Instagram

29 de abril de 2009

Uma noite para ficar na história

Nos últimos anos tenho assistido a cada vez mais shows, conhecido cada vez mais bandas (de diferentes regiões do país e do mundo) e, apesar de encontrar muita coisa repetida e sem identidade, ainda são muitos os momentos de surpresa e extremo prazer. Na última segunda-feira, 20 de abril, não dá para afirmar que o ocorrido se tratou exatamente de uma surpresa, uma vez que já sabia da qualidade das bandas em questão, mas o nível atingido superou qualquer expectativa.

Macaco Bong (MT) e Burro Morto (PB) estrearam o primeiro evento realizado pelo CMMI - Circuito Mineiro de Música Independente de forma já clássica, realizando o que várias das pessoas presentes naquela noite (inclusive eu) estão chamando de “a melhor noite da história do Matriz” e, provavelmente, uma das que ficará marcada na história do rock alternativo e independente de BH.

Quando enviei o email para a lista do Fórceps (coletivo do qual faço parte e que integra o CMMI), sugerindo a realização da festa, não tinha noção do que aconteceria ali: o encontro de duas incríveis bandas instrumentais surgidas no Brasil nesta década, se apresentando para um público totalmente antenado e chapado (tanto no sentido figurado como literal), uma sequência de sons técnicos e sentimentalmente profundos. Só consigo imaginar algumas noites incríveis que tive no Matriz, como Diagonal com Hurtmold, Garage Fuzz lotado e Cansei de Ser Sexy em 2006 fazendo um dos shows mais quentes do qual tenho notícia (tão quente que o chão escorregava de suor e não havia mais bebida alguma no Matriz, exceto Caracu) e pensar que a essa lista (talvez no topo) está adicionado o show do Macaco Bong com o Burro Morto.

No caminho (percorrido várias vezes) entre o palco e o bar, fitava os rostos sorridentes das quase 200 pessoas presentes e observava suas expressões de alegria, surpresa e loucura (tudo bem, isso dava para perceber em poucas pessoas). Se 97% do público presente juntou-se ao grupo de pessoas que considera o Macaco Bong uma das melhores bandas ao vivo da atualidade, porcentagem semelhante ficou embasbacada com a mistura lisérgica apresentada pelo Burro Morto, na qual estão inclusos muito afrojazz e rock experimental (também poderia tentar descrever dizendo que é “pós-rock tropical com influências funky setentistas, tocado por quem fritou a cabeça por muito tempo no sol e decidiu usar todas as substâncias citadas em Medo e Delírio em Las Vegas”, mas talvez isso só atrapalhasse o entendimento).

Como todo fato histórico, a noite também tem suas quase-lendas e causos, como o da estonteante “loira de cinza” que deixou babando os homens (e algumas mulheres) presentes e a macarronada coletiva do Edmundo (dono do Matriz), às 6 da manhã.

Fiz vários vídeos e fotos da noite, mas certos acontecimentos são importantes demais para serem maculados pela imagem e prefiro tê-los guardados, com todo meu carinho e subjetividade, na memória.

28 de abril de 2009

ATENÇÃO! Chamado para posers e açougueiros

bonde do rolê em bhNesta sexta-feira tem show do Bonde do Rolê em Belo Horizonte, no Deputamadre. Vou passar no açougue amanhã e separar uma carne suína caprichada pra levar ao show.

Quem não entendeu a piada não lembra disso?

26 de abril de 2009

Cobertura do Abril Pro Rock 2009

Quem quiser saber como foram os shows do Abril Pro Rock deste ano pode conferir a cobertura coletiva realizada pelo Lumo, publicada no blog do coletivo. São diversas fotos, comentários e vídeos sobre os shows de bandas como Mundo Livre SA, Marcelo Camelo, Volver, Retrofoguetes e Black Drawing Chalks.

Primeira noite do Abril Pro Rock 2009


Segunda noite do Abril Pro Rock 2009


Volver
Os shows foram transmitidos via internet e o áudio das gravações também está disponível nos links abaixo:

23 de abril de 2009

Seminário Internacional Música e Movimento começa hoje em BH

Complementando a programação do festival Conexão Vivo, o Museu Inimá de Paula, em Belo Horizonte, sediará a segunda edição do Seminário Internacional Música e Movimento. De hoje a domingo serão realizados dois encontros diários (às 14h e às 16h) para discutir temas dentro de quatro áreas selecionadas: "Música, tecnologia e mobilidade", "Direitos autorais", "Movimento" e "Internacional".

Apesar do horário pouco oportuno para quinta e sexta-feira, o seminário apresenta temas que precisam ser debatidos e trabalhados de forma coletiva pelas pessoas envolvidas ativamente no setor musical e cultural como um todo. A presença de profissionais gabaritados e responsáveis por iniciativas importantes como Pablo Capillé, do Espaço Cubo, André Stangl, da Eletrocooperativa, e Sérgio Branco, da Fundação Getúlio Vargas, cria a oportunidade de maior contato com ações de vanguarda, abrindo espaço para que os participantes conheçam mais sobre os assuntos discutidos e desenvolvam suas ideias.

Para quem estiver na dúvida sobre qual dia participar, minha sugestão são os dois encontros de hoje sobre novos negócios em mídias móveis e difusão musical em meios digitais, questões cruciais tanto economicamente como conceitualmente no atual momento. O encontro sobre a movimentação na cena, no sábado, também é altamente indicável.

