Instagram

9 de abril de 2009

O que é Twitter e como utilizá-lo: parte 1

Parte 1: Para quem não tem tempo (ou saco) para ler muito

O Twitter é um serviço de microblog que permite a publicação de textos de até 140 caracteres. Basicamente, é isso. O nome “microblog” justifica-se pelo fato de a estrutura de publicação e organização de conteúdo ser semelhante à dos blogs, com o conteúdo mais recente sendo disposto acima das informações anteriores.

Além da limitação do espaço de publicação (140 caracteres), outro grande diferencial do Twitter (e dos microblogs em geral) é seu caráter de rede social. Cada usuário do Twitter tem sua própria página pessoal (como, por exemplo, twitter.com/meiodesligado), onde são apresentadas e arquivadas todas as suas mensagens e pode optar por “acompanhar” (no original, “follow”) as atualizações de qualquer outro usuário. As mensagens de cada uma das pessoas que você decidir “acompanhar” serão apresentadas na sua página inicial logo após fazer seu login no Twitter, como se formassem um microblog coletivo em constante atualização e visível apenas por você (enquanto a sua página no Twitter, exibindo somente o conteúdo que você mesmo publicar, estará disponível em seu perfil no site, twitter.com/seunome). Também existe a opção de manter seu perfil privado, o que significa que somente as pessoas autorizadas po você poderão ter acesso ao que você publicar.

Da mesma forma que você pode “acompanhar” as atualizações de outras pessoas, elas também podem “acompanhar” todas as suas atualizações e receber esse conteúdo em suas páginas no Twitter. Aí está um dos grandes pontos à favor do Twitter: ao contrário do que acontece em sites como Orkut e MySpace, em que a aproximação entre dois usuários tem que ser recíproca, no Twitter milhares de pessoas podem “te adicionar” e você não precisa “aceitar como amigo” nenhuma delas. Ou seja, elas vão receber cada uma das suas atualizações, mas você não terá, necessariamente, que também receber o que elas escrevem. É por isso que existem as categorias “following” (com as pessoas que você “acompanha”) e “followers” (com as pessoas que recebem suas publicações).

Essa dinâmica de funcionamento diminui os spams e evita o contato com pessoas inconvenientes (ou simplesmente chatas). Se você decidiu “acompanhar” as atualizações de alguém que só escreve coisas que não lhe interessa, basta apertar o botão “unfollow” (algo como “deixar de acompanhar”) e parar de receber as atualizações dessa pessoa. Por isso é comum encontrar perfis comerciais no Twitter que acompanham milhares de pessoas e que têm poucos “seguidores”, já que são pouquíssimas as pessoas que resolveriam receber spam por vontade própria.

Nenhum comentário: