Pesquisar este blog

Carregando...

3 de maio de 2009

O mercado musical brasileiro em 2008

Se tivéssemos estilos de vida um pouco mais Amélie Poulain, valorizando as pequenas coisas da vida, todos os dias, ao acordar, agradeceríamos pela existência da internet, banda larga e programas de compartilhamento de arquivos. Afinal, sem eles a trilha sonora de nossas vidas seria extremamente mais chata, menos diversificada e nos custaria pequenas fortunas. Lendo o relatório anual da ABPD - Associação Brasileira de Produtores de Discos, "Mercado Brasileiro de Música 2008", esse é o primeiro pensamento que me vem à mente enquanto observo a lista de CDs e DVDs mais vendidos no ano passado, com nomes como Padre Fábio de Mello (responsável pelo CD mais vendido no Brasil em 2008, Vida), Padre Marcelo Rossi (com os dois volumes de Paz Sim, Violência Não entre os 10 CDs mais vendidos e também na lista de DVDs campeões de venda) e outros grandes nomes da música brasileira que nos dão orgulho de ser brasileiro: Claudia Leitte, Xuxa, Victor e Leo, Sandy e Júnior, NX Zero...

Além desses dados superempolgantes, o balanço da ABPD traz algumas informações interessantes, como a do crescimento de 6,5% no valor movimentado pelo mercado fonográfico brasileiro em 2008 (R$ 359,9 milhões) e o aumento na venda de CDs e DVDs na ordem de 4,5% em relação a 2007. O mercado de música digital, grande esperança para boa parte do mercado, apresentou o maior crescimento: 79,1% em relação a 2007 - bem à frente da média mundial no setor, de 25% no mesmo período.

Gráfico da venda de música digitalAtualmente o mercado digital representa 12% do faturamento da indústria fonográfica brasileira, seguido pela venda de DVDs, 27%, e CDs, que correspondem a 61% dos R$ 43,5 milhões faturados por esta indústria em 2008. Desse total, R$ 9,68 milhões (ou 22%) tiveram origem em vendas na internet e R$ 33,82 milhões (78%) através de telefonia móvel.

Foram vendidos 25,5 milhões de CDs e 5,8 milhões de DVDs musicais no Brasil em 2008, gerando, respectivamente, R$ 220,2 milhões e R$ 96,2 milhões. A música brasileira representa 74,5% desse total. É importante lembrar que os números de unidades de CDs e DVDs refere-se à venda ao varejo, o que não significa que todos esses produtos realmente chegaram ao consumidor final.

O documento completo está disponível para download no site da ABPD e é bem enxuto, podendo ser lido em poucos minutos. Vendo esses números imagino qual seria o verdadeiro número de álbuns que circularam durante esse período, não somente os que foram vendidos. Por exemplo, há seis anos não compro um CD e nunca paguei por um download, então nenhum dos 263 álbuns que ouvi em 2008 são incluídos em relatórios como esse, que é focado apenas na venda de produtos. Segundo a própria ABPD, cerca de 3 milhões de pessoas fizeram downloads de música no Brasil em 2005. Passados quase quatro anos, não seria exagero imaginar que esse número aumentou próximo de 50%, com a proliferação de lan houses e o crescimento dos pontos de acesso a internet com banda larga.

Lista dos 20 CDs mais vendidos no Brasil em 2008
1. Padre Fábio de Mello - Vida
2. Padre Marcelo Rossi - Paz Sim,Violência Não (Volume 1)
3. Victor & Leo - Borboletas
4. Victor & Leo - AoVivo Em Uberlândia
5. Ivete Sangalo - Multishow AoVivo No Maracanã
6. Padre Marcelo Rossi - Paz Sim,Violência Não (Volume 2)
7. Zezé Di Camargo & Luciano - Zezé Di Camargo & Luciano (2008)
8. Roberto Carlos - Roberto Carlos e Caetano Veloso e A Música de Tom Jobim
9. Ana Carolina - Multishow AoVivo “Dois Quartos”
10. Leonardo - Coração Bandido
11. Amy Winehouse - Back To Black
12. Ivete Sangalo - Perfil
13. Vários - A Favorita Sertanejo
14. Vários - High School Musical 3 (Regular)
15. Rihanna - Good Girl Gone Bad
16. Diversos - O Melhor Do Pantanal
17. Michael Jackson - Thriller (25th Anniversary Edition)
18. Diversos - Sambas De Enredo 2009
19. Daniel - Difícil Não Falar De Amor
20. Sandy & Júnior - Acústico MTV

Ps.: o link das "pequenas coisas da vida" foi uma piada, caso você não tenha percebido.

4 comentários :