Programação

23 de abril - Música, tecnologia e mobilidade
14h – DIFUSÃO DA MÚSICA BRASILEIRA EM MEIOS DIGITAIS E REDES DE RELACIONAMENTO VIRTUAIS
Beni Goldenberg - (Diretor do Terra Sonora - SP)
Dagoberto Donato - (Diretor da Trama Virtual - SP)
Marcelo Cabral - (Crowley Rádio - SP)
Mediador : Alex Antunes (Revista Rolling Stone)

16h – INOVAÇÃO E NOVOS NEGÓCIOS EM AMBIENTES MOBILE
Carlos Roseiro (Gerente de Inovação e Serviço de Valor Agregado - Vivo - SP)
Adrian Harley (Music Manager Brasil - Nokia)
Felippe Llerena (I-música - RJ)
Mediador : James Lima (Editor-chefe Music News - SP)

24 de abril - Direitos autorais
14h - A NOVA LEI DE DIREITOS AUTORAIS BRASILEIRA E SEUS IMPACTOS NO SETOR MUSICAL
Fernando Brant (Presidente da UBC)
Glória Braga (Superintendente do ECAD)
Mediador : Guilherme Fiúza (Fórum Mineiro do Audiovisual e Presidente da Associação Curta Minas - ABD/MG)

16h - UM BALANÇO SOBRE A LICENÇA CREATIVE COMMONS
Sérgio Branco (Creative Commons - FGV)
Hidelbrando Pontes (Advogado especializado em Direitos Autorais)
Mediador : Reubem da Cunha Costa (Blog Baixa Cultura)

25 de abril - Movimento
14h - ARRANJOS PRODUTIVOS LOCAIS - ALTERNATIVAS SOCIAIS DE GERAÇÃO DE RENDA E AS NOVAS TECNOLOGIAS MOBILIZAÇÃO DO SETOR MUSICAL
Afonso Luz (Secretaria de Politicas Culturais - MinC)
Pablo Capilé (Espaço Cubo - Circuito Fora do Eixo - MT)
Marcos Vinicíus Franchi (SPPC- MinC - DF)
André Stangl (Eletrocooperativa - BA)
Mediador : Talles Lopes (Circuito Fora do Eixo / Abrafin - MG)

16h - AS ALTERAÇÕES NO FINANCIAMENTO PÚBLICO À CULTURA E OS IMPACTOS NO SETOR DA MÚSICA
Thiago Cury (Coordenador do Centro de Música da Funarte)
Daniel Zen (Presidente do Fórum de Secretários Estaduais de Cultura - AC)
Mediador : Vitor Santana (Fórum da Música de Minas Gerais)

26 de abril - Internacional
14h - CIRCUITOS E REDES INTERNACIONAIS DE MÚSICA
Rogério Amorim ( Rede Territórios Solidários - DF)
Mariana Markowiecki -(Bafim - ARG)
David McLoughlin (BM&A - SP)
Mediador : Edu Louzada (Articulador internacional de projetos musicais – ES)

16h - OPORTUNIDADES PARA A MÚSICA BRASILEIRA NO EXTERIOR
Quinn Caruana (Festival Pop Montreal - Canadá)
Xabier Alonso (AGEN - Agência Galega das Empresas Musicais - Galícia - ESP)
Mediador : Makely Ka (Fórum da Música de Minas Gerais)

Sobre o formato dos debates, segundo o material de divulgação:
"Mesas com duração de 1 hora de exposição e 45 minutos de debate com a platéia. Ao final de cada dia, às 18h será realizado um sumário pelos mediadores com a síntese de cada dia e 30 minutos para o debate final com a platéia"

22 de abril de 2009

Os rumos blogueiros do Itaú Cultural

Cartaz da Mostravídeo de abril
Este ano o Itaú Cultural passou a utilizar blogs de forma mais efetiva em suas ações e o blog do Rumos Itaú Cultural é o melhor exemplo disso. Além de registrar a passagem dos profissionais envolvidos nas palestras realizadas em cada capital brasileira, o blog mistura uma visão dos bastidores do projeto com materiais que ampliam as discussões realizadas nos encontros presenciais do Rumos 2009.

A Mostravídeo, que em 2009 está sendo realizada em Belo Horizonte (MG) e Vitória (ES), também estreou seu blog, no qual os curadores do cineclube apresentam as obras selecionadas e os conceitos abordados.

Mais do que uma forma de se aproximar de seu público em potencial, a utilização de blogs desta maneira possibilita a ampliação das ações realizadas pelo instituto para além dos espaços físicos em que são realizadas e permite um registro dos acontecimentos tornando-os, em certos aspectos, acessíveis a qualquer pessoa.

Outra boa forma de se manter conectado às ações do Itaú Cultural é acompanhá-lo no Twitter, no qual possui um dos perfis institucionais mais legais do país.

Seguindo a mesma linha intelectual no meio cultural, o Instituto Sérgio Motta também faz um bom uso do blog como sua principal ferramenta de comunicação, sempre aliado a outras ferramentas de públicação e difusão de conteúdo de forma prática, como Twitter, Flickr e YouTube.

Algumas capitais ainda receberão a caravana do Rumos 2009, cuja programação restante segue abaixo:

Belo Horizonte, MG: 22 e 23 de abril, Museu Inimá de Paula
22/04, às 19h — Palestra Processos de Criação, com Suely Rolnik
23/04, às 19h — Palestra O Real Imaginado: O Documentário de Criação, com Joel Pizzini, e Palestra Processos de Criação no Documentário, com Consuelo Lins

Teresina, PI: 23 de abril, Fundação Cultural do Piaui/Fundac
23/04, às 19h — Palestra Processos de Criação: A obra de Charles Darwin como exemplo de processo criativo, com Nélio Bizzodas
23/04, das 9h30 às 18h — Oficina Em busca do personagem: um olhar singular, com José Castello

Maceió, AL: 27 e 28 de abril, Sesc Maceió/Faculdade Integrada Tiradentes
27/04, das 9h30 às 18h — Oficina Em Busca do Personagem: Um Olhar Singular, com José Castello
28/04, das 9h30 às 18h — Oficina Blogs, Estilos Textuais e a Construção da Reputação em Rede, com Fábio Malini

Florianópolis, SC: 27 e 28 de abril, Universidade Federal de Santa Catarina
27/04, às 19h — Palestra Processos de Criação, com Ronaldo Entler
28/04, das 14h às 18h — Oficina Espetáculos Multimídia, com Roberto Moreira
28/04, às 19h — Palestra Experimental no Audiovisual, com César Guimarães e Roberto Moreira

Porto Alegre, RS: 28 a 30 de abril, Fundação Iberê Camargo
28/04, às 17h — Palestra A importância do corpo nos processos de criação em arte contemporânea, com Christine Greiner
29/04, às 17h — Palestra Experimental no Audiovisual, com César Guimarães e Roberto Moreira
30/04, às 19h — Palestra Processos de Criação na Dança, com Marcela Levi, e Palestra Processos de Criação e Documentação em Site: Antes da Queda, com a Companhia Perdida, com Juliana Moraes
30/04, das 14h às 17h — Oficina Introdução à Web Colaborativa, com Thiago de Souza Camelo

Curitiba, PR: 29 de abril, Casa Andrade Muricy
29/04, às 19h — Palestra Processos de Criação, com Cecília Almeida Salles, e Palestra A obra de Charles Darwin como exemplo de processo criativo, com Nélio Bizzo.
Local: Auditório Brasílio Itiberê - Rua Cruz Machado, s/nº, anexo ao prédio da Secretaria de Estado da Cultura do Paraná. A entrada é franca, com 135 lugares disponíveis

20 de abril de 2009

Festa animal: Macaco Bong e Burro Morto em BH

A noite de hoje, pré-feriado, tem um programa que é garantia de diversão: a festa do Circuito Mineiro de Música Independente com shows dos excelentes Macaco Bong e Burro Morto, no Matriz.

Atualizo o resto durante o dia.

shows
MACACO BONG (MT)
BURRO MORTO (PB)
DJs
Moita (Porcas Borboletas - Uberlândia)
B-Flogin (Fórceps - Sabará)
Leth (Uberaba)
Stereotóxico (Pegada - BH)
Local
Matriz (Terminal turístico JK, Rua Guajajaras 1353, Centro, Belo Horizonte / MG)
R$ 8 (adiantado) / R$ 10 (na hora)
A partir das 23h

Apoio
Fora do Eixo / Conexão Vivo

17 de abril de 2009

MP3 da semana: "Threat Detected"

Dizer que eles são o Death From Above 1979 de BH seria exagero, mas a analogia explica a ideia por trás da The Hell´s Kitchen Project: baixo, bateria e vocais invocados tocando rock and roll alternativo dançante, com uma considerável influência stoner rock.

Por enquanto a banda possui apenas algumas músicas disponíveis na internet e prepara seu primeiro lançamento físico para este ano. "Threat Detected" é uma das mais pesadas e animadas músicas da banda e serve de aquecimento para o show que faz hoje no festival Conexão Vivo, em BH, no qual foi selecionada pela curadoria entre as centenas de artistas inscritos.

"Threat Detected"





Banda: The Hell´s Kitchen Project
Música: "Threat Detected"
Ano: 2008
Cidade: Belo Horizonte (MG)
Pra quem gosta de: distorção + rock dançante + stoner rock

15 de abril de 2009

A fuga de Thiago Pethit e as paisagens em um caminho incerto

Thiago Pethit por Autumn SonnichsenLembro-me perfeitamente do momento em que, durante o festival Eletronika 2008, em BH, conversava com o Guizado sobre a capacidade da música instrumental fazer com que o ouvinte construa imagens mentais únicas baseado apenas no som e algumas poucas palavras usadas para nomear a música em questão, resultando em experiências singulares e às vezes indecifráveis, inexplicáveis.

Esse poder sinestésico presente em algumas obras (e que encontra respostas mais fortes em certas pessoas) foi o que mais me chamou atenção em "Fuga n°1", novo single virtual de Thiago Pethit. A canção de Pethit não é instrumental e sua letra não é complexa. Mesmo assim, é excelente exemplo da força da música em extrapolar o campo sonoro e permitir novas reações em quem a escuta.

De início solitário e a bela voz indicando um coração partido, "Fuga n°1" cresce em constante profusão de instrumentos e angústia, carregada de um bucolismo majestoso e triste, como se fosse a música tocada por uma trupe circense perdida e sem perspectiva em meio aos campos e tocar fosse tudo que lhes restasse.

Demonstrando evolução em relação ao (bom) trabalho apresentado no EP Em Outro Lugar, de 2008, Thiago Pethit caminha entre o indie folk exótico cujo maior representante é o Beirut e a melancolia acústica de Nick Drake, sem, no entanto, deixar claro qual será o caminho trilhado.

- - - - -

O single "Fuga n°1" contou com lançamento virtual simultâneo em vários blogs brasileiros nesta quarta-feira. Abaixo estão os links para download da música e do EP Em Outro Lugar, além dos blogs que participaram do lançamento.

Fuga n°1
Em Outro Lugar

Experiências musicais alternativas ao redor do planeta: Musica Alliance Pact de abril!

Blogs de 25 países escrevendo sobre as bandas alternativas de seus respectivos países e, no dia 15 de cada mês, republicando uma coletânea mundial com um artista de cada um desses países. Quem acompanha o Meio Desligado há algum tempo sabe que ele faz parte dessa iniciativa, intitulada Music Alliance Pact, é o representante brasileiro na rede, ao lado de blogs de países tão distintos quanto Finlândia e México.

A coletânea desse mês tem uma pegada tipicamente indie, algo que não foi combinado entre os integrantes da MAP e que particularmente não me agrada tanto. Seguindo uma linha um pouco diferente, muito mais experimental, minha escolha em abril é uma das bandas mais incríveis a surgir na história da música brasileira, a Hurtmold. Banda tão complexa e com material de tão alta qualidade que me neguei a tentar defini-lo. Cada pessoa deve ouvir e ter sua "experiência Hurtmold", nesse caso, através da música com o impagável título de "Música política para Maradona cantar". Alguma dúvida de que os caras da banda são gênios?

ALEMANHA: Blogpartei
Lali PunaNin-Com-Pop
Lali Puna is another band from the great Weilheim circle led by Valerie Trebeljahr. Established in 1998, I consider them to have a higher creative potential than recently featured The Notwist, where her boyfriend and Lali Puna fellow Markus Acher is playing. Nin-Com-Pop is a song from their second album Scary World Theory. A new record will be released later this year.

ARGENTINA: Zonaindie
Chau FanBoletos De Tren
"Chau Fan é uma dupla menino-menina de indie folk (ou anti-folk?) de Buenos Aires, formada por Micaela Quinteros e Marcelo Lares. Os dois cantam e tocam violão e, nesta canção específica, Micaela faz um charmoso solo de harmônica. "Boletos De Tren" estará presente em uma coletânea feita pelo Zonaindie que apresentará cinco músicas de bandas que nunca tiveram a oportunidade de gravar em estúdios profissionais (nós os convidamos ao estúdio e os ajudamos a gravar). Considere esta canção uma exclusividade da MAP."

AUSTRÁLIA: Who The Bloody Hell Are They?
Lisa MitchellCoin Laundry
"Sim, esta poderia facilmente ser a trilha de um comercial de iPod Nano, mas essa acessibilidade arrebatadora é uma qualidade terrivelmente difícil de se ter em uma música. Quem esperaria que um antigo participante da versão australiana do American Idol produzisse algo que prestasse? Esta é uma canção adorável e espero que toque bastante."


BRASIL: Meio Desligado
HurtmoldMúsica Política Para Maradona Cantar
Prefiro não tentar explicar o Hurtmold. Você tem que ouvir e sentir. É mais do que música, é uma experiência.

CANADÁ: I(Heart)Music
Dinosaur BonesNYE
"Dinosaur Bones estão atraindo todas as atenções em torno de seu EP de estreia e esta cançao faz com que seja fácil descobrir o motivo disso. Eles misturam The National e uma sensibilidade pop-inglesa resultando em algo bastante singular."

CHILE: Super 45
The Same SkyWe Sleep Under The Same Sky
The Same Sky is the music project of Joseph Simon, a 15-year-old Chilean who was born in Canada. It is precisely this biographic fact that can define his music – warm guitar sounds of slow rhythm alongside a smooth voice heavily influenced by bands such as Beirut, Arcade Fire and The National. The recent release of his first album (Two Hearts / Apart Under The Same Sky) supports this feeling of songs as a perfect soundtrack for winter days spent at home, enjoying the natural melancholy.

CINGAPURA: I'm Waking Up To...
Astreal Snowflake
Some may say that when you're in love, the stars align. For Astreal, love is more of a cosmic collision course between stars and planetary bodies. In the unassumingly titled Snowflake, there lies so much destructive potential in a love so intense that, yes, even "the stars, they burn for you". Taken from their second album Fragments Of The Same Dead Star, the song combines the melodic infatuations of shoegaze with the aural impudence of noise-rock for a blistering and haunting love song that almost borders on maniacal obsession. Is this love? That's for you to decide.

CORÉIA DO SUL: Indieful ROK
ToxicbiasfleurivyParallel Assembly
GDM duo Toxicbiasfleurivy might not be the obvious choice for MAP but their latest album, Particles, provided an interesting exception from my usual listening when it was released late March. Electronic, experimental and pretty much the opposite of easy listening, the listener is advised to enjoy astral emotions while digesting this music inspired by quantum physics.

DINAMARCA: All Scandinavian
Ruhan DaisyWe Know You
There's quite a bit of post-rock going on in Scandinavia these days, one brilliant act being this Danish quintet. It's grandiose, funky with bits of (acid) jazz thrown into the mix and sports an equilibristic sense of detail. Ruhan Daisy's crowning achievement, however, is their catchy pop sensibility driving the complex compositions out of nerd-country into the mainstream. At least that's how it should be.

ESCÓCIA: The Pop Cop
There Will Be FireworksForeign Thoughts
Bands of the calibre of There Will Be Fireworks are far too rare, but that's not a bad thing because you'll end up appreciating them all the more. Although TWBF seem like the perfect new students in Scotland's renowned post-rock school, their take on the genre is far more moving and lyrically impassioned than anything that has gone before them. Foreign Thoughts, taken from the Glaswegians' forthcoming eponymous debut album, has the beautiful intensity of a Band Of Horses classic and will stay with you long after its three-and-a-half minutes are up.

ESPANHA: El Blog De La Nadadora
AnntonaNunca Es Tarde
Apart from his membership in the band Los Punsetes, Manu has a solo project called Anntona, in which he makes the best pop songs imaginable. He has just released his second album, En La Cama Con Anntona ("In Bed With Anntona") which contains 10 fizzy and addictive pop pearls such as opening track Nunca Es Tarde.

ESTADOS UNIDOS: I Guess I'm Floating
Thing OneMop Yards
New Jersey's Thing One have been on my radar since last year when I first heard a few tracks from their debut album You'll Be Fine. Mop Yards brings traces of The Smiths and ELO into the new millennium with strange electronic warbles and dancey synth patches. Singer Joey Palestina creates a veritable summer anthem with the repeated line, "The heat is non-stop, hide the women in cop cars". Whatever that means, Joey, I feel ya.

INGLATERRA: The Daily Growl
Alessi's ArkThe Horse
Alessi's Ark is west London teenage sensation Alessi Laurent-Marke and here is the single version of The Horse from the Mike Mogis-produced new album, out next month.

FINLÂNDIA: Glue
PalmaRide Around
After a couple of years in the making, Helsinki band Palma recently released their debut album Be Bold And Mighty Forces Will Come To Your Aid. Palma refers to an old soda drink in Finland and the band, indeed, produce some refreshing indie-pop songs, rooted in the classic sounds of the 70s, and with a danceable groove. It's retro and modern. For fans of The Soundtrack Of Our Lives and Supergrass.

FRANÇA: SoundNation
SundogsSo Close
Sundogs are a French band who live in London but play in both England and France. The group is made up of two guys - bassist Jeff ("le petit blond") and Pierre on guitar. The other musicians are French or English guests, depending on where they are playing.

IRLANDA: Nialler9
202sEase My Mind
There was a general air of being caught unaware in the Irish media and bloggers when this duo's debut landed on their desks. Without any gigs and already signed to French label Le Son Du Maquis, their charming Primal Scream and Broadcast-indebted indie-pop has skipped a few hurdles without skipping on the tunes.

