Instagram

28 de setembro de 2008

Transmissor semi-acústico

O Transmissor fez um excelente show semi-acústico na última sexta, na Minueto, em BH. Aproveitando as características do local (junção de escola de música, estúdio e café em um ambiente relativamente pequeno e bonito), fizeram um show intimista e que, mesmo com a chuva pesada que caiu durante a noite, teve ótima presença do público. O baterista Pedro Hamdan não estava presente (ele mora em São Paulo e o restante da banda, em BH), porém a carência de um instrumento percurssivo foi suprida pela presença de um vibrafone, tocado por Daniel Nunes, do Constantina e do Lise, em diversas músicas.

Várias canções novas foram apresentadas e reforçam a sensação de que o Transmissor é uma das maiores promessas da cena independente brasileira da atualidade. A julgar pelas novas músicas, a banda vem se distanciando do posicionamento de "banda de rock" para explorar uma aproximação junto a MPB não-careta, o que traz à mente os áureos tempos do Los Hermanos fase Bloco do Eu Sozinho e Ventura.



Além do já citado vibrafone, o show ainda teve sanfona, ukelelê e um teclado Rhodes em quase todas as músicas, colaborando ainda mais para que a sonoridade da banda se afastasse do convencional rock alternativo em português.

No dia 14 de outubro a banda se apresenta em São Paulo, dentro da programação do Stereoteca SP (braço paulistano do festival belorizontino no qual trabalho na produção), que acontecerá no famoso Teatro Oficina, dando continuidade aos shows de lançamento do primeiro CD da banda, Sociedade do Crivo Mútuo.

Foto e vídeo: Bella Radichi

4 comentários: