Instagram

29 de junho de 2009

Reações e experimentos audiovisuais

Frame das imagens criadas a partir dos sons da Praça 7
Um dos projetos mais legais em que já estive envolvido é o Reações Visuais, que nesta quarta-feira, 1° de julho, chega ao fim de uma etapa com a apresentação de quatro obras audiovisuais criadas a partir dos sons emitidos no centro de Belo Horizonte. L_ar e Lise, dupla responsável pelo que será apresentado, é a mesma que no final do ano passado fechou o Pequenas Sessões.

Publiquei um texto e entrevista com os dois no Overmundo e reproduzo alguns trechos abaixo.

"As “paisagens sonoras” resultantes da movimentação no hipercentro da cidade de Belo Horizonte, em meio ao contexto tipicamente urbano marcado por sons gerados por automóveis, pedestres e uma enorme variedade de personagens, são o ponto de partida do projeto Reações Visuais. A partir do registro sonoro de ambientes como a Praça Sete e o Parque Municipal Américo Renné Giannetti inicia-se o processo de transformação e reapresentação das “paisagens sonoras” em reações visuais: imagens resultantes da interferência tecnológica e da manipulação humana.

Frame das imagens criadas a partir dos sons da Rua Guaicurus, região dos prostíbulosO artista plástico e arquiteto Leandro Araújo, idealizador do projeto, explica que o desenvolveu como “uma aplicação da arte e tecnologia para um diálogo com o espaço público que passasse pela música contemporânea e pela software-arte”. A ideia surgiu ainda quando vivia na Europa a partir de seu contato com obras e artistas que relacionavam a música eletrônica à software-arte e, aliada à sua bagagem como arquiteto, resultou em um projeto próximo aos debates sobre o espaço urbano. Marcado pela sinestesia, o projeto Reações Visuais explora possibilidades da interlocução entre o espaço urbano, arte contemporânea e novas tecnologias através de uma abordagem estética e teórica.

No dia 1° de julho, quarta-feira, o Reações Visuais chega ao fim de sua primeira fase com a performance audiovisual realizada por Leandro Araújo e o músico Daniel Nunes nos jardins internos do Palácio das Artes. Imagens digitais serão criadas em tempo real por Leandro, a partir dos sons gravados nas ruas, e serão projetadas nas paredes do espaço enquanto Daniel manipulará o áudio registrado, inserindo novas camadas, buscando uma forma de concepção visual e sonora inédita.

Daniel explica que os sons registrados “são irregulares, e em sua grande parte, ruídos, o que desperta uma grande curiosidade em ordená-los criando nossa (ir)regularidade”. E, citando José Miguel Wisnik, explica um pouco da relação entre os ruídos da cidade e a criação artística que apresentarão:
“O som é um traço entre o silêncio e o ruído (nesse limiar acontecem as músicas)".

A performance marca o início da instalação que leva de volta à rua o resultado da obra inspirada pelo espaço urbano. Durante 15 dias, obras visuais criadas por Leandro Araújo a partir das “paisagens sonoras” estarão expostas nos abrigos dos pontos de ônibus ao longo da Avenida Afonso Pena, no centro de BH, permitindo que os agentes criadores dos sons que inspiraram o processo artístico do artista tenham contato direto com as obras finais."

26 de junho de 2009

Dois caras feios e duas gostosas



Nunca foi tão fácil descrever um clipe.

Tenho uma teoria, mas provavelmente seria processado se a publicasse.

Pra quem não reconheceu, a loira e o cabeludo são do Leela, o careca é o Chernobyl, produtor do Bonde do Rolê e membro da Comunidade Nin-Jitsu e a morena é sua namorada/esposa, com a qual mantinha um projeto de eletro-rock chamado 808sex.

Correção: as duas tem cabela castanho, né? Então fica assim: a de cabelo preso e mais curto é a que chamei de loira acima. Tem outro jeito de diferenciar também: a do peitão é a do 808sex.

23 de junho de 2009

Coincidências?

"Não tem nada de ruim acontecendo. Só de ter desmoronado o que já estava construído há anos é um ganho. As coisas acontecem em ciclos. Começa com um cara tocando uma música legal e alguém querendo ajudar. Esse alguém monta uma empresa para lançar aquele artista. Aí o negócio vai crescendo, começa a abranger mais gente. Vai ficando tão grande que chega uma hora que quem está no poder não é mais aquele cara que gosta de música — ele já partiu para outro empreendimento. No seu lugar entra alguém que veio do marketing, que não tem nada a ver com a arte. Foi o que a gente viveu na indústria da música. Poucas pessoas que amavam a música estavam envolvidas com o negócio".

Engraçado ler a fala do produtor Carlos Eduardo Miranda, publicada na revista Bravo! deste mês, justamente no momento em que o MySpace Brasil (e outras representações internacionais da empresa) estão próximas de fechar.

Some a isso as férias coletivas no Yahoo! e a saída dos fundadores do Last Fm e temos um cenário não muito favorável ao mercado digital.

E para quem estiver interessado no futuro do MySpace, eis alguns links interessantes:
Após menos de dois anos, MySpace vai fechar escritório no Brasil
MySpace Brasil fecha as portas
Funcionários do MySpace confirmam fim na web
O MySpace diz quase nada, mas Twitter e e-mails confirmam fechamento
Fundadores deixam o comando do MySpace

22 de junho de 2009

Mistureba # 8

sem ordem de preferência.

Redação da Trip

A Trip, uma das minhas revistas favoritas, mostrou sua redação para a Enxame.tv, iniciando uma parceria que promete render ótimos resultados. Matéria ágil, com um bom ritmo e um trabalho gráfico interessante. Já faz um tempinho que publicaram isso, mas essa é a vantagem da internet.



Sem Palavras com Algo a Dizer
"Com propostas sonoras variadas, nova geração do rock independente aposta nas canções sem vocais". Prévia da matéria que está na Rolling Stone desse mês (e que tem uma capa hor-ro-ro-sa, bicha!). Eu não vou comprar e não vai me fazer falta alguma.

Diário de bordo no Porto Musical
O festival já acabou e agora você pode sacar um pouco do que aconteceu através da experiência do pessoal do coletivo Mundo, que pegou estrada em João Pessoa à caminho de Recife para o evento.
Eles não beberam enquanto dirigiam, ok? Isso é feio.

"Essa Canção Francesa", de Thiago Pethit
O Pethit dá o recado:
"Convido-os a assistir ao clipe da música ‘Essa Canção Francesa’, que faz parte do meu EP de estreia, ‘Em Outro Lugar’. Dirigido por Rafael Barion e Adams Carvalho, o vídeo foi feito com uma técnica de animação conhecida como rotoscopia. Ele foi filmado, editado e depois desenhado frame por frame pelo Adams Carvalho. Esse é o segundo clipe do Adams, que já tinha dirigido o vídeo de ‘Green Grass’, da Cibelle."



Macaco Bong e Autoramas em uma foto mal feitaMacacos andando de autorma na Argentina
"O Kayapy foi aproveitar a grana a mais ganha com o cambio e foi atrás de um afinador para guitarra. Explicando melhor, aqui um real vale cerca de 1,75 pesos. O preço dos produtos são praticamente os mesmos, mas a grana quase dobra com o cambio. Tamanha foi a felicidade na banda quando vimos o Fender PT100. Segundo o Ynaiã, a banda esta dividida em Antes Argentina e Depois Argentina".

Trecho do diário de turnê do grande Macaco Bong na Argentina, onde trombaram com o Autoramas também. Não sei onde publicaram isso, só sei que foi assim, belê?

19 de junho de 2009

Uma banda no Parc

Danilo Schneider, da banda L.A.B, de Novo Hamburgo (RS), esteve no festival Coca-Cola Parc - Porto Alegre Rock City no início do mês e conta em breves palavras um pouco do que aconteceu por lá. É importante saber das experiências que as próprias bandas têm com eventos desse tipo.

Aproveite para ouvir a L.A.B, rock com sintetizadores e boas influências (Depeche Mode, LCD Soundsystem, New Order).

"Eu (Danilo) e Fernando (guita, L.A.B.) estivemos na sexta à tardinha em Porto Alegre participando de uma das palestras da série "Indústria Criativa", do festival Coca Cola Parc, com o produtor Carlos Eduardo Miranda, o músico Frank Jorge e o vice-presidente da Abrafin, Pablo Capilé.

