Pesquisar este blog

Carregando...

15 de maio de 2009

A melhor coletânea globalizada que você irá ouvir este mês: Music Alliance Pact de maio!

Até o momento esta é, sem dúvida, a melhor edição do Music Alliance Pact. Incrível como um grande número de ótimas músicas, dos mais diversos países, foram selecionadas este mês. A melhor coisa que você tem a fazer é conferir as descrições das músicas abaixo, baixar todas as músicas reunidas em um arquivo compactado e escolher as que mais gosta (e apagar as que não significarem nada para você).

As minhas favoritas são a excelente banda argentina Les Mentettes Orchestra, a banda alemã de "funk carioca" (ou funk de Munique, rs) Schlachthofbronx, os recifenses da Banda de Joseph Tourton, o sueco Robert Svensson, a sul-coreana Stretching Journey e o canadense Green Go, entre outros. São opções para os mais diversos gostos.

Para quem ainda não sabe o que é o Music Alliance Pact, segue a velha descrição que usei em edições anteriores:
Trata-se de uma rede formada por blogs de 25 países que escrevem sobre a cena musical independente local. No dia 15 de cada mês publicamos nossa seleção com uma música de cada país, republicada por todos os blogs que formam a rede. Dessa forma, pessoas nos mais diversos locais do mundo têm contato com uma produção musical alternativa, descentralizada e de qualidade.

Como sempre, aos poucos, de acordo com minha disponibilidade, traduzo os textos escritos pelos membros estrangeiros da MAP.

ALEMANHA: Blogpartei
SchlachthofbronxGood To Go
Schlachthofbronx criou um novo gênero musical chamado "Munich bass", filho bastardo do Kuduro, baile funk, dub e dancehall, mas que também apresenta elementos do folk bavariano e synthpop. "Good To Go" nunca foi lançada oficialmente mas tem animado o público durante os shows da banda pela Europa central.

ARGENTINA: Zonaindie
Les Mentettes OrchestraHold On
Les Mentettes é uma banda de pop psicodélico que acaba de lançar um EP com cinco músicas cheias de arranjos orquestrados conduzidos por Manuloop, antigo membro da Orquesta de Salón. O EP está disponível para download gratuito, então, se você gostar de "Hold On" você pode baixar as outras faixas legalmente sem se preocupar. Atualmente a banda tem se apresentado junto a uma orquestra completa em diversas casas de Buenos Aires.

AUSTRÁLIA: Who The Bloody Hell Are They?
Jonathan BouletA Community Service Announcement
Apenas recentemente descobri o talentoso Jonathan Boulet, pela internet, e logo depois de ouvir esta música comprei seu álbum no iTunes. É impressionante que o artista de 20 anos tenha gravado e produzido tudo em sua garagem. Ele promete um grande futuro.

BRASIL: Meio Desligado
A Banda de Joseph Tourton#3
A Banda de Joseph Tourton tem apenas algumas poucas músicas disponíveis na internet e um EP lançado no ano passado, com três músicas, mas já se enquadra entre as mais interessantes da nova geração de bandas alternativas brasileiras. Suas músicas instrumentais são uma espécie de próximo passo na história do manguebit, passando pelo pós-rock, jazz e influências regionais, sempre com muita emoção, originalidade e balanço.

CANADÁ: I(Heart)Music
Green GoBrains For Breakfast
Durante cerca de um ou dois anos meus amigos de Toronto constantemente me falavam sobre o Green Go e agora que seu álbum de estreia, Borders, foi lançado, é fácil descobrir o motivo disso. Conforme pode ser conferido em músicas como "Brains For Breakfast", a banda faz um pop pegajoso cheio de vocais gritados em coro e riffs ruidosos que soam como se criados para grandes shows marcados pela diversão e suor.

CINGAPURA: I'm Waking Up To...
The Fire FightFires At Night
The Fire Fight é uma banda de indie rock que colocou fogo na cena local com sua musicalidade incendiária e suas letras sinceras. "Fires At Night" é a primeira faixa da demo da banda, The Green EP. Com uma pegada indie guitar rock que combina a intensidade do Bloc Party e a levada poética do The One AM Radio, "Fires At Night" leva o ouvinte por seu fervor e, como um lento forno ligado, purifica a experiência. Talvez a melhor coisa dessa música seja seu otimismo lírico em um mundo marcado pelo niilismo, enquanto o vocalista Josh Tan invoca que a música é para "a esperança que queima em seus olhos" (the hope that burns in your eyes).

