Pesquisar este blog

Carregando...

19 de outubro de 2009

Diário Meio Desligado: Porto Alegre (dia 1)

Rio Grande do Sul. Engenheiros do Havaí. Frio. Europa. Gente branca. Loiras. Narizes finos. Churrasco. Grêmio. O bigode do Olívio Dutra. Jorge Furtado. Daniel Galera. Cardosoonline. Bah. Superguidis. Bidê ou Balde. Edu K. Kleiton e Kledir.

39 horas acordado.

Para explicar, tenho que voltar à ultima sexta-feira.

16 de outubro.
Primeiros shows do Los Sebozos Postizos (Nação Zumbi tocando cover de Jorge Ben) e 3 na massa em BH, dentro da programação do festival Lixo e Cidadania. Quase 3 mil pessoas lotando a Serraria Souza Pinto e queimando quilos de cannabis.

17 de outubro.
Uma da tarde. Acordo (de ressaca, depois de ter ido dormir às sete da manhã) com conversas sobre a primeira edição da Garajada e o barulho das primeiras pessoas que chegam para o evento. Passo a tarde preparando pequenos detalhes para os shows do Cães do Cerrado e Defensores do Caos na garagem da minha casa, tomando tequila e dando entrevista sobre a cena independente para a galera de uma nova revista que foi cobrir o evento.

Nove e dez da noite. Estou na portaria do show do Seu Jorge e Renegado no Chevrolet Hall, recebendo convidados.

Onze e dez da noite. Chego à Serraria Souza Pinto para trabalhar no show da Velha Guarda da Portela com a Aline Calixto, novamente no festival Lixo e Cidadania.

18 de outubro.
Duas e trinta da madrugada. Doses e mais doses de uísque com energético depois, o segurança do camarim já é meu chegado e o show da Aline / Velha Guarda vai super bem.

Três e vinte da madrugada. Chego ao Lapa Multshow querendo assistir ao show de 25 anos de existência do Mundo Livre S/A, mas ainda faltam dois shows antes da banda subir ao palco. Treta para público e produção.

Seis da manhã. Depois de sair do Lapa sem ver o Mundo Livre S/A, passei no meu escritório para buscar minhas malas e pegar carona com o Lucas Avelar para o aeroporto de Confins. Destino: Porto Alegre.

Fim da manhã. Nosso voo fez escala em Campinas e ainda não tinha conseguido dormir, além de ter ficado puto porque a aeromoça da Azul esqueceu de levar um suquinho pra mim.

Dez minutos depois da entrada anterior. Vejo algumas pessoas olhando e tirando fotos com um gordão no aerorporto e não faço ideia de quem seja. Logo depois descubro que era o Fabiano, da dupla sertaneja César Menoti e Fabiano, que ia pegar o mesmo voo que a gente para Porto Alegre, e morro de medo do avião cair (viajar só com um membro de dupla sertaneja dá azar). Felizmente descubro que o César Menoti também está no avião e a probabilidade de todos nós morrermos por causa da maldição-da-viagem-separada-dos-membros-de-uma-dupla-sertaneja-para-que-o-outro-vire-astro-pop são pequenas.

Continua...
(com emu rolê pela cidade, o Santander Cultural, o clone de Chaves que é pseudo-ídolo do rock gaúcho atual e outras estripulias)

4 comentários :