ISLÂNDIA: I Love Icelandic Music
Lay LowLast Time Around
Lovísa Elísabet Sigrúnardóttir is a 26-year-old half-Sri Lankan, half-Icelandic singer, born in London. She sings under the name Lay Low and her music is a combination of blues, folk and country. This year, Lovísa has already supported Emiliana Torrini on tour and signed a record deal with Nettwerk. Last Time Around is on her third solo album, Farewell Good Night's Sleep.

ITÁLIA: Polaroid
Gazebo PenguinsWallabees
A punk band that quotes Alfred Korzybski? Yes, please. The Name Is Not The Named is the title of Gazebo Penguins' new album and it's full of powerful hardcore in the style of At The Drive-In, with a nod to Motorpsycho. Sharp guitars, heavy rhythms, driving choruses and smart attitude.

MÉXICO: Club Fonograma
Mexican Institute Of SoundReventon
Mexican Institute of Sound is a solo project by the multi-talented Camilo Lara. He just released his third album Soy Sauce, another celebration of Mexico's traditional music fused with funky tunes, electronica and the genre that's getting ready to shake the world again, cumbia. MIS is an explosive adventurous musical ride of our rich culture. They are preparing to perform at this year's Coachella festival and with songs like Reventon, it is sure to get the fiesta up in wild spirit.

NORUEGA: Eardrums
Dylan MondegreenAnimal (cover do Hiawata!)
For this month's MAP I will present not one Norwegian act, but two. The performing artist here is Dylan Mondegreen, one of my absolute favourites in Norway. He is currently working on his second album, which should be released later this year. The song he sings is written by another favourite of mine, an indie-pop band from Oslo called Hiawata!. Mondegreen's cover of their song Animal was a b-side on Valley Boys, the first single from their second album, These Boys And This Band Is All I Know, due out soon on SellOut! Music.

NOVA ZELÂNDIA: Counting The Beat
Three Legged HorseRed
Red is the opening track on Down, the debut album of Three Legged Horse, a trio from Waiheke Island, around 20km offshore from Auckland. The band bring together the grungy dark introspection of lyricist/vocalist Bede Taylor, the smooth powerful vocals of Gina Higham and the musicality of Aaron Carpenter into a combination much greater than the sum of its parts. Red is a good intro to an extraordinary album that melds acoustic country blues with dirty guitar and vocal grit and growls.

PERU: SoTB
AutobusVolver
Autobus formed in Lima in 2006 and released their debut album last year. Although they have a clear rock essence, they have electronic influences and a pop touch which sets them apart from their peers, so much so that many people are surprised by where they come from. They have made a good impression abroad, achieving their aim of drawing attention to the local scene.

PORTUGAL: Posso Ouvir Um Disco?
The ClitsLay Low
If there was a such a genre as electro-psychic-punk-rock-pop, The Clits would be the kings. It all started in 2006 when Carlos (guitars, keyboards and backing vocals) invited Ana Leorne (vocals) to form an electro-punk project, influenced by the riot grrrl movement and some of their favourite artists such as Joy Division, Bauhaus, Nina Hagen and Suspicious (another Portuguese electro-punk project). Their first record, The World Is A Mess But My Hair Is Perfect EP, was released in December 2007.

ROMÊNIA: Babylon Noise
PersonaMomentary Lack Of Passion
Inspired by Ingmar Bergman's movie Persona, this band belongs to the new generation of Romanian musicians that bloomed after the anti-communist revolution of December 1989. The group's members have been involved in the music scene since then, playing in several acts before forming Persona. Their music is, indeed, one of British influence but cannot be strictly labelled – the musical background and influences of each of the members, refined by experience and artistic maturity, blend together in the Persona genre.

SUÉCIA: Swedesplease
The Late CallLinnea
The Late Call is really just one guy (and friends) from Stockholm named Johannes Maye. His debut album, Leaving Notes, chronicles the long distance relationship he had with his girlfriend. The record and this song has an organic feel on account of the mostly acoustic instrumentation. Linnea is a perfect example of the gorgeous pop you can expect from The Late Call.


12 de abril de 2009

Festivais de cinema independente com inscrições abertas

Três dicas para os realizadores de produções audiovisuais independentes no Brasil:

festival indieO Indie já se tornou um dos principais festivais de cinema de Minas Gerais e em 2009 acontece de 3 a 10 de setembro em BH e de 10 a 17 do mesmo mês em São Paulo (onde será realizado pela segunda vez). O regulamento está disponível no site. Longas e médias-metragens de ficção ou documentário, nacionais ou estrangeiros, finalizados a partir de 2008 podem ser inscritos até 19 de maio.

Produções audiovisuais brasileiras finalizadas a partir de 2008 podem ser inscritas até 30 de abril através do site do Cine OP e envio de DVD com o material. A quarta edição do Cine OP - Mostra de Cinema de Ouro Preto acontece na cidade histórica mineira entre 18 e 23 de junho contando com exibições, oficinas e outras programações. Leia o regulamento.

E direto do Rio Grande do Norte, do coletivo Noize:
Cine Noize“O projeto Cine Noize surge com o propósito de apresentar para o público potiguar um segmento da produção de vídeo no Brasil que, apesar de existir e crescer ano após ano, possui ainda uma imensa dificuldade de exibição. No caso, são as produções nacionais ligadas principalmente à música independente, seja na forma de documentários, vídeo-clipes ou curta-metragens (animações, vídeo experimental etc). O projeto também abre portas para curta metragens de temas livres e animações em geral.
O CineNoize acontecera mensalmente na Casa da Ribeira, com aproximadamente uma hora e meia de programação, entre video cliples, curtas e documentarios.
como participar?
mande um e-mail para cinenoize@hotmail.com com os seguintes dados: nome / categoria (clipe, documentário, etc) / link do video”

11 de abril de 2009

Programação completa do festival Conexão Vivo em BH

Ao todo serão nove dias com muitos shows distribuídos em dois palcos montados no Parque Municipal Américo Renné Giannetti, no centro de Belo Horizonte, misturando rock, pop, MPB, samba e outros estilos, com destaque para os artistas mineiros.

