Pesquisar este blog

Carregando...

14 de outubro de 2009

A pegada do DJ Meio Desligado (egocentrismo parte 33)

Na última sexta-feira, 9 de outubro, fui um dos DJs da festa de comemoração de 1 ano do coletivo Pegada, de BH. Fizeram um textinho bacana sobre mim no blog deles e publicaram junto de uma lista de 5 músicas que selecionei para preparar as pessoas para o que elas ouviriam na noite. Reproduzo abaixo o que publicaram, juntos das músicas selecionadas:

"O diálogo aberto existente entre o Instituto Cultural Fórceps, de Sabará, e o coletivo Pegada está representando no nosso #niverpegada pelo DJ Meio Desligado. Além de trabalhar pela cena cultural de Sabará, cidade histórica na região metropolitana de BH, ele também edita o blog Meio desligado, um dos principais veículos de divulgação da música independente na internet. “Toco mais pós-punk e rock alternativo e tento misturar bandas de países cujo rock alternativo não é tão conhecido, como Argentina, Rússia, França e Brasil, claro. Na maior parte das vezes agora só uso o celular pra tocar”, diz Marcelo Santiago, ou Meio Desligado se preferir.

Idlewild – A modern way of letting go

Foals – Baloons

Black Rebel Motorcycle Club – Whatever happened to my rock´n´roll (punk song)

Black Drawing Chalks – My favourite way

Turbonegro – Denim demon"


Para quem não foi à festa registro aqui parte do meu set list, para vocês saberem o que perderam:

Red Hot Chilli Peppers - rollercoaster
Bad Religion - punk rock song
Black Lips - cold hands
Buzzcocks - ever fallen in love
Dead Kennedys - chemical warfare
Franz Ferdinand - lucid dreams
DJ Shadow - six days (soulwax remix)
Déportivo - paratonnerre
The Jam - batman theme
Turbonegro - suffragette city
Death From Above 1979 - little girl
The Black Keys - set you free
Black Drawing Chalks - a place to hide this gold
The Darkness - I believe in a thing called love
The Clash - train in vain

O set foi definido para me diferenciar dos outros DJs da noite, permancecendo dentro da minha proposta sonora. Como um deles (jjbz) era mais focado no indie e pop e o outro (Stereotóxico) no grunge e rock anos 90, fiquei bastante à vontade no punk / rock (em sua maioria pesados e barulhentos).

Nenhum comentário :