Produtiva a palestra. Depoimentos e experiências compartilhadas muito interessantes de todas as partes. Poderia ter sido tão mais produtiva com maior duração da palestra. Muito curta. Os palestrantes só tiveram tempo de introduzir o assunto e a mediação interveio. Uma pena. Acabou sendo superficial. Poderia ter sido mais aprofundada. Enfim, participamos apenas desta.

Voltamos no sábado de noite à Porto para alguns shows. Escolhemos ver o Matt & Kim e Copacabana Club. Na real, ficamos sabendo depois que o No Age (considerado por muitos o melhor show do festival) tocara um pouco antes em outro lugar, teria dado tempo de ver e depois ir para o nosso show escolhido. Pra quem não sabe, na noite de sábado ocorreram shows em vários pontos da cidade. Quase tudo ao mesmo tempo!

De qualquer maneira, valeu muito ver o show da dupla novaiorquina, um show muito bem feito e animado. Uma aula mostrando o que é possível uma dupla fazer no palco, apenas com uma mina na bateria e um cara no synth e vocal.

Em seguida, entrou em cena o Copacabana Club, que nós também não tínhamos visto ainda. Excelente show. Alta qualidade, tanto da banda quanto a qualidade do som mesmo.

Então partimos para o Cabaret do Beco, onde ainda conseguimos pegar parte da discotecagem do Lucio Ribeiro (que encerrou com um Friendly Fires massa!), seguido do DJ set do trio Teenagers, que se apresentaria no domingo (mas apenas para o público de 12 a 18 anos permitidos no evento de sábado e domingo, uma lástima). Ainda vimos o Edu K, figuraça extremamante competente. Sonzera a discotecagem do cara. E fomos embora para Novo Hamburgo. Já era de manhã.

Como eu disse antes, nos dias seguintes ainda houveram vários shows, mas somente para menores. Então, ensaiamos no sábado até a madruga!"

18 de junho de 2009

Artistas selecionados para a Feira da Música

A lista dos 66 artistas selecionados para a Feira da Música deste ano foi divulgada esta semana e apresenta um painel bastante diversificado, tanto geograficamente como no som. São bandas e artistas solo de 18 estados brasileiros, mais uma banda argentina (Los Cocineros) e um artista cubano (Rember Duahrte), escolhidos entre os cerca de 600 inscritos.

Esta será a 8ª edição da Feira da Música, que acontece em Fortaleza (Ceará) de 19 a 22 de agosto e tem como objetivo "estimular a geração de novos negócios e parcerias com todos os envolvidos na cadeia produtiva da música".

Uma das coisas mais legais desta nova edição da Feira é o estímulo ao maior envolvimento por parte dos artistas, para que, além de se apresentar, participem das oficinas, palestras, debates, painéis, rodadas de negócios e no pavilhão de exposições.

Selecionados:

ALAGOAS – Wado.

BAHIA – Opanijé / Neto Lobo e a Cacimba.

CEARÁ - Orquestra Pão de Açúcar / Arlequim Dourado / Chega Chora / Projeto Peixes / A Banda / Ska Brothers / Fulo da Aurora / Samba Hemp Club / Encarne / Uro / Atomic Bomb Watcher / Arsenal da Rima / Crimsom / Roadsider / The Drunks Baby! / Dago Red / Alegoria da Caverna / Drive Sex / Volúpia.

DISTRITO FEDERAL – Soatá / Gilbertos Come Bacon.

ESPÍRITO SANTO - Fê Paschoal / Tutu com Ovo.

GOIÁS - Cega Machado.

MARANHÃO - Caravana Laborarte.

MINAS GERAIS - Fabrício Conde / Marku Ribas / Black Sonora / Babilak Bah / Porcas Borboletas.

PARÁ - Floresta Sonora.

PARAÍBA - Chico Correia / Aerotrio / Gunjah Reggae Band / Nublado.

PARANÁ – Trilobit.

PERNAMBUCO – Saracotia / Academia da Berlinda / Maracatu Estrela Brilhante de Igarassu / Sweet Fany Adams / Mestre Galo Preto / A Roda.

PIAUÍ - Batuque Elétrico / Validuaté / Eita Piula / Conjunto Roque Moreira.

RIO DE JANEIRO - Sobrado 112 / R Sigma / Fred Martins.