CHILE: Super 45
MutroneBristol
Uma mistura de experimentalismo, psicodelia e improviso são os elementos básicos a partir dos quais Mutrone constroi sólidos muros sonoros compreendendo samples, efeitos e reminiscências da sonoridade mecânica do krautrock. Com dois álbuns lançados, Oscillatore e Centinela, ambos registrados através do Creative Commons, os quatro membros do Mutrone descobriram um excitante modo de trazer os sons reais da cidade para dentro da máquina.

CORÉIA DO SUL: Indieful ROK
Stretching Journey060
Stretching Journey é uma banda de pós-punk cujo primeiro álbum, homônimo, foi lançado no mês passado. A banda não tem medo de misturar diversos estilos em suas músicas e como consequência do modo de produção lo-fi, várias canções apresentam uma ligeira sonoridade psicodélica. "060" é a faixa de abertura do álbum, com uma progressão e batidas influenciadas por Los Bunkers, enquanto o estilo do refrão é inspirado pela banda coreana de dance pop Koyote.

DINAMARCA: All Scandinavian
SinusstøvWho Am I?
A tradução do nome significa "pó de seios", mas não há nada de empoeirado no som feito por Claus Pedersen e Søren Friis Dam. "Who Am I?"é um exuberante electro banhado na melancolia com a qual os escandinavos vivem. Mais uma prova do incrível momento vivido pela cena eletrônica dinamarquesa.

ESCÓCIA: The Pop Cop
BoycottsBeat On The Dancefloor
Boycotts existe há pouco mais de um ano mas não é surpresa alguma a empolgação que geram nas pessoas. O quarteto de guitar-pop de Glasgow aperta todos os botões certos, mas o às na manga é a encantadora vocalista Stina Tweeall e sua exuberância jovial, alida às suas letras sobre corações partidos.

ESPANHA: La Página De La Nadadora
SundaeArte y Ensayo
The Field Mice, My Bloody Valentine, The Radio Dept. e The Cure são quatro boas referências para essa banda que foi selecionada pelo famoso selo Shelflife ao lançar sua segunda demo. "Sundae" é como o melhor do shoegaze pop erdado da Sarah Records, porém feito em Seville.

ESTADOS UNIDOS DA AMÉRICA: I Guess I'm Floating
Lands & PeoplesAwake
Baltimore-based Lands & Peoples seem to have a knack for hypnotherapy. With a commanding ethereal ambience and gorgeous catatonic tensions throughout, Awake is an eye-opener from start to finish. You'll ask, "How have I not heard of them?" and "I can't believe they aren't signed!" Well, believe it. There's an album in the works coming out later this year (perhaps self-released), but for now you can listen to more gems at their MySpace page.

FINLÂNDIA: Glue
Delay TreesDesert Island Song
O quarteto de indie-pop Delay Trees acaba de lançar um EP com sete canções chamado Soft Construction. "Desert Island Song" é a faixa de abertura e o início de uma viagem lúdica por tenras melodias pop e um pouco de psicodelia. É um início bastante promissor para a banda.

FRANÇA: ZikNation
WalterLe Dernier Bastion
No início eles eram dois e tocavam em parques, festivais e casas de shows. Seis anos e três músicos depois, Walter continua circulando pelas estradas francesas oferecendo uma saborosa mistura de reggae, blues e folk, espalhando mensagens de amor, respeito e paz. Eles estarão em estúdio novamente no fim do ano e gravarão seu novo álbum.

INGLATERRA: The Daily Growl
Blue RosesDoubtful Comforts
Mais um mês e aqui estou eu novamente com meus pensamentos ligados ao folk, saindo de Londres em destino a Yorkshire, lar de Laura Groves. Recentemente ela alterou seu nome para Blue Roses e alançou um ótimo álbum pela XL. Entre todas as cantoras folk que apresentei aqui e no meu blog, ela provavelmente é a melhor.

ISLÂNDIA: I Love Icelandic Music
Retro StefsonPapa Paulo III (Re-edit version)
Retro Stefson foi criada em 2006 por um grupo de oito adolescentes, amigos de escola em Austurbæjarskóli. Eles fazem músicas pegajosas, semi-pop/semi-rock e ótimos shows. No ano passado lançaram o primeiro álbum da banda, Montaña, pelo selo Icelandic Kimi Records. As músicas da banda são cantadas em inglês, espanhol e islandês.