Em negrito estão as bandas/artistas que indico no Conexão Vivo 2009, com breves comentários.

Dia 17, sexta
18:30 Rocknova (MG)
19:30 The Hell´s Kitchen Project (MG) >> Uma das bandas mais legais da nova geração indie de BH. Rock´n´roll dançante feito só com baixo e bateria (e vocais, claro)
20:30 Vanguart (MT)
21:30 Renegado (MG) convida Marku Ribas e Cubanito (MG) >> Hip hop multicultural feito por este que é um dos principais novos artistas do gênero no Brasil.
22:30 Gilvan de Oliveira (MG) convida Renato Borghetti (RS)

Dia 18, sábado
18:30 Julgamento (MG) >> Hip hop com forte pegada rock. Dizem que é bom ao vivo, ainda não conferi.
19:30 Zé da Guiomar (MG)
20:30 Juarez Moreira (MG) convida Wagner Tiso (MG) >> Dois ícones da música instrumental mineira.
21:30 Macaco Bong (MT) >> Uma das melhores bandas da década. Rock instrumental pesado e experimental.
22:30 Celso Moretti (MG) convida Alexandre Massau (Cidade Negra - RJ)

Dia 19, domingo
18:30 Bleffe (RJ)
19:30 Ito Moreno (SP)
20:30 Lavadeiras de Almenara e Carlos Farias (MG) convidam Socorro Lira (PB)
21:30 Sandália de Prata (SP)
22:30 Babilak Bah (MG) convida Chico Correa (PB) >> Sons de enxadas misturados com eletrônica e regionalismos. "Só" isso já vale a presença no show.

Dia 20, segunda
18:30 PROA (MG) >> Fique bêbado e curta o surf-punk circense.
19:30 Black Sonora (MG)
20:30 Fabiana Lima e Bruno Andrade convidam Tambolelê (MG)
21:30 Maurício Ribeiro convida Prucutrutá (MG)
22:30 Aline Calixto (MG) convida Edu Krieger (RJ) >> Ela é uma das principais promessas do samba / mpb e em breve lançará seu primeiro CD. Eu já ouvi e digo que está bem legal.

Dia 21, terça
18:30 Burro Morto (PB) >> Afrobeat, psicodelia e rock experimental da melhor qualidade.
19:30 Cidadão Instigado (CE) >> Doidera da porra!
20:30 Kiko Klaus (MG/PE) e Naná Vasconcelos (PE) >> O som é variado, ideal pra quem gosta de Lenine com uma pegada mais experimental.
21:30 Falcatrua convida John Ulhoa (Pato Fu) (MG)
22:30 Chico Amaral convida Samuel Rosa e Marina Machado (MG)

Dia 23, quinta
18:30 Transmissor (MG) >> Se tivesse que apostar todas as minhas fichas na banda que acredito ter o maior potencial para ser uma das principais do país, sem ter de se vender aos critérios assimiláveis e fáceis do mundo pop, Transmissor seria a minha escolha.
19:30 Serginho Silva convida Paulinho Pedra Azul (MG)
20:30 Otto (PE) >> Quem ainda não ouviu o pequeno clássico Samba Pra Burro, de 1998, não imagina o que está perdendo. Pós-mangue beat eletrônico e viajante, pra resumir porcamente.
21:30 Makely Ka (MG) convida Catatau (Cidadão Instigado - CE) e Alexandre Lima (Manimal - ES) >> Outro dia o Makely abriu um show do Tom Zé em BH e algumas pessoas disseram que depois do Makely já podiam ter ido embora porque o show dele era o melhor da noite. Sentiu a onda?
2:30 Porcas Borboletas (MG) convida Arrigo Barnabé, Paulo Barnabé e Bocatto (SP)

Dia 24, sexta
18:30 Soatá (DF)
19:30 Enéias Xavier convida Flávio Venturini (MG)
20:30 Patricia Ahmaral convida Vander Lee (MG)
21:30 Pedro Morais (MG) convida Moska (RJ) >> O Pedro acaba de gravar seu novo CD com o Chico Neves (que, entre outros, produziu o Bloco do Eu Sozinho, do Los Hermanos) e esta será uma das primeiras oportunidades do público mineiro conferir como está seu som, uma mistura de samba-rock, mpb e pop.
22:30 Curumin (SP) >> O sujeito já virou cult e suas canções suingadas funcionam super bem ao vivo.

Dia 25, sábado
18:30 Madame Saatan (PA)
19:30 Elisa Paraiso (MG) convida Toninho Ferragutti (SP)
20:30 Anthonio convida Telo Borges (MG)
21:30 Filomedusa (AC) >> O que falta em tamanho ao guitarrista sobre em peso e pegada setentista. O estilo do vocal incomoda algumas pessoas (como eu), mas no geral o resultado é bom ao vivo.
22:30 Mauricio Tizumba (MG) convida Marcos Suzano (RJ)

Dia 26, domingo
18:30 Thiago Delegado (MG)
19:30 Caminhos do Jequitinhonha: Wilson Dias, Déa Trancoso e Carlos Farias convidam Pereira da Viola (MG)
20:30 Flávio Henrique convida Artur Andrés (Uakti) (MG)
21:30 Vitor Santana (MG) convida Fabiana Cozza (RJ)
22:30 Samba do Compositor (MG) - Miguel dos Anjos, Dudu Nicácio & Mestre Jonas convidam Riachão (BA) >> Se eu estiver bêbado eu canto e danço junto nesse show. Sambinha fino e mais tradicional.

Programação do PMW Rock Festival 2009

pmw rock festivalO PMW Rock Festival é um dos principais festivais de rock do norte do Brasil e em junho realiza sua 5 edição em Palmas, no Tocantins. O festival deste ano tem como principais atrações da programação Pato Fu, Ratos de Porão (ambos no dia 12 de junho), Mundo Livre S/A e B Negão e os Seletores de Frequência (no dia 13).

Os shows acontecerão nos dias 12 e 13 de junho, mas o festival começa um pouco antes, no dia 9, com a Feira PMW, que se estende até o dia 11 no Espaço Cultural.