RIO GRANDE DO NORTE - Caninga Trio / Octeto de Saxofones da EMUF / Banda Tricor / Os Poetas Elétricos.

RIO GRANDE DO SUL - Musica Intermináveis para Viagem.

SERGIPE - Plástico Lunar.

SÃO PAULO - Bas Cobis / Kaoll e Lanny Gordim / Anelis Assunção / Momjolo / Malditas Ovelhas / Mamelo Sound System.

CUBA - Rember Duahrte.

ARGENTINA - Los Cocineros

17 de junho de 2009

Porto Musical

De 17 a 20 de junho em Recife (PE), acontece uma série de conferências e shows na 4ª edição do Porto Musical. Serão muitos, muitos, muitos convidados discutindo muita, muita, muita coisa sobre música, música, música. (Pedal de delay jornalístico desligado agora).

No entanto, o que destaco aqui é a parceria do evento com a Abrafin e o Circuito Fora do Eixo, que promovem as Noites Abrafin & Circuito Fora do Eixo em complemento ao Porto Musical. Os shows acontecem de 18 a 20 de junho no Burburinho (no centro histórico da cidade, mais conhecido como Recife Antigo) e somam um total de 15 bandas. A produção é do Lumo Coletivo.




PROGRAMAÇÃO NOITES ABRAFIN / FORA DO EIXO

Quinta - 18/06

23:30 - Ampslina (PE)

00:10 - Calistoga (RN)

00:50 - Irmãos da Bailarina (BA)

01:30 - Sweet Fanny Adams (PE)

Palco AESO: Júlia Says (PE)


Sexta - 19/06

23:30 - Nuda (PE)

00:10 - Nublado (PB)

00:50 - Distro (RN)

01:30 - Vamoz! (PE)

Palco AESO: Banda Ciné


Sábado - 20/06

23:30 - Johnny Hooker & Candeias Rock City (PE)

00:10 - Plastique Noir (CE)

00:50 - Dimitri Pellz (MS)

01:30 - Amp (PE)

Palco AESO: Ex-Exus (PE)


SERVIÇO:
Local: Burburinho - 1º andar - Rua Tomazina - Recife Antigo
Ingressos: R$ 5,00 ou R$ 10,00 para os três dias
Mais informações: http://lumocoletivo.blogspot.com
lumocoletivo@gmail.com

E aqui, a programação do Porto Musical:
SHOWS: Palco na Praça do Arsenal da Marinha - Aberto ao público

18 de JUNHO, QUINTA-FEIRA
20h | Burro Morto (PB)
21h20 | Naurêa (SE)
22h30 | Orquestra Contemporânea de Olinda (PE)
23h50 | Dj Set: Patrick Tor4 (SE)

19 de JUNHO, SEXTA-FEIRA
20h | Alessandra Leão (PE)
21h20 | Curumin (SP)
22h30 | Roberto Isaías (Moçambique)
23h50 | Dj Set : Data (França)

20 de JUNHO, SÁBADO
20h | Chiquinha Gonzaga (PE)
21:20 | Karolinas com K (PE)
22:30 | Herbert Lucena (PE)
23:50 | Josildo Sá (PE)
01:50 | DJ set: Robert Soko (Alemanha)

CONFERÊNCIAS

18 de JUNHO, QUINTA-FEIRA
Teatro Apolo

10h30 às 11h30
Aluízer Malab | Go Brazil!
Brasil por dentro - descobrindo o mercado para artistas estrangeiros
11h30 às 12h30
Bruno Boulay, Moema Salgado e áurea Leszczynski
O Ano da França no Brasil
14h30 às 15h30
Gerald Seligman | Go International!
Uma aula de como ser e ter um selo
16h às 17h
Nelson Motta | Go Brazil!
Música brasileira na atualidade - o futuro da indústria fonográfica com o advento das novas tecnologias e meios de comunicação
17h30 às 18h30
Danilo Santos de Miranda | Go Brazil!
Música e transformação cultural

Porto Digital
10h30 às 11h30
John Ingham | Go Digital!
Tudo o que você sempre quis saber sobre marketing digital, mas não sabia nem como perguntar
11h30 às 12h30
Tonika Sealy | Go International!
Organizando para sobreviver - como a indústria da música se organiza em busca de seus interesses
14h30 às 15h30
Pena Schmidt, Eduardo Peixoto com participação de Bruno Firmino | Go Digital!
Música e tecnologia no século 21 e o Tocaê, um novo modelo de distribuição de música digital
16h às 17h
Bruno Firmino, com participação de Pena Schmidt e Eduardo Peixoto e Jarbas Jacome| Go Digital!
Som Barato e o compartilhamento livre de cultura
17h30 às 18h30
As ações do BNDES na economia da cultura

