São Paulo - SP)
SaunoFlex (São Paulo - SP)
Intravenal Groove S/A (Campinas - SP)

Info
De 08 à 11 de julho
Shows a partir das 20hs no CB Clube Belfiore (Rua Brigadeiro Galvão, 871 - Barra Funda, São Paulo, SP)
Ingressos na porta do CB: R$15,00 (inteira) ou R$7,50 (estudante)
Ingressos antecipados: Free Pass válido para os 4 dias de shows R$30,00 (ingressos antecipados limitados)


12 de julho
Oficinas, debate e feira cultural das 15 às 20hs na Casa das Caldeiras (Av. Francisco Matarazzo, 2000, Pompéia, São Paulo, SP)
Grátis

6 de julho de 2009

(não) Sei lá

Os próximos posts fugirão um pouco da linha do que costumava ser publicado aqui, mas é isso que torna tudo interessante.

2 de julho de 2009

Joseph Tourton em São Paulo

Uma das favoritas deste blog já há algum tempo, a recifense A Banda de Joseph Tourton chega a São Paulo para dois shows na capital e um em Campinas, entre os dias 9 e 14 de julho. Hora de conferir de perto o som que vem chamando a atenção de muita gente e se destacando na cena musical pernambucana (e, em breve, brasileira).



Os shows, que terão início em 9 de julho em Campinas, serão os primeiros realizados pela banda fora do Estado de Pernambuco. No dia 10 a banda toca no Centro Cultural da Juventude, em São Paulo, e no dia 14 faz show no SESC Vila Mariana, com participação do Guizado.

A Banda de Joseph Tourton em São Paulo

9 de julho - 21h
Bar do Zé - Campinas
Ingressos: R$7,00

10 de julho - 20h
Projeto Juventude Sônica
Centro Cultural da Juventude - São Paulo
Entrada Gratuita

14 de julho - 20h30
Supernovas
SESC Vila Mariana (participação: GUIZADO)
Ingressos: R$ 12 (inteira), R$ 6 (meia) e R$ 3 (trabalhadores no comércio e serviços matriculados no SESC)

1 de julho de 2009

A nova música brasileira e seus novos caminhos

Catatau, do Cidadão Instigado, um dos artistas citados por FróesFim de década é certeza de muitas retrospectivas e análises de tudo o que aconteceu no período e, no Overmundo, o compositor Romulo Fróes deu a largada nas matérias que buscam apresentar e discutir as nuances da música brasileira nos últimos nove anos. Em seu texto intitulado "A nova música brasileira e seus novos caminhos" destaca-se aquilo que o Macaco Bong explicitou em seu álbum-manifesto Artista Igual Pedreiro: a maior revolução no meio musical nos últimos tempos foi a ampliação do acesso aos meios de gravação e distribuição musical.

Porém, ao contrário de reafirmar algo já bastante claro para quase todos os envolvidos na música atualmente, Fróes aproxima a abordagem para o aspecto técnico, o que dá um diferencial interessante à sua visão.

É um texto simples e que registra um momento da produção musical brasileira, podendo estimular análises pessoais por parte dos próprios artistas como dos apreciadores de música.

Os pontos negativos ficam na insinuação de diferenciação entre "boa" e "ruim" cultura e na lista de artistas sugeridos, limitada e parcial.