Na página do festival no MySpace é possível ouvir todas as bandas da programação e entrar em contato com a produção.

12.06 - sexta (Espaço Cultural)
01h20 – PATO FU | MG
00h30 – LENDÁRIO CHUCROBYLLIMAN | PR
23h30 – RATOS DE PORÃO | SP
23h00 – NEVILTON | PR
22h30 – BODDAH DICIRO | TO
22h00 – PACATO CIDADÃO DO ALTO | GO
21h30 – CRÍTICOS LOUCOS | TO
21h00 – PIMENTA BUENA | RS
20h20 – MATA-BURRO | TO
20h00 – MEROS BERROS | TO

13.06 - sábado (Espaço Cultural)
01h20 – MUNDO LIVRE S/A | PE
00h30 – BARANGA | SP
23h30 – BNEGÃO E OS SELETORES DE FREQUÊNCIA | RJ
23h00 – MECHANICS | GO
22h30 – ENGENHO NOVO | TO
22h00 – A PEDRA | SP
21h30 – LA CECÍLIA | TO
21h00 – THE BAGGIOS | SE
20h20 – A BABA DE MUMM RÁ | TO
20h00 – VENTO AZUL | TO
19h30 – NOSE BLEND | TO
19h00 – MEU XAMPU FEDE | TO

10 de abril de 2009

O que é Twitter e como utiliza-lo: parte 2

Parte 2: terminologia e funcionamento

Primeiro, clique em “settings”, depois em “design” e personalize sua página de acordo com seu gosto. O visual padrão do Twitter é horrível.

Após ter dado um toque de bom gosto (ou não) ao visual, retorne à sua página inicial do Twitter e repare nos botões de “replies” e “direct messages” na barra lateral. Ambos são auto-explicativos, mas aqui vai uma ajuda:
- “Direct messages” são mensagens que só serão vistas por você e o destinatário da mensagem em questão. Serve para manter o restinho de privacidade que ainda temos na internet. Somente usuários que estejam conectados (ambos se seguindo) conseguirão trocar mensagens privadas.
- “Replies” são respostas, um retorno a algo que você escreveu. Toda vez que você estiver logado no Twitter e quiser dar um retorno sobre algum texto que viu no site, basta colocar o mouse sobre esse texto e clicar na setinha que aparecerá do lado direito do texto, abaixo da estrela usada para salvar esse texto como um dos seus favoritos. Ao clicar na seta, a área de inserção de texto apresentará “@nomedapessoa” no início. Essa é a forma de identificar que seu texto se refere a algo que essa pessoa escreveu ou a ela mesmo. A mesma forma serve para mandar uma mensagem para essa pessoa, porém mantendo o conteúdo da mensagem acessível a todos no site.
Exemplo: "@meiodesligado que dia a gente sai pra beber?"
Assim, sua mensagem aparecerá entre os meus “replies” e todas as outras pessoas saberão que você estava se referindo a mim.

Sempre que for se referir a alguém que tem um perfil no Twitter use o @nomedapessoa.

Outros termos bastante utilizados são:
RT - retwitting: nada mais que republicar algo que alguém publicou no Twitter
#: precede uma tag, uma palavra-chave que contextualize o assunto do texto e facilite sua organização e localização na pesquisa do Twitter. Exemplo: Chovendo granizo! #climabh (o posicionamento da tag não importa, ela pode vir em qualquer lugar da frase)
twittar: atualizar o seu twitter com algum conteúdo (o equivalente a "postar" ao no blog)

Você pode conferir vários outros “verbetes” do Twitter no Twictionary e no blog Twitter Brasil, que possui um termos bem geeks, como esses abaixo:
baleiar - verbo criado a partir das sucessivas vezes em que o Twitter saía do ar e no lugar aparecia a imagem de uma baleia. Sinônimo aproximado de “sair do ar”
track - ferramenta do Twitter que permite (permitia?) acompanhar determinadas tags do Twitter por ferramentas como Google Talk ou celular. Para parar de acompanhar alguma tag, é preciso usar o código "untrack".

9 de abril de 2009

O que é Twitter e como utilizá-lo: parte 1

Parte 1: Para quem não tem tempo (ou saco) para ler muito

O Twitter é um serviço de microblog que permite a publicação de textos de até 140 caracteres. Basicamente, é isso. O nome “microblog” justifica-se pelo fato de a estrutura de publicação e organização de conteúdo ser semelhante à dos blogs, com o conteúdo mais recente sendo disposto acima das informações anteriores.

Além da limitação do espaço de publicação (140 caracteres), outro grande diferencial do Twitter (e dos microblogs em geral) é seu caráter de rede social. Cada usuário do Twitter tem sua própria página pessoal (como, por exemplo, twitter.com/meiodesligado), onde são apresentadas e arquivadas todas as suas mensagens e pode optar por “acompanhar” (no original, “follow”) as atualizações de qualquer outro usuário. As mensagens de cada uma das pessoas que você decidir “acompanhar” serão apresentadas na sua página inicial logo após fazer seu login no Twitter, como se formassem um microblog coletivo em constante atualização e visível apenas por você (enquanto a sua página no Twitter, exibindo somente o conteúdo que você mesmo publicar, estará disponível em seu perfil no site, twitter.com/seunome). Também existe a opção de manter seu perfil privado, o que significa que somente as pessoas autorizadas po você poderão ter acesso ao que você publicar.

Da mesma forma que você pode “acompanhar” as atualizações de outras pessoas, elas também podem “acompanhar” todas as suas atualizações e receber esse conteúdo em suas páginas no Twitter. Aí está um dos grandes pontos à favor do Twitter: ao contrário do que acontece em sites como Orkut e MySpace, em que a aproximação entre dois usuários tem que ser recíproca, no Twitter milhares de pessoas podem “te adicionar” e você não precisa “aceitar como amigo” nenhuma delas. Ou seja, elas vão receber cada uma das suas atualizações, mas você não terá, necessariamente, que também receber o que elas escrevem. É por isso que existem as categorias “following” (com as pessoas que você “acompanha”) e “followers” (com as pessoas que recebem suas publicações).