IRLANDA: Nialler9
Super Extra Bonus PartyRadar
O primeiro single do segundo CD do Super Extra Bonus Party, intitulado Night Horses, parece uma mistura de Cadence Weapon com uma banda de electro-hop. É um bom caso de banda que não gosta de se manter fixa em um estilo por muito tempo. Night Horses também tem pop, folk acústico, rock instrumental e eletrônica, com a participação de vocalistas convidados como Mr. Lif, R.S.A.G., May Kay (do Fight Like Apes), Ann Scott e Heathers.

ITÁLIA: Polaroid
Buzz AldrinSmall Bad Talk With Koala Friends
Ritmos obssessivos, guitarras nervosas, vozes estranhas, sintetizadores sujos e canções que estranhamente são belas, mais do que simplesmente a soma de suas partes. Pense no som feito pelo Liars, Wire, Pere Ubu ou não pense: apenas dance. Este jovem trio mostra muita força ao vivo e está melhorando a cada show.

MÉXICO: Club Fonograma
Mr. RacoonFerry 3
Mr. Racoon é um dos vários projetos de Roberto Polo, além do 60 Tigres and Fuck Her, Or The Terrorists Win e é, de longe, o mais charmoso até o momento. Sua música apresenta o melhor de um prolífico compositor que, ao contrário de como suas canções podem soar, é um maximalista fazendo uso da produção de baixa fidelidade para alçá-la a um novo patamar. "Ferry 3" é do seu terceiro álbum, Katy, lançado no início deste ano pelo site da Delhotel Records.

NOVA ZELÂNDIA: Counting The Beat
The Sing SongsPamphlet Baby
The Sing Songs sing songs, saccharine sweet pop songs. What gives them their staying power are the lyrics. Where you might expect girl loves boy, boy loves girl, instead you get the story of a woman dealing with the death of her baby by walking the streets with a pram, delivering pamphlets. To date the band don't have any releases but this song has been included on a compilation issued by Real Groove magazine to celebrate New Zealand music month.

NORUEGA: Eardrums
MaribelFlesh & Blood
Oslo-based Maribel released their long-awaited and brilliant debut Aesthetics only a few days ago, and the Norwegian critics gave them full scores in the reviews. The band play dreamy, noise-drenched, multi-layered shoegaze with almost psychedelic elements. There are obvious references in their sound to bands like My Bloody Valentine, Slowdive, Spacemen 3, Pale Saints and even The Velvet Underground, but Maribel definitely do their own thing and they do it their own way. Maribel and Aesthetics is highly recommended, and will be this Norwegian blogger's soundtrack to the spring of 2009.

PERU: SoTB
Diablos AzulesPorno Music
It is time for a classic night: trumpets, breaks, ska and contagious melodies that immerse people in the most insane of their intentions. It is perhaps no surprise the band are called Diablos Azules ("Blue Devils"). Porno Music is the best legacy of their existence – an old song which is still fresh and gets revived every time someone goes to a party in Lima.

PORTUGAL: Posso Ouvir Um Disco?
The TiMariaPretty Girls Are Pretty High
Last year, a man was organizing a gig with a three-band bill but had just two booked. When he was creating the poster, he made up the name TiMaria and included this fictitious group as the third act of the night. (Un)fortunately, he didn't erase the name before the posters went to press and ended up with a stock of paper to throw away. However, he persuaded his friends, André Moinho and Nuno Rancho, who live in small villages around the city of Leiria, to form a band in 15 days so that he could use the posters and save the planet. And so, with the addition of Nuno's younger brother, Luis Jerónimo, The TiMaria ("Aunt Maria") was born. Their debut record will be released in September or October.

ROMÊNIA: Babylon Noise
SemiosisRecovery
Semiosis é um projeto de post-rock/ambient/electronic de Seidiu Alexandru e Serban Ilicevici, dois jovens de Craiova. Eles acabam de lançar seu álbum de estreia, Pictural, que tem recebido uma resposta bastante positiva. Pictural é considerado o primeiro álbum romeno de pós-rock e está disponível para download grátis – para quem gostar dessa música, é algo obrigatório.

SUÉCIA: Swedesplease
Robert SvenssonI Was Summer
Eu não posso dizer muitos detalhes biográficos de Robert Svensson – ele é um mistério para mim. Mas posso dizer que neste instante sou fã da força de "I Was Summer". A canção existe para compartilhar esses dois trechos de sua letra: "Eu era o verão e você era novembro" (I was summer and you were November) e "Eu era arquitetura e você era uma bola de demolição" (I was architecture and you were the wrecking ball).

Download das 25 músicas em um único arquivo.

Um comentário :