19 de JUNHO, SEXTA-FEIRA
Teatro Apolo
10h30 às 11h30
James Quinlan e Gene de Souza | Go International!
Fazendo shows nos EUA
11h30 às 12h30
Brent Grulke | Go International!
Paixão e política no mercado americano da música
14h30 às 15h30
Andre Midani e Seymour Stein | Go International!
100 anos de experiência - ois gigantes da indústria compartilham suas histórias, conhecimentos e pontos de vista
16h às 17h
Frédéric Gluzman | Go International!
Realizando turnês de artistas brasileiros na Europa
17h30 às 18h30
Conferência Final | Mesa Redonda
Como reagir à era digital - Especialistas aconselham sobre a indústria da música

Porto Digital

10h30 às 11h30
Fabrício Nobre e Pablo Capilé (Abrafin) | Go Brazil!
Números, impactos e projetos futuros
11h30 às 12h30
Patrick Torquato | Go Brazil!
Rádio Pública 2.0 – O papel da rádio pública na promoção das cenas culturais locais
14h30 às 15h30
Ministério da Cultura
Circula Brasil!
16h às 17h
Jonas Woost | Go Digital!
Gravar e produzir músicas no atual mundo digital. Será que isso tem futuro?

20 de JUNHO, SÁBADO
Teatro Apolo

10h30 às 11h30
Benjamim Taubkin | Go International!
Panorama Latino-americano - visões da música no continente hoje
11h30 às 12h30
Deborah Sztanjberg, com Paulo César de Araújo | Go Brazil!
O "caso Roberto Carlos" e as biografias musicais. Um breve histórico sobre a produção biográfica musical
14h30 às 15h30
Andre Midani | Go International!
Ontem... hoje... e o dia depois de amanhã
16h às 17h
Benjamim Taubkin | Go Brazil!
A experiência da busca por autonomia no Brasil - caminhos possíveis para não criar dependência total de editais e patrocínios
17h30 às 18h30
Conferência Final | Mesa Redonda
Novos modelos da indústria da música
Especialistas internacionais da indústria da música discutem as opções

Porto Digital

10h30 às 11h30
Beto Villares | Go Brazil!
Trilha sonora não é música! - do berimbau de boca à Nona Sinfonia, passando por tudo que já existiu
11h30 às 12h30
Robert Soko | Go International!
Como a música tradicional dos Balkans está afetando as pistas de dança na Europa
14h30 às 15h30
Christian Dittmar | Go Digital!
O instituto que criou o MP3 apresenta: GlobalMusic2one - adaptável tecnologia híbrida de procura de catálogos de música
16h às 17h
Fundarpe/ Governo de Pernambuco
O plano de economia da cultura de Pernambuco através de uma regionalização por meio do Pernambuco Nação Culutral

Download da programação completa do Porto Musical, incluindo as conferências.

15 de junho de 2009

Music Alliance Pact de junho (e a viagem no tempo)

A internet não é maravilhosa? Eu juraria que atrasei a publicar a edição da Music Alliance Pact desse mês, mas a data aí em cima informa que publiquei tudo no dia 15, exatamente como acontece todos os meses quando os mais de 20 blogs de vários países ao redor do planeta enviam suas indicações do que de melhor acontece em suas respectivas cenas musicais alternativas.

Como de costume, ao longo da semana traduzo os textos.

ARGENTINA: Zonaindie
Le MicrokosmosEs Un Hermoso Verano Lunar
Guillermo Beresñak and Pablo Retamero got together in January 2008 in Buenos Aires. From this union came Le Microkosmos, an electronic ensemble in constant search for new musical experiences with synths, programming, instruments, vocals and orchestral sampling. This quest led them to create their own cosmos from each sound, such as this acoustic-electronic ballad taken from their brand new album, Y Vas Donde Sonrisas Te Dan Esos Encapuchados De Un Mundo Nuevo.