Essa dinâmica de funcionamento diminui os spams e evita o contato com pessoas inconvenientes (ou simplesmente chatas). Se você decidiu “acompanhar” as atualizações de alguém que só escreve coisas que não lhe interessa, basta apertar o botão “unfollow” (algo como “deixar de acompanhar”) e parar de receber as atualizações dessa pessoa. Por isso é comum encontrar perfis comerciais no Twitter que acompanham milhares de pessoas e que têm poucos “seguidores”, já que são pouquíssimas as pessoas que resolveriam receber spam por vontade própria.

8 de abril de 2009

Festival Conexão Vivo em Belo Horizonte

Após realizar shows e oficinas pelo interior de Minas Gerais durante o mês de março, o festival Conexão Vivo chega a Belo Horizonte no dia 17 de abril e estende sua programação, com pequenas interrupções, até o dia 26 com vários shows no Parque Municipal, bem no centro da cidade.

A programação completa do festival ainda não foi divulgada, mas o Meio Desligado já descobriu que o grande Macaco Bong fará show no dia 18 e o também cuiabano Vanguart se apresenta no dia 17. Otto e Curumin (dia 24) também estarão presentes, mas ainda não sei se farão apenas participações em outros shows.

A curadoria do Conexão Vivo também escolheu 10 bandas entre as que se inscreveram com interesse em participar do festival, entre elas as excelentes Transmissor, Burro Morto e os chapas da Hell´s Kitchen Project. Outras duas bandas foram escolhidas através do voto popular.

7 de abril de 2009

Mp3 da semana: "Maruimstad"

Fazia muito tempo que não ficava tão viciado em uma música em português como aconteceu com essa "Maruimstad", nova do Nuda. A banda gravou a música no quadro "10 horas no estúdio", do programa Radiola, feito pela TramaVirtual e exibido na TV Cultura. Rola de fazer o download na página deles na TramaVirtual e assistir às gravações, abaixo.

"Maruimstad" é de longe a música mais animada da Nuda, uma puta mistura de baião, rock alternativo... difícil definir. Melhor seguir o conselho do Rapha, vocalista/guitarrista da banda: "se é pra rotular, que seja um rótulo que não tenha definição". Entendeu?





Nóis canta porque nóis quer fazer o ranço sumir
Canta esperançoso assim
A cidade é maquiagem
Negócio tá tão ruim que nóis semo vice-ruim

Não se faz cartão postal no córrego do maruim
Lá corre o boato que construíram um tribunal
lado a lado do coque
e o mote do roque é:

Viaduto separa qualquer luxo de coqueluche

Nóis semo fila na putrefata capital
que mais um pobre pariu
No horário nobre não se viu
Nóis canta porque nóis vê
Malabarista mirim no circo de bêbu-paim

Não se faz comercial no córrego do maruim
Lá morre o debate que prioridade é trafegar
sem fila em cima do mangue
e o gancho do tango é:

Ponte pra desafogar quem?

Banda: Nuda
Música: "Maruimstad"
Ano: 2009
Cidade: Recife (PE)
Pra quem gosta de: rock + soltinho + tropicália

6 de abril de 2009

linkania

a festa nunca termina
speculum
scream and yell
coquetel molotov
indie rock
indie BR
lúcio ribeiro
overmundo
overmixter
alto-falante
mazzacane
chappa
pílula pop
senhor f
pop up!
recife rock!
tratore
revoluttion
abrafin
urbe
gordurama
el cabong
imagine mp3
mojo books
espaço cubo
mugg
camiseteria
estúdio zero km
monovolume
o grito
ENM
bloody pop
indieoteca

selos / gravadoras / produtoras

yb
trama
tamborete
submarine
slag
senhor f
reco-head
outros discos
open field
monstro discos
mondo 77
midsummer madness
maamute
laja
ideal
fósforo
desmonta
cubo
coquetel molotov / bazuka
bizarre
bay king
amplitude
alvo
alavanca
13

clubes

a obra [bh]
casa foradoeixo [cuiabá]
cb [sp]
clash [sp]
d-edge [sp]
fosfobox [rj]
fun house [sp]
garagem hermética [poa]
hangar 110 [sp]
inferno [sp]
james [curit]
mary in hell [bh]
matriz [bh]
milo garage [sp]
outs [sp]
studio sp (sp)
up! [bh]
vegas [sp]
órbita [fortlz]

onde ouvir

onde ver

Links


Selos / Gravadoras / Produtoras
{ }


Onde ouvir
{ }

4 de abril de 2009

Slow motion

Só queria deixar um aviso para as pessoas que me enviaram emails recentemente e que não foram respondidas: dei uma diminuída no ritmo, estou tentando fazer menos coisas simultaneamente para investir mais em cada uma delas. Parei de ler muita coisa na internet, acabava tendo contanto com muuuuita coisa que na maior parte do tempo era porcaria. Preferi focar em coisas que me interessam mais, estou lendo alguns artigos, alguns livros, assistindo alguns documentários que baixei há algum tempo e estavam parados aqui no computador, etc.

Esse ano o número de emails que recebo pelo Meio Desligado aumentou muito e, somados aos assuntos particulares e de trabalho, fica difícil conciliar tudo. Na maior parte das vezes prefiro responder com um certo atraso do que enviar um frio e vazio "Ok, recebido". Isso é uma merda. Acabo respondendo alguns, marcando outros para responder depois.

Acontece que agora percebi que existem emails de dois meses atrás que ainda estão esperando por retorno e, por isso, resolvi esclarecer a situação. Com o passar do tempo algumas coisas acabam perdendo o sentido, então, nesses casos, nem vou responder. Mas eu sempre leio tudo, mesmo que os acontecimentos da semana me impeçam de responder.

No final das contas, é sempre mais rápido e prático responder a um comentário no blog do que um email. Então, se o assunto que você for tratar não for algo mais particular, sugiro que deixe na parte de comentários. Precisando de sigilo, não se acanhe em mandar um email para o equipeARROBAmeiodesligado.com.

2 de abril de 2009