Pesquisar este blog

Carregando...

16 de agosto de 2007

independência 2.0: 8P

{ Esta é uma série de textos sobre sites e serviços da chamada web 2.0 que podem ajudar bandas independentes a divulgar seus trabalhos, também sendo úteis para fãs destas mesmas bandas e a todos os interessados em música }

Alternativa ao já batido e restritivo Fotolog, o serviço brasileiro 8P é uma boa alternativa para aquelas pessoas que postam fotos com pouca frequência ou que não precisam armazenar arquivos de imagem em alta resolução (para estas, o grande e, até o momento, imbatível Flickr continua sendo a melhor opção).

Criado pela Globo.com, o 8P mistura elementos característicos dos flogs à importantes funções do Flickr, como a possibilidade de se criar álbuns para as fotos e colar "adesivos" com mensagens em determinada área de uma fotografia.

Todas as imagens enviadas ao servidor são redimensionadas para uma baixa resolução e cada usuário pode postar até 1 mil fotos por semestre, sendo que esta quantidade é acumulativa. O template da página pode ser personalizado e, assim como no Flickr, as fotos podem ser enviadas para diversos grupos temáticos, como um sobre celebridades da internet, e este outro, sobre capas de álbuns "clássicos", seja lá o que o moderador do grupo entenda por isso.

Ainda não muito popular, o 8P tem entre seus principais defeitos, seus usuários. Sim, você leu certo. O site está infestado de adolescentes babões, garotinhas expondo suas vidinhas patéticas e tiozões crus em termos de internet e que ainda acreditam que todos aqueles perfis de mulheres gostosas são reais. Isso sem contar a incrível atração pelo kitsch presente na maioria dos perfis, mesmo com o serviço possibilitando a construção de páginas bastante aceitáveis.
Entre os poucos perfis realmente bons, estão o de um ursinho de pelúcia bebum chamado Lindolfo (pouco atualizado), que você vê na foto.

No fim, acaba sendo uma opção até interessante para artistas que querem atingir um público diferente e não têm um grande volume de imagens a serem postadas constantemente. Para tirar o máximo de proveito, basta não reparar a vizinhança.

Outros textos da série:
imeem // Jamendo // iJigg

Mugg esta noticia

Nenhum comentário :