AUSTRALIA: Who The Bloody Hell Are They?
Dappled CitiesThe Price
One of Australia's, if not the world's, most exciting indie-rock bands, Dappled Cities are back with their third album, Zounds. It was written and recorded after an extensive period of touring their previous offering Granddance, a classic album in the minds of many critics. The Price is a fantastic taster for old and new fans alike, worthy of immediate playlisting.

BRAZIL: Meio Desligado
Júlia Says
Júlia Says have just released their second independent EP, Menos é Mais ("Less Is More"), in which the duo go deep inside electronica with some strong influences of dance-rock. The name of the band was taken from a children's story and it's a thing that helps us to connect to the fragile melancholy and beauty of Cá.

CANADA: I(Heart)Music
WildlifeSea Dreamer
How awesome is this song? So much so that when I saw them perform it during a soundcheck at a show in Ottawa recently, everyone in the room just watched in stunned silence and then exploded in wild cheers when it was done. To put that in context, that kind of thing never happens. But Sea Dreamer, in all its pounding, pulsing, marching-gleefully-into-the-apocalypse glory, is amazing enough to be the exception.

CHILE: Super 45
Valentina FelCirco Podrido
Full of aggressive beats, explosive sampling and social protest lyrics, Valentina Fel is the most logical evolution of a riot girl - punk almost in the realm of grime, do-it-yourself attitude with dancehall as a commodity and flamenco-injected defiance. Her long-awaited upcoming debut -to be release in the next few months - promises to be a massive earthquake in the dancefloor that nobody could anticipate.

DENMARK: All Scandinavian
Vomit SupremeVersus Love
A new project by Mattis Jakobsen and Malte Hill of Straight To Your Face, Rock Hard Power Spray guitarist Frederik Valentin and recently joined by bassist Karsten D. Johansen (Strawberry Slaughterhouse), Vomit Supreme have long been an All Scandinavian favorite. Punk aggression spoon with pop hooks and with the mighty Versus Love spearheading their campaign, world domination should be nigh.

ENGLAND: The Daily Growl
FanfarloI'm A Pilot
I'm A Pilot, the opening track on Fanfarlo's debut album Reservoir, sets the scene for what's to follow. It's a rich, heady brew of heavily orchestrated indie-pop which at times even feels like it's pulling its punches. It's the sound of a young band comfortable in their own grandiosity and as Reservoir carefully unfolds, it's impossible not to be swept along. From now until July 4 you can download the album from the Fanfarlo website for just $1, so you've no excuse for not owning it.

ESTADOS UNIDOS: I Guess I'm Floating
Janelle Monae – Sincerely, Jane
The name Janelle Monae might ring a bell - she has guested on several OutKast songs and recently signed to Diddy's Bad Boy label. After seeing her energetic performance at Bonnaroo a few days ago I can say that she'll be one to keep a close eye on. Even if Sincerely, Jane doesn't do much for you, check out some live clips on YouTube to get the whole picture.

FINLAND: Glue
TV OFFCar Is On Fire
What a summer hit song! Cool and sexy! Singer Sara delivers delicious pop melodies over Markku's electro bits and sounds. This duo from Helsinki are putting the final touches to their debut album, but they have already gained attention around the world, playing in London and Tokyo. Soon TV OFF will take over the world.

FRANCE: ZikNation
Phoenix1901
For too long Phoenix have been overshadowed by Daft Punk and Air, but no more. Even though Phoenix are four albums into an increasingly fruitful career, 1901 is possibly the most immediate and loveable thing they've ever created. An anthem for indie kids, a dancefloor filler for disco dwellers. It's for everyone really.

GERMANY: Blogpartei
High Voltage HumansLaser Symphony (Catastrophy)
High Voltage Humans are a Munich-based electronic duo. The featured song is heavily energetic and balances guitar riffs with synth melodies sounding a bit like 80s space electro. It's a concrete four-to-the-floor flour-dust explosion.

ICELAND: I Love Icelandic Music
For A Minor ReflectionÓhljóð
For A Minor Reflection are a quartet from Reykjavík who play energetic, melodious, instrumental post-rock. They have earned comparisons to Explosions In The Sky and Godspeed You! Black Emperor. Óhljóð, which means "discordant noise", is taken from their 2007 debut album Reistu Þig Við, Sólin Er Komin Á Loft... ("Rise and shine, the sun's up...") on Blippr.com. Guitarist Kjartan Holm's older brother Georg plays bass in Sigur Rós, whom they supported on tour last year.

IRELAND: Nialler9
Sleep ThievesOsumi
Taken from It Was Only A Satellite, the debut EP from this Dublin three-piece, Osumi showcases the bleep-assisted electronic edge of their sound before diverting into heady post-rock guitar progressions, while singer Sorcha repeats a mantra atop like a prototype Natasha Khan. Their yearning indie-electronic-pop sound is reminiscent of Lali Puna, Broadcast and The Notwist.

ITALY: Polaroid
My Awesome MixtapeMe & The Washing Machine
I would have never expected to listen to an Italian band mix diverse sounds such as Anticon and The Postal Service, but when I heard My Awesome Mixtape I just had to change my mind. Infectious melodies and tight grooves, these young kids just seem to be unstoppable.

MEXICO: Club Fonograma
Los AmparitoPor Medio De La Lectura
Los Amparito is the mind-blowing, eccentric and absolutely sublime project of Carlos Pensina. He is relatively well known in Mexico's indie scene for his more electronic act Pepepe, but Los Amparito have enormous potential to break into international boundaries. This sound is like a distorted Mexican mirror of traditional music mashed with its own repetition, flourishing vocals and colorful sequences resulting in something between Animal Collective, Amparo Ochoa and El Guincho.

NEW ZEALAND: Counting The Beat
Lisa CrawleyBrother
Lisa Crawley is a multi-instrumentalist singer-songwriter who stands out from the crowd because of her voice and the playful arrangements of her folk-pop songs. Brother, from her second independently released EP Hello, Goodbye And Everything Inbetween, would be great on the basis of its plinky-plonk piano alone, but it's the trombone that lifts it to another level.

NORWAY: Eardrums
Firetop MountainHow Can You Dance At A Time Like This?
Firetop Mountain are four boys and a girl from the Oslo area, who play indie-rock with a strong melodic focus. Just last week they released their debut album Indians Aren't Afraid Of Heights on their own label. Their music is sometimes powerful and energetic - songs you want to jump around to - and other times more laid-back and sensitive. Good songwriting all the way.

PERU: SoTB
Mi Jardín SecretoYo No Quiero Bailar Esta Noche
Mi Jardín Secreto's debut album, La Ciencia Y El Arte De La Falsificación, contains 11 songs that flit between new wave, alternative rock and the sound of modern bands. The theme of the lyrics is a mixture of the warmth and coldness of the city of Lima, with characters who have adventures in a place and climate familiar to us all.

PORTUGAL: Posso Ouvir Um Disco?
:papercutzA Secret Search
What started as Bruno Miguel's music project is now a trio with female vocalist Marcela Freitas and multi-instrumentalist Francisco Bernardo. After appearances on various international compilations :papercutz are now signed to Montreal's Apegenine label, who released their debut album Lylac in February. In April, they were winners of the 'off the beaten track' category in The People's Music Awards in London.

ROMANIA: Babylon Noise
Luna AmaraFloodmoses
Luna Amara have been around for almost 10 years, during which they've managed to create an image and a name for themselves in Romania. From mellow alternative to angry metal sounds, their music is powerful and never fails to deliver its message. Floodmoses is taken from their recently released third album Don't Let Your Dreams Fall Asleep.

SCOTLAND: The Pop Cop
The Seventeenth CenturyTraffic
If Arcade Fire's Wake Up moved you to your core then get ready to fall in love with Traffic. It has that soaring choral majesty, that sprawling orchestration and The Seventeenth Century clearly possess ambitions that are no less lofty. Having had a listen to the young Glasgow band's forthcoming In The Place EP, we can say without hesitation that you're looking at the best new band in Scotland.

SINGAPORE: I'm Waking Up To...
Concave ScreamFiction
We visit one of Singapore's finest indie bands of the 90s with Concave Scream. Fiction, taken from their third album Three, hints at the flavors of DJ Shadow, The Cure, U2 and Butler-era Suede. It is a fine tune that could sum up the entire record with its use of ethereal vocals, otherworldly chorus-effected guitar lines and a blistering rhythm section. These days, Concave Scream are pushing the envelope of their musical whimsicality by releasing an instrumental fifth album that can be found on their website.

SOUTH KOREA: Indieful ROK
The Plastic DayI Miss Me Myself
Post-punk/grunge trio The Plastic Day released their first full-length album, 30 Seconds Between The Dreamer And The Realist, only last month but already they've gotten unusually high coverage in Korea-related English language media online. With an intense rock sound paired with English lyrics, there's no reason why they won't get even further. I Miss Me Myself might be one of the softer songs on the album, but it's one that instantly spawns an impulse to hit the repeat button.

SWEDEN: Swedesplease
Chuck MorganThe Best Of You
I don't know if there's a term for the sound of Chuck Morgan. The last post I did on this Gothenburg-based troubadour tried to peg him as "romantic indie-pop". His new song, The Best Of You, continues that sound but adds even more electronic beeps and blips to the mix.

Download das 24 músicas em um único arquivo compactado.

10 de junho de 2009

Mapa Musical

"Qual o tamanho da cena musical independente? Como o público conhece novas bandas? De onde vem esse público? O que as bandas pensam da cena e dos locais em que tocam?". Essas são as perguntas que norteiam a pesquisa Mapa Musical, realizada pela Agência Alavanca e a Identidade Musical.

A primeira parte da pesquisa é dedicada às pessoas que produzem conteúdo sobre a cena musical em sites, blogs e outros meios na internet e estará online até o dia 15 de junho.

Para quem mora em BH e região hoje é o último dia para se inscrever para a palestra com Tiago Barizon, da Identidade Musical, sobre produção musical. A palestra acontecerá na quinta-feira, dia 11, das 15 às 19 horas no Minueto centro musical (Rua Paulo Simoni, 54, Santo Antônio). O evento é gratuito e realizado pelo coletivo Pegada. Para se inscrever, envie email para coletivopegada@yahoo.com.br.

9 de junho de 2009

Cuidado: animais na estrada

Eles fizeram o show mais destruidor do Grito Rock Sabará 2009 e ao vivo são uma das bandas mais explosivas que vi nos últimos anos. O quinteto (até alguns dias atrás, sexteto) punk Cães do Cerrado é quase uma versão mais suja e hardcore de Jackass e, portanto, mais engraçada e visceral.


Não bastasse isso, ainda fizeram um relato no melhor estilo gonzo descompromissado no blog Pegada na Estrada, que reúne os registros das viagens das bandas integrantes do coletivo Pegada. Segue um trecho:
"Nos dividimos em duas equipes, com o intuito de competir perigosamente até chegar em nosso destino final. Equipe Regina – Formada por mim, Gigopepo e Alcatraz. Equipe Tempestade Ambiental com Cristo – Formada por Lixo e Corrupção, F. Dynamite (que saiu da banda, mas continua sendo nossa prostituta), 37 e Cacau. Então rumamos pela BR-262 em direção ao Triângulo Mineiro."

O texto completo está aqui. Em breve coloco alguns vídeos que fiz da banda para você sentirem o que é isso ao vivo.

8 de junho de 2009

Como tocar no maior festival independente do sul do Brasil

Essa é a sua chance: até 30 de julho podem ser realizadas as inscrições das bandas interessadas em se apresentar no festival Demo Sul, que este ano realiza sua nona edição em Londrina, Paraná, e se consolida como o principal festival musical independente do sul do país.

Bandas de todo o Brasil e América Latina podem se inscrever, bastando enviar CD e texto de apresentação do grupo (release) para a Braço Direito, produtora responsável pelo festival, no endereço:
Rua Xingu, 136, Vila Nova
CEP: 86025-390 - Londrina, Paraná

O Demo Sul é um dos festivais que formam a Abrafin - Associação Brasileira de Festivais Independentes e em suas oito edições anteriores contou com um total de quase 200 bandas se apresentando, entre artistas regionais desconhecidos do grande público e bandas renomadas como Nação Zumbi, Mundo Livre S/A e Mudhoney (USA).

Em 2009, o festival acontece nos dias 9, 16 e 17 de outubro.

Foto: Mudhoney no Demo Sul 2008.

6 de junho de 2009

Mais força para a música brasileira

Mais um clássico para a cultura nacional, equiparável à famigerada histórica "Melô do ABC" do Pelé.

Clique na foto do tio Maguila e escute